top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

O maior no Reino



“E houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior. E Ele lhes disse: Os reis dos gentios dominam sobre eles, e os que têm autoridade sobre eles são chamados benfeitores. Mas não sereis vós assim; antes o maior entre vós seja como o menor; e quem governa como quem serve. Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve. E vós sois os que tendes permanecido comigo nas minhas tentações. E eu vos destino o Reino, como meu Pai mo destinou, Para que comais e bebais à minha mesa no meu Reino, e vos assenteis sobre tronos, julgando as doze tribos de Israel. Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos. E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte. Mas Ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces. E disse-lhes: Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada. Disse-lhes pois: Mas agora, aquele que tiver bolsa, tome-a, como também o alforje; e, o que não tem espada, venda a sua capa e compre-a; Porquanto vos digo que importa que em mim se cumpra aquilo que está escrito: E com os malfeitores foi contado. Porque o que está escrito de mim terá cumprimento. E eles disseram: Senhor, eis aqui duas espadas. E ele lhes disse: Basta.” (Lucas 22:24-38)

 

         Após a ceia com Jesus, os seus discípulos ficaram travando uma discussão para saber quem seria o maior no Reino de Deus. Veja que eles não estavam preocupados somente em se salvar, em alcançar o Reino, eles queriam lugar de destaque, queriam sobressair no Reino de Deus. Então Jesus explica, ensina a maneira contrária do mundo e do raciocínio lógico, porque no Reino, para sermos dignos de alcançá-lo, em primeiro lugar devemos ser servos, e a função de servos é servir, portanto, o verdadeiro servo do Senhor não está preocupado em ocupar lugar de destaque, mas em fazer a vontade do Senhor. Jesus então chama a atenção para si mesmo e se mostra como exemplo. Ele era o maior dentre eles, mas estava servindo-os, portanto, se queremos ser salvos, é necessário aprendermos a ser servos aqui e agora, porque muitos pensam que são superiores espiritualmente somente por haver anos em que se acham convertidos, ou por terem se batizado nas águas, quem sabe no Espírito Santo, ou por falarem em línguas, pregarem ser pastor ou outra coisa qualquer. Mas o que devemos saber é que talvez aquela pessoa que veio hoje para o Evangelho, aquela pobre mulher ou homem que nada tem, que faz a faxina no templo, é mais forte espiritualmente do que nós. Temos que acabar com a nossa arrogância se quisermos alcançar o Reino e viver nele. Temos que seguir Jesus, temos que aprender com Ele, temos que ser servos, ser obedientes, caso contrário, nossa corrida será em vão. Logo depois Jesus informa a Pedro que o diabo tinha pedido autorização a Deus para feri-lo, machucá-lo, bombardeá-lo, mas Jesus tinha intercedido por ele, e assim fará por todos nós quando estivermos vivendo em conformidade com a sua Palavra. O diabo, para agir na vida de qualquer pessoa, precisa da autorização de Deus, que só é obtida se existir um motivo, e esse motivo é a nossa desobediência à Palavra de Deus. Pedro, depois, disse que estava pronto para qualquer coisa para seguir Jesus, mas Jesus disse que não, e de fato ele não estava, e aconteceu como Jesus falou, pois ele o negou três vezes, quando da prisão de Jesus, em que todos fugiram e o deixaram só. Não podemos agir como Pedro, que achava que era convertido – e ainda não o era. Jesus lhe disse isso e ainda determinou que, quando ele se convertesse, lembrasse dos outros. Não podemos ser como Pedro: falar ou fazer as coisas de maneira emocional, mas nos sacrificar, mortificar a nossa carne, para seguir o nosso Mestre sem olhar para trás, sem temer nada. “E, saindo, foi, como costumava, para o Monte das Oliveiras; e também os seus discípulos o seguiram. E quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação.” (Lucas 22:39-40).

 

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

 


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page