top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Sobre a Verdade






“Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, Que pregues a Palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da Verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério. Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, Justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” (2 Timóteo 4:1-8)

       Se somos cristãos, seguidores de Cristo, se procuramos fazer as coisas do seu agrado, se temos compromisso com Ele e não com denominações ou pessoas, então sabemos que, para vivermos realmente em conformidade com a sua Palavra, temos que falar a todos e todo o tempo sobre a Verdade, que é Jesus. Infelizmente, as pessoas, por frequentarem alguma congregação, já se julgam filhos de Deus, já pensam que são cristãos seguidores de Jesus. Mas ser seguidor, ser cristão, ser aprendiz Dele é fazer não somente o que Ele manda, mas também imitá-lo em todas as suas atitudes. Por isto, independentemente de estarmos agradando ou não às pessoas, devemos sempre falar da Verdade, do Evangelho. Temos que condenar o pecado, não podemos tolerar ou nos associar com pessoas que sabemos que vivem deliberadamente no pecado. O tempo a que o apóstolo se refere já chegou, pois hoje as pessoas têm os seus pregadores de estimação, não homens de Deus, mas aqueles que pregam, ensinam de acordo com a vontade deles, que falam o que elas querem ouvir, e jamais aceitarão ouvir a Verdade. Prova tal que a maioria está em congregações ouvindo pregadores que falam sobre prosperidade, sobre felicidade plena aqui, mas nunca mandam, exigem que as pessoas abandonem os pecados, que se santifiquem. Assim, os pregadores do Evangelho pleno são rejeitados e simplesmente falam que são radicais demais. Eles falam em um amor que não é do nosso Deus, pois para eles o amor tem que aceitar todos os seus erros, ofensas e desobediências. Devemos atentar para Jesus, caso contrário, iremos padecer e sofrer por toda a eternidade.

         “Procura vir ter comigo depressa, porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica, Crescente para Galácia, Tito para Dalmácia. Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério. Também enviei Tíquico a Éfeso. Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, e os livros, principalmente os pergaminhos. Alexandre, o latoeiro, causou me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras. Tu, guarda-te também dele, porque resistiu muito às nossas palavras.” (2 Timóteo 4:9-15). Ser cristão verdadeiro é estar preparado para as lutas, batalhas, tempestades e aflições, assim como o nosso Mestre passou, mas não nos preocupamos, pois a nossa vitória está no Céu e não aqui. Sabemos que, por vivermos no mundo que é inimigo da cruz, inimigo de Deus, é esperado sermos traídos e abandonados, desprezados por todos, inclusive por nossos entes queridos, mas não renunciamos ao nosso Deus. Assim não é desculpa não falar a verdade, não viver o Evangelho de Jesus Cristo por medo de sofrer, pois assim se confirma que não são seguidores de Cristo, e sim pessoas do mundo. Assim como o apóstolo Paulo, fiel seguidor de Cristo, sofreu, mas não abriu mão, não negou Cristo, assim também devemos ser se formos convertidos e almejarmos o Reino de Deus. “Ninguém me assistiu na minha primeira defesa, antes todos me desampararam. Que isto lhes não seja imputado. Mas o Senhor assistiu-me e fortaleceu-me, para que por mim fosse cumprida a pregação, e todos os gentios a ouvissem; e fiquei livre da boca do leão. E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu Reino Celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém.” (2 Timóteo 4:16-18).

 Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

 Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

 

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page