• Pr. Henrique Lino da Silva

Revelação



“Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte, e transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.” (Mateus 17:1-2)

Jesus escolheu somente três dos seus discípulos e os fez acompanhá-lo a um monte muito alto, que depois ficou conhecido como o monte da transfiguração. Então, diante deles Jesus mudou de forma, o seu rosto brilhou como a luz do sol, e as suas vestes ficaram extremamente brancas como nunca tido sido visto, e ainda com um brilho natural. Aconteceu que Jesus estava se revelando, mostrando a eles o que seria seu corpo dentro em breve, pois assim é o corpo glorificado. Entenda o privilégio desses três discípulos de Jesus, que viram antecipadamente o corpo glorificado do Senhor, como seria muito em breve, mas não foi só para isso que o Senhor os fez acompanhá-lo, e sim para revelar-lhes algo muito mais sério. “E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com Ele. E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés, e um para Elias.” (Mateus 17:3-4). Quando os discípulos estavam ali olhando maravilhados a transformação de Jesus, surgiram, apareceram de repente Moisés e Elias, conversando com Jesus. Eles então ficaram atônitos sem nada entender ou compreender. Pedro, sempre querendo ser útil e sem saber o que fazer, logo se prontificou a fazer três cabanas, uma para cada um, uma para Moisés, outra para Elias, e a outra para Jesus. Mas, na verdade, ele falou isso porque não sabia o que falar ou como proceder, além de estar com medo da situação, pois era algo inesperado para ele. Temos também que observar que o Espírito de Deus fez com que ele identificasse, soubesse quem eram os dois que apareceram, porque tanto Elias quanto Moisés há muito tinham morrido, há centenas de anos, e ele não os conhecia, sem levar em conta que naquela época não havia fotos ou filmes, portanto, era impossível à primeira vista eles saberem quem eram os dois se não fosse revelado pelo Espírito de Deus. Pedro havia uns dias também recebeu a revelação que o Senhor era o Filho de Deus, e Jesus o elogiou e afirmou que foi o Espírito quem lhe tinha revelado, mas Pedro também tinha se permitido deixar o diabo usá-lo para tentar atrapalhar os planos de Deus, fazendo com que Jesus agisse na carne, mas o Senhor Jesus tinha repreendido o satanás.

“E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho, em quem me comprazo; escutai-o.” (Mateus 17:5). Mas o motivo principal de Jesus os ter levado junto era exatamente para receberem essa revelação, para ouvirem diretamente da boca do Pai quem era Jesus e a quem eles deveriam seguir. Enquanto Pedro ainda estava falando em fazer cabanas para os três, o Senhor Nosso Deus e Pai se manifestou através de uma nuvem luminosa que os cobriu e falou. Além de eles ouvirem a voz de Deus, o principal é o que Deus falou com eles e para nós, pois é um mandamento que diz que Jesus é o Filho amado Dele, e é a Ele que devemos ouvir. Por isso que Moisés tinha aparecido, para eles entenderem que não deveriam ouvir nem Elias nem Moisés, ou seja, nem os profetas e nem praticar a lei de Moisés, que eles deveriam ouvir somente Jesus, que era o seu Filho amado. Essa revelação é para todos nós, e Jesus em outra feita tinha dito que a lei de Moisés e os profetas vigoraram até a vinda de João Batista, e desde então temos que nos esforçar para entrar no Reino. Assim, nós sabemos que não vivemos na prática da lei ou dos profetas, uma vez que Elias é o que os representa, assim não é o que Isaías, Jeremias ou Ezequiel, ou outro profeta qualquer, fala, devemos ouvir somente o que o Senhor Jesus fala. Temos que compreender que vivemos no Novo Testamento, na Nova Aliança feita no Sangue de Jesus, vivemos no Evangelho, e por isto devemos praticá-lo. Temos que entender que não foi sem motivo que Jesus levou os três discípulos com Ele, e surgiram Moisés e Elias, e não foi sem um motivo específico que Deus deu essa ordem de ouvirmos somente o seu Filho. Temos que entender que Moisés foi usado por Deus no tempo certo, e Elias também, como todos os outros profetas, mas agora vivemos debaixo do Governo de Jesus Cristo, o nosso Salvador. “E os discípulos, ouvindo isto, caíram sobre os seus rostos, e tiveram grande medo. E, aproximando-se Jesus, tocou-lhes e disse: Levantai-vos, e não tenhais medo. E, erguendo eles os olhos, ninguém viram senão unicamente a Jesus.” (Mateus 17:6-8). Os discípulos ficaram apavorados, morrendo de medo. Assustaram-se, incialmente, pela transformação de Jesus, depois pela aparição de Moisés e Elias, e ao final quando o próprio Deus Pai apareceu em uma nuvem brilhante e falou com eles, pois o Senhor Deus se dirigiu a eles – o recado, a ordem foi para eles e para todos nós. Como caíram de medo, esconderam o rosto, então Jesus lhes tocou e lhes mandou levantar, dizendo que não era para terem medo, e quando eles se levantaram, não viram nada a não ser Jesus, agora ao natural, não mais no corpo glorificado, e também não viram mais Moisés e nem Elias, e nem a nuvem brilhante com Deus Pai. Jesus então lhes ordenou que aquilo fosse mantido em sigilo até a sua morte, quando então eles entenderiam tudo. “E, descendo eles do monte, Jesus lhes ordenou, dizendo: A ninguém conteis a visão, até que o Filho do homem seja ressuscitado dentre os mortos.” (Mateus 17:9).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

17 visualizações

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram