top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Praticar a antiga lei




“Porque tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam. Doutra maneira, teriam deixado de se oferecer, porque, purificados uma vez os ministrantes, nunca mais teriam consciência de pecado. Nesses sacrifícios, porém, cada ano se faz comemoração dos pecados, porque é impossível que o sangue dos touros e dos bodes tire os pecados. Por isso, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste, mas corpo me preparaste; Holocaustos e oblações pelo pecado não te agradaram. Então disse: Eis aqui venho (No princípio do livro está escrito de mim), para fazer, ó Deus, a tua vontade. Como acima diz: Sacrifício e oferta, e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem te agradaram (os quais se oferecem segundo a lei). Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo. Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez. E assim todo o sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar os pecados; Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus, Daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés.” (Hebreus 10:1-13)

       São muitas as pessoas que teimam em tentar viver, praticar a antiga lei, porque querem desfrutar das benesses do Antigo Testamento. Elas não se atentaram em verificar que, se o Antigo Testamento tivesse a solução, não teríamos o Novo Testamento, e se a lei tivesse a solução, não teríamos a Graça, não haveria necessidade de Jesus ter vindo, sofrido e morrido em nosso lugar. Antigamente, os sacerdotes tinham que ficar oferecendo sacrifícios e holocaustos continuamente, para solucionar a questão do pecado, mas não conseguiam, uma vez que os tais sacrifícios só serviam para encobrir o pecado. Os pregadores usam de forma maldosa o Antigo Testamento para extorquir e arrancar dinheiro das pessoas, obrigando-as a fazer votos e levar ofertas a eles. Mas, como está no texto citado, Ele diz de maneira bem clara que “sacrifícios não quiseste”, nem holocaustos, mas preparou um Corpo que foi Jesus Cristo. Veja que nem mesmo usou uma pessoa, um corpo qualquer, Ele mesmo preparou um Corpo para que pudesse ser o Sacrifício perfeito, que foi Jesus Cristo Homem. Tira o primeiro para estabelecer o segundo, aqui se refere exatamente  à retirada da lei, uma vez que se cumpriu inteiramente em Jesus, e agora entrou a segunda, que é a Graça,  que é Jesus, portanto vivemos Nele, uma vez que só Ele tem vida, só encontramos vida Nele, se buscamos a vida, estamos Nele, mas, se  estivermos mortos, estaremos em Moisés e em todos os profetas, tais como Jeremias, Ezequiel, Isaías e outros, pois eles não puderam salvar eles mesmos, assim sabemos pela própria Palavra que são incapazes de salvar alguém. Nossa salvação está em Cristo, e assim vivemos Nele e por Ele até o grande dia.

         “Porque com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados. E também o Espírito Santo no-lo testifica, porque depois de haver dito: Esta é a aliança que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, e as escreverei em seus entendimentos; acrescenta: E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniquidades. Ora, onde há remissão destes, não há mais oblação pelo pecado.” (Hebreus 10:14-18). Jesus trouxe o perdão a todos os que aceitaram, quiseram e se arrependeram, pois sem arrependimento não há perdão, não há salvação. O Senhor nos prometeu que, quando nos arrependermos, formos a Ele e confessarmos os nossos pecados, Ele os lança no mar do esquecimento e não mais se lembra deles, o que era impossível na Antiga lei, uma vez que as pessoas tinham que ficar lembrando e oferecendo continuamente sacrifícios pelos pecados, e eles continuavam. Portanto, as pessoas que teimam em insistir, em tentar viver na Antiga lei, acho que é uma ignorância brutal, pois estão ignorando o Sacrifício único, estão rejeitando Jesus, e por mais que tentem unir a antiga lei a Jesus, nunca veremos a compatibilidade, pois uma era baseada em sacrifícios, e Jesus na Graça. Na fé, quem crer e for batizado será salvo, mas quem estiver no passado já está condenado. “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo Sangue de Jesus, Pelo novo e Vivo Caminho que Ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, E tendo um grande Sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa, retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.” (Hebreus 10:19-23).

 Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

 Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

 

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Imitadores

Comentarios


bottom of page