• Pr. Henrique Lino da Silva

Amar a esposa



Assim devem os maridos amar a sua própria mulher como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher ama-se a si mesmo. (Efésios 5.28)

Todos os maridos, ou pelo menos a maioria declaram amar as suas esposas, dizem que casou por amor, mas estes mesmos que andam declarando o amor, muitas das vezes são adúlteros, violentos, ranzinzas, são homens que não perdem a oportunidade de olhar, galantear com outras mulheres nas ruas, quando vê uma mais jovem algo sim, olha e a deseja, em casa em varias situações, dão más respostas as esposas e não raros espancá-las, e as vezes estes se dizem cristãos. “Porque ninguém aborrece a sua própria carne; antes, a alimenta e sustenta, como também o Senhor a igreja.”(Efésios 5.29) Em outras palavras quem fala que ama, mas trai, trata mal a esposa, ou vive olhando para outras mulheres, com certeza não ama, porque quem ama cuida, deseja, e em hipótese alguma faria alguma coisa que fosse desleal; uma vez que devemos cuidar, tratar das nossas esposas como tratamos do nosso corpo, e ninguém quer se auto-afligir, ninguém, se fere, machuca intencionalmente, ninguém vive se desprezando, afinal a nossas esposas é parte de nós mesmos.

“Porque somos membros do seu corpo.” (Efésios 5.30) Ser membro do mesmo corpo é ser unidos, ligado entre si, ou seja, diante do Senhor não existe duas pessoas, mas uma somente. Quando se casa passa a fazer parte do mundo e do corpo da mulher e da mesma forma a mulher do homem, e quando tratamos mal a nossa esposa estamos tratando mal a nós mesmo, e tentando desfazer o que Deus fez, estamos ignorando a obra do Senhor, estamos caminhando para a morte eterna.“Por isso, deixará o homem seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher; e serão dois numa só carne.” (Efésios 5.31) Quando a Bíblia nos fala em deixar pai e mãe quer dizer que a nossa prioridade passa a ser a nossa esposa, nem mesmo a nossa mãe, nossa genitora tem preferência, nós não somos uma só carne com pai, mãe, irmãos ou filhos, mas somente com a esposa, ela é parte vive da nossa carne, somos dois em um; Não existe nada e nem ninguém no mundo que possa separar o marido da mulher, somente o pecado, o adultério, e mesmo assim, é impossível ele vir a ser uma só carne com outra, pois ele já tem uma metade em algum lugar.

“Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de cristo e da igreja.” (Efésios 5.32) Veja que somos comparados como Cristo e seu amor pela a igreja, pelo os Cristãos, Ele se entregou sofreu, foi humilhado, crucificado, e morto para que pudéssemos sermos salvos, Ele demonstrou o verdadeiro amor; da mesma maneira devemos amar as nossas esposas até as ultimas conseqüências, pois elas são parte nossa, e porque é mandamento do Senhor. “Assim também vós, cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido.” (Efésios 5.33) Devemos aprender a amar as nossas esposas, e até mesmo nos sacrificar por elas, pois estamos fazendo por nós mesmos, e as esposas respeitem, valorizem os seus maridos dê lugar de honra, pois são a mesma carne, são uma só pessoa, portanto devem ser cuidados, amados, reverenciados, pois isto é agradável ao Senhor.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo