• Pr. Henrique Lino da Silva

Loucura

“Quisera eu, me suportásseis um pouco na minha loucura! Suportai-me, porém, ainda. Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.” (2 Coríntios 11:1-2)

O apóstolo Paulo nessa carta roga à igreja de Corinto que o tolerem, o suportem um pouco mais, por ele ser exigente com os irmãos para que vivam a Palavra de Deus, mas o seu objetivo é que eles sejam salvos. Paulo, assim como um pai que cobra, exige dos seus filhos responsabilidade e obediência, ele também exigia, porque o seu objetivo não era ficar agradando as pessoas, e sim que essas pessoas viessem conhecer Cristo e fossem seus seguidores até a vida eterna. Todos os que se dizem pastores, líderes deveriam ter essa mesma preocupação, porque a nossa responsabilidade é de ensinar o Evangelho de Jesus Cristo, para que essas pessoas vivam na sua prática e assim consigam alcançar a salvação em Cristo Jesus. Não podemos ficar falando de coisas materiais, não podemos perder tempo falando das coisas do mundo ou oferecendo bênçãos; devemos oferecer a Salvação do Senhor. Por isso devemos cobrar, exigir arrependimento, santificação e obediência à Palavra do Senhor, para que tenhamos a certeza de estarmos fazendo aquilo que o Senhor mandou. Não podemos confundir, não fomos chamados para viver agradando as pessoas, não fomos chamados para as divertir, e nem mesmo para fazer ninguém se sentir feliz. Fomos chamados para apresentar Jesus Cristo. Temos responsabilidades, temos que apresentar essas pessoas a Cristo, e isso só acontecerá se fizermos o nosso trabalho, se cumprirmos com a nossa missão. “Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.” (2 Coríntios 11:3). Mas são muitos os que são enganados e acabam se transformando em religiosos, porque vão a templos e se divertem, mas não aprendem o Evangelho legítimo, porque o pregador, o pastor não lhes ensina. Estão ensinando outros tipos de evangelhos carnais, e as pessoas querem isso. E quando se deparam com homens de Deus comprometidos com a Palavra de Deus, não os aceitam, os criticam e voltam para os pregadores profissionais, que não estão interessados em salvação. “Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis.” (2 Coríntios 11:4). As pessoas preferem ouvir um evangelho adocicado, que fale de vitórias, de prosperidades e de curas, elas só não querem ouvir falar em abandonar os pecados, de mortificar a carne, de se santificarem, de se arrependerem. São muitos os pregadores que estão dizendo que basta orar, cantar e jejuar que agrada a Deus, e essas pessoas, por serem carnais, assim fazem enquanto vivem em seus pecados, melhor dizendo, morrem em seus pecados. Essas pessoas que preferem esse tipo de evangelho moderno, pregado na maioria dos templos, não perceberam que estão vivendo somente uma religião que para nada serve. Por isso estão caminhando a passos largos em direção à morte, porque estão negando Jesus, estão querendo e desejando e desfrutando do mundo e de tudo o que ele oferece. Não entenderam que devemos morrer para o mundo para que possamos ter vida em Cristo. Só existe uma maneira de podermos viver em Cristo, que é de acordo com a sua Palavra, e se tentarmos mudar alguma coisa, simplesmente o estamos abandonando. “Porque penso que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos. E, se sou rude na palavra, não o sou, contudo, na ciência; mas já em todas as coisas nos temos feito conhecer totalmente entre vós.” (2 Coríntios 11:5-6). As pessoas têm o hábito de julgar os pregadores pelo tamanho ou grandiosidade do templo, pelo poder econômico, pelo falar manso, mas não sabem, não percebem que estão sendo enganadas, mesmo porque o Senhor não prometeu templos ricos nem pregadores famosos, e muito menos que fossem pessoas que falassem de determinada maneira para agradar ninguém. Se somos seguidores de Jesus, basta analisarmos como Jesus tratava esses religiosos, esses contumazes pecadores, que era chamando-os de hipócritas, raça de víboras, fariseus, e não era passando a mão na cabeça como os pregadores de hoje fazem se as pessoas forem ofertantes e dizimistas. Não podemos agir de maneira diferente. Se falamos de maneira clara, é para que as pessoas possam entender também de maneira clara, se nos acham rudes, é porque não usamos as armas do diabo que servem para enganar. São muitos os que com fala mansa estão iludindo a igreja toda, porque falam que é amor por amor, mas o amor de que eles supostamente falam não é o amor bíblico, pois é concordante com o pecado. Falamos de Cristo, falamos da Promessa que é salvação, e não ficamos perdendo tempo com coisas materiais, queremos que sejam salvos. “Pequei, porventura, humilhando-me a mim mesmo, para que vós fôsseis exaltados, porque de graça vos anunciei o Evangelho de Deus? Outras igrejas despojei eu para vos servir, recebendo delas salário; e quando estava presente convosco, e tinha necessidade, a ninguém fui pesado.”(2 Coríntios 11:7-8). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Paz