• Pr. Henrique Lino da Silva

VENDO JESUS VINDO


“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” (João 1:29)

 João Batista foi o preparador do caminho Senhor, aquele que veio antes para avisar que o Senhor, o Messias, estava vindo, aquele que foi escolhido e enviado por Deus para batizar o seu Filho ali nas águas do Jordão. João Batista pregava o arrependimento e chamava todos para deixarem os seus pecados e se renderem ao Senhor. Ele não tinha medo de confrontar e condenar o pecado. Jesus disse que profeta maior do que João Batista não existiria, e esse homem foi morto por condenar o pecado do adultério, pois confrontou o rei Herodes e Herodias, que tinha sido casada com o rei Filipe, irmão de Herodes, e tinha divorciado de Filipe e se casado com Herodes. João Batista quando o via dizia: “não te é lícito possuir a mulher do teu irmão”. Isso irritava Herodias, o que fez com que, no dia do aniversário de Herodes, a sua filha Salomé pedisse a cabeça desse profeta em uma bandeja. João Batista sabia quem era Jesus porque Deus lhe tinha revelado e mostrado quem era. Quando batizou Jesus no Jordão, viu o Espírito Santo vir sobre Ele em forma corpórea de uma pomba, e o Pai do Céu falar: “este é meu Filho amado em quem me comprazo”. Assim foi que vimos o Pai, o Filho e o Espírito Santo, o Pai falando do Céu, o Filho sendo batizado, e o Espírito Santo vindo sobre Ele. João Batista sabia que Jesus tinha vindo para nos resgatar, para morrer em nosso lugar e para levar toda nossa culpa, os nossos pecados. “Este é aquele do qual eu disse: Após mim vem um homem que é antes de mim, porque foi primeiro do que eu. E eu não o conhecia; mas, para que Ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com água.” (João 1:30-31). João Batista testemunhava sobre Jesus e falava que o conhecia somente porque lhe tinha sido revelado, mas, mesmo nunca o tendo visto, sabia quem Ele era e sabia que tinha vindo antes para preparar o caminho e batizar Jesus Cristo, o Filho de Deus. João ainda explica que Jesus é antes dele, isto porque Jesus é autoexistente, sempre existiu e veio à terra, no nosso meio, como homem, e, para que pudéssemos ser libertos, Ele teve que se revestir de carne para nos salvar, nos libertar do jugo do pecado. João Batista foi um homem, um profeta escolhido por Deus para anunciar a vinda de Jesus. Devemos observar que esse primeiro pregador do Novo Testamento iniciou a sua pregação, seu ministério dizendo: “arrependa-se porque há chegado o Reino dos céus”.

 “E João testificou, dizendo: Eu vi o Espírito descer do céu como pomba, e repousar sobre Ele. E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre Ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo.” (João 1:32-33). Deus tinha enviado João Batista para batizar e tinha lhe dito que sobre quem ele visse o Espírito Santo pousar, saberia que aquele era o Messias, o Filho amado de Deus. Mas antes mesmo de João Batista batizar Jesus e ver esse grande sinal, ele já sabia quem era Jesus, pois ele já tinha dito ao vê-lo: “eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”. Deus tinha dito que João Batista deveria batizar todos os que viessem a ele, todos os que quisessem com água, mas Jesus seria batizado com o Espírito Santo. E hoje temos Jesus nos batizando com o seu Espírito, claro que Ele só faz isso a quem realmente o busca, quem realmente se aproxima Dele, todos os que se arrependem, pois o ministério terreno de Jesus se iniciou também com a sua pregação dizendo: “arrependa-se, pois há chegado o Reino dos céus.” “E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus. No dia seguinte João estava outra vez ali, e dois dos seus discípulos; E, vendo passar a Jesus, disse: Eis aqui o Cordeiro de Deus. E os dois discípulos ouviram-no dizer isto, e seguiram a Jesus.” (João 1:34-37). João, o autor deste livro, deste Evangelho, não é João Batista, ele é um dos filhos de Zebedeu e foi considerado o discípulo amado. Esse discípulo sempre pregou sobre o amor e morreu quando estava preso na ilha de Patmos. Também foi o escritor do livro de Apocalipse (revelação). Mas, voltando a João Batista, no dia seguinte estava junto a dois dos seus discípulos, e, quando viu Jesus passar, ele disse: “olha o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”. João se refere a Jesus como um cordeiro, porque, quando Jesus foi preso e crucificado, foi como um cordeiro, uma vez que não abriu a boca uma vez sequer para reclamar, ou tentar se defender, aceitando todo o castigo, porque sabia que era plano do Pai. Jesus foi o Cordeiro de Deus. Esses discípulos que ouviram João Batista dizer isso resolveram seguir Jesus, e a partir daquele momento não eram mais discípulos de João Batista e sim discípulos de Jesus Cristo, seguidores de Jesus. “E Jesus, voltando-se e vendo que eles o seguiam, disse-lhes: Que buscais? E eles disseram: Rabi (que, traduzido, quer dizer Mestre), onde moras? Ele lhes disse: Vinde, e vede. Foram, e viram onde morava, e ficaram com ele aquele dia; e era já quase a hora décima. Era André, irmão de Simão Pedro, um dos dois que ouviram aquilo de João, e o haviam seguido.” (João 1:38-40). Esses dois foram os primeiros discípulos de Jesus, os primeiros seguidores Dele, mas não são os filhos de Zebedeu, que são Tiago e João, o autor deste livro, deste Evangelho de Jesus Cristo. Quando falamos autor, estamos dizendo somente que foi usado para escrever, pois o Verdadeiro Autor é Jesus, uma vez que toda a Bíblia foi escrita por homens, mas guiados pelo Espírito Santo de Deus. Assim se iniciou o ministério terreno de Jesus Cristo, o Messias, o Filho de Deus. “Este achou primeiro a seu irmão Simão, e disse-lhe: Achamos o Messias (que, traduzido, é o Cristo). E levou-o a Jesus. E, olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro). No dia seguinte quis Jesus ir à Galiléia, e achou a Filipe, e disse-lhe: Segue-me. E Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro.

Filipe achou Natanael, e disse-lhe: Havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na lei, e os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José.” (João 1:41-45).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

4 visualizações

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram