• Pr. Henrique Lino da Silva

Infligindo a lei




“Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras. E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com Ele, e, assentando-se, os ensinava.” (João 8:1-2)

Jesus, geralmente durante o dia, ficava no templo ensinando o seu Evangelho, curando enfermos e libertando-os de espíritos imundos, mas à noite Ele ia para o horto, no Monte das Oliveiras, onde passava as noites com os seus discípulos. Ao contrário do que muitos pregadores teimam em afirmar, Jesus não teve nenhuma propriedade, casa ou qualquer coisa, a única casa que Ele podia chamar de sua era a casa de Maria, mas pouco Ele ia lá depois dos seus trinta anos. Se observarmos, veremos que sempre estava se alimentando na casa de algumas pessoas, dos discípulos, ou mesmo na casa de algum fariseu, e também Ele mesmo se convidava para ir à casa de alguém, como foi na casa de Zaqueu. Quando ia a Betânia, sempre ficava na casa dos irmãos Marta, Maria e Lázaro, e depois se dedicava a cumprir a missão que o Pai lhe tinha dado. Ele nunca se envolveu com negócios deste mundo, não comprou ou vendeu nada, o seu Ministério era sustentado por ofertas de pessoas, principalmente de algumas mulheres, e, inclusive, quem era o tesoureiro era Judas Iscariotes, o traidor. Durante todo o tempo do seu Ministério terreno, que foi de aproximadamente três anos, Ele foi sustentado pelo Pai, ou seja, o Maná não lhe faltou e não teve que recorrer a nenhum outro meio ou expediente para conseguir as coisas. Ele dependia exclusivamente do Pai, e pouco sobrava, prova tal que multiplicava pães e peixes e alimentava multidões. Temos que aprender com Jesus como Ele viveu e nos falou, como nos ensinou, pois Ele nos mandou buscar em primeiro lugar o Reino de Deus, que as demais coisas seriam acrescentadas. E Jesus mesmo assim viveu, e se nós falamos que somos os seus seguidores, devemos fazer as mesmas coisas e não nos preocuparmos tanto com as coisas materiais. Temos que nos dedicar mais à nossa vida espiritual, temos que aprender a usar a nossa fé, sabendo que aquilo de que precisamos, ou de que necessitamos não é o que queremos, não é o que desejamos, ou a nossa carne. O que realmente é necessário jamais irá nos faltar, porque o Senhor cuida de tudo isto. Devemos ter uma fé madura, devemos ser cristãos verdadeiros e não hipócritas, os que falam uma coisa, mas fazem outra. Não podemos falar que somos seguidores de Jesus e vivermos de maneira desesperada buscando as coisas do mundo.

“E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.” (João 8:3-6). Os escribas eram profundos conhecedores das Escrituras, uma vez que o seu trabalho se resumia em transcrever, copiar, pois não existiam gráficas naquela época. Assim, eles sabiam de cor todas as Escrituras, e por isto, juntamente com os fariseus, que era uma classe mais violenta dos religiosos, vieram até Jesus tentando ver se conseguiam fazer com Ele falasse, ou julgasse de maneira contrária a lei de Moisés. Eles pegaram uma mulher adulterando, traindo o seu marido, ou seja, estava com um outro homem e tinha sido pega no ato em flagrante, portanto sabemos que o homem também estava naquele momento, e, segundo a lei de Moisés, os dois, tanto o homem quanto a mulher deveriam ser mortos apedrejados, mas eles vieram trazendo somente a mulher. Desta maneira já estavam agindo de maneira errada, e agora queriam ver se pegavam Jesus em alguma cilada, em algum jogo de palavras. Mas Jesus estava ali escrevendo com o seu dedo na terra, fazendo algum desenho, e não deu muita importância para o que eles estavam fazendo. Mas eles insistiram, queriam uma resposta, achando que sairiam vitoriosos, que fariam Jesus errar, julgar ou orientar de maneira indevida ou contrária à lei de Moisés, ao qual eles tanto faziam questão de dizer que seguiam. “E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela. E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.” (João 8:7-8). Mas eles insistiam, porque, como Jesus tinha demorado a responder, por não ter respondido de imediato, eles entenderam que talvez Ele não soubesse o que responder ou que daria uma resposta errada que serviria para condená-lo. Então Jesus levanta a cabeça e diz que, se algum deles não for pecador, que inicie o apedrejamento. Mas eles não poderiam fazer isso, porque tinham acabado de cometer um grande pecado, pois não trouxeram o homem, somente a mulher, além de outros tantos pecados que tinham cometido. Assim, Jesus só dá essa resposta e volta a abaixar a cabeça, e continua escrevendo no chão. “Quando ouviram isto, redarguidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio. E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.” (João 8:9-11).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

9 visualizações

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram