top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Jesus Cristo, o Filho de Deus



“E olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o Monte Sião, e com Ele cento e quarenta e quatro mil, que traziam na fronte escrito o Nome Dele e o Nome de seu Pai. E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão e a voz que ouvi era como de harpistas, que tocavam as suas harpas. E cantavam um cântico novo diante do trono, e diante dos quatro seres viventes e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil, aqueles que foram comprados da terra. Estes são os que não se contaminaram com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis. E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um Evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu Juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.” (Apocalipse 14:1-7)

Israel é um país que hoje conta com uma população de aproximadamente 8,6 milhões de habitantes, mas, por causa da incredulidade, por não crerem em Jesus Cristo como o Filho de Deus, como o Messias, e ainda estarem hoje presos em Moisés, a maioria não será salva, somente cento e quarenta e quatro mil, que são ou serão os judeus cristãos, ou seja, convertidos ao cristianismo, uma vez que a maioria, formada de judeus ortodoxos, ainda está presa à lei de Moisés. Jesus veio para Israel, mas, como João fala no início do Evangelho que leva o seu nome, eles não o aceitaram, eles o recusaram e o prenderam, crucificaram, e Ele morreu na cruz do Calvário para que a Palavra se cumprisse e assim pudesse nos resgatar do pecado e da maldição da lei. Mas, para sermos resgatados, temos que crer Nele, temos que ter a certeza de que Ele existe, está vivo e é galardoador daqueles que o buscam. E todos os que o buscam não serão decepcionados, mas salvos Nele. O Senhor não obriga ninguém a segui-lo, mas somente serão salvos os que aqui o seguirem, pois todo o resto Ele os enviará para um lugar de sofrimento e dor eterna.

Um segundo anjo o seguiu, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição. Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome. Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.” (Apocalipse 14:8-12). A Babilônia representa o império da perdição, representa este mundo caído, em que as pessoas estão preocupadas em satisfazer as suas vontades e desejos pecaminosos. Assim como no passado Deus destruiu a Babilônia e ela nunca mais se ergueu e jamais se erguerá, assim também todos os que vivem às margens da Palavra de Deus, que vivem para satisfazer as vontades da carne, irão padecer para todo o sempre. A Babilônia, que são os que vivem no adultério, na prostituição, no homossexualismo, na mentira, no vício, na desonestidade, e todas as coisas semelhantes a essas, essas pessoas irão padecer, não serão salvas. Jesus veio e morreu por todos nós, entretanto, para alcançarmos a salvação Nele, temos que aqui nos unir a Ele, não digo tentar unir através de rituais, ou de qualquer religião, pois só existe uma única religião verdadeira, que é Jesus Cristo, o Filho de Deus. Somente Ele salva, e a única maneira de nos unirmos a Ele é pela obediência aos seus preceitos. Ninguém, nada, pode nos conduzir à salvação, pois o único Caminho é Ele, assim sabemos que santos, santas, religiões, sacrifícios, ofertas, não podem nos salvar, somente Jesus Cristo, e para nós chegarmos a Ele, temos que nos render a Ele, que é muito mais do que orar, rezar ou fazer preces, e muito menos com cantorias e danças, e sim vivendo em obediência a Ele. Para sabermos que devemos obedecer-lhe, basta lermos, meditarmos em sua Palavra, pois nos Evangelhos está tudo esclarecido, basta obedecer. Vamos analisar a nossa vida, vamos ver se realmente estamos adorando Deus, ou se vivemos em rebeldias, adorando pessoas ou coisas, pois, se assim for, somos parte da Babilônia, e, como vimos, ela irá cair e ruir, para nunca mais se erguer. “Então ouvi uma voz do céu, que dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os acompanham. E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante a filho de homem, que tinha sobre a cabeça uma coroa de ouro, e na mão uma foice afiada. E outro anjo saiu do santuário, clamando com grande voz ao que estava assentado sobre a nuvem: Lança a tua foice e ceifa, porque é chegada a hora de ceifar, porque já a seara da terra está madura. Então aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu a sua foice à terra, e a terra foi ceifada.” (Apocalipse 14:13-16).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page