• Pr. Henrique Lino da Silva

GUERREANDO

"De onde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?" (Tiago 4:1)

As pessoas vivem em guerras constantes, contra tudo e contra todos, e principalmente contra elas mesmas. As lutas para tentar se entender, autocompreender, lutas para conseguir vencer no trabalho, nos estudos, nos casamentos. Batalhas para conseguir ser próspero, ter independência financeira, conseguir um emprego, para se aposentar bem, para comprar um imóvel e sair do aluguel, ou lutas para conseguir pagar o aluguel, para ter um relacionamento, lutas com os filhos, com os pais, para conseguir se firmar em uma igreja, para conseguir ler a Bíblia, conseguir orar, são lutas e mais lutas diárias, constantes e intermitentes. Mas, se pararmos para analisar, nós mesmos somos os únicos culpados de vivermos nessas constantes lutas e guerras, por causa das nossas insatisfações crônicas. O problema do ser humano é que sempre ele quer mais, e não se contenta nunca, não percebe, não entende, ou não quer entender que a nossa vida aqui, neste mundo, é passageira, é rápida, e, portanto, não deveríamos nos estressar tanto, nos cansar tanto, pois assim ainda poderíamos ficar mais um pouco, mesmo porque todos nós fatalmente iremos partir, e sem levar absolutamente nada daqui. Deveríamos viver mais em paz com nós mesmos e com os nossos, mais em paz com o mundo e nos contentar em viver, e não em tentar adquirir bens, riquezas que não levaremos e da qual outros desfrutarão. O pior de tudo é que essas lutas nos afastam, nos distanciam do Senhor; as batalhas fazem com que erremos o Caminho e percamos o principal, que é a nossa salvação. A responsabilidade da propagação do mal é nossa, porque nos tornamos pessoas mesquinhas, ambiciosas e egoístas, pois olhamos exclusivamente para nós e nos esquecemos do nosso próximo, esquecemos que o segundo maior mandamento é amar o próximo como a nós mesmos, e só podemos praticar esse mandamento se praticarmos o primeiro, que é amar a Deus acima de todas as coisas. Quem ama obedece. Jesus nos ensina que precisamos de muito pouco para vivermos aqui, na verdade, peregrinamos, porque não fazemos parte deste mundo, o nosso destino é outro. As batalhas, as guerras são criadas por nós, portanto, se as abandonarmos e passarmos a dedicar a nossa vida a viver segundo os preceitos do Senhor, segundo os seus mandamentos, com certeza teremos paz, e possivelmente teremos muito mais do que lutando, pois aqui nada conseguimos, temos que aprender a descansar no Senhor.

"Cobiçais, e nada tendes; matais, e sois invejosos, e nada podeis alcançar; combateis e guerreais, e nada tendes, porque não pedis. Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites." (Tiago 4:2-3). Vejo pessoas lotarem templos denominacionais participando de campanhas, de desafios, clamando, buscando bênçãos de prosperidade, de curas, de restauração e nada conseguem, ficam anos e anos nessa mesma pedição, sem, contudo, alcançar os seus objetivos. Isso porque, apesar de estarem pedindo, apesar de frequentarem templos, apesar de citarem o Nome do Senhor, que é Santo para sempre Amém, elas continuam nas guerras, nas batalhas, porque não baixam as armas, não abandonam os pecados, a religiosidade, não abandonam as desobediências, não abandonam a fome, o desespero de querer alcançar suas vitórias a todo custo. Não aprenderam a confiar no Senhor, a entregar realmente as suas batalhas, as suas causas nas mãos do Senhor, e não aprenderam a buscar com afinco a presença do Senhor em suas vidas. Só querem pedir, e pedir muitas vezes o que não é necessário, pedir para desperdiçar ou fazer mau uso, por isso não recebem. Temos de não aprender a confiar plenamente e viver em paz com Ele, desfrutar da paz que Jesus nos deu, nos deixou, pois Ele disse: "Eu vos dou a minha paz". "Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." (Tiago 4:4). Temos que saber que Deus não vai nos dar, nos ajudar, nos atender em nada que possamos usar de alguma maneira contra um próximo, mesmo porque todos nós somos imagem e semelhança de Deus. As pessoas podem até conseguir, mas quem dá não é o Senhor, e claro que o diabo só age com a permissão Dele, e Ele permite exatamente para que essa ou essas pessoas venham padecer por toda a eternidade, por ignorar os seus preceitos. As pessoas estão muito preocupadas em viver de acordo com as leis e preceitos mundanos, e por tal motivo se transformam em religiosas, pois vão a templos pedindo, buscando coisas que o Senhor não prometeu e elas nem têm compromisso, uma vez que estão interessadas em receber o que chamam de bênçãos, mas para continuar no mundo. Vivem em adultérios, mentiras, fornicação, desonestidades, e ainda querem se justificar diante do Senhor. Não perceberam que estão longe da Verdade e o que fazem é somente participar de rituais que para nada servem. Todos os que amam o mundo e o que ele oferece são adversários de Deus, são inimigos de Deus, porque não existe harmonia entre este mundo e Deus, porque este mundo jaz, está morto no maligno. Está na hora de abandonarmos a guerra, se nos convertermos ao Senhor, entregarmos nossas vidas a Ele e permitir que Ele nos conduza. "Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes? Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações. Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e Ele vos exaltará." (Tiago 4:5-10).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

r problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram