top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Fortifica



“Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus; e o que de mim ouviste de muitas testemunhas, transmite-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros. Sofre comigo como bom soldado de Cristo Jesus. Nenhum soldado em serviço se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. E também se um atleta lutar nos jogos públicos, não será coroado se não lutar legitimamente. O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo. Lembra-te de Jesus Cristo, ressurgido dentre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho, pelo qual sofro a ponto de ser preso como malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa. Por isso, tudo suporto por amor dos eleitos, para que também eles alcancem a salvação que há em Cristo Jesus com glória eterna! (2 Timóteo 2:1-10)

Todos nós temos que fortalecer na graça que há em Cristo Jesus, e não na lei de Moisés, pois nela não há fortalecimento e nem vida. Temos que compreender que fomos salvos por Jesus, assim temos que nos render, nos submeter a Ele, procurarmos viver rigorosamente a sua palavra a todo o tempo, pois somos observados por todos, e até a isto devemos agradecer, pois é uma rica oportunidade de pregarmos o evangelho com o nosso testemunho, nossa maneira de viver. A todo o tempo, devemos observar pessoas que buscam ser fiéis a Cristo, ao seu Evangelho, para nos prepararmos e também sermos evangelistas do Senhor, porque todos nós temos o dever, a obrigação, a missão de pregar a verdade de Cristo, temos que ser luzes neste mundo em trevas, devemos sempre levar esclarecimentos para os que vivem na ignorância. Devemos ser luzes, levar esclarecimento, mas não obrigar ninguém, pois não insistimos, simplesmente mostramos a verdade que é Cristo. Sabemos que quem convence e converte é o Senhor; a função de convencer as pessoas não é nossa. Muitos acham que devem fazer as pessoas mudarem de religião, irem para as suas congregações, suas denominações, mas o que temos que fazer é falar de Cristo, e assim elas serão convertidas pelo Senhor e saberão aonde ir e como ir. Se estamos em missão, se somos soldados de Cristo, não estamos preocupados com as coisas deste mundo, não estamos buscando realizações aqui, pois sabemos que estamos de passagem, sabemos que aqui é somente o lugar da nossa peregrinação em direção ao Senhor. Sabemos que somos estrangeiros aqui, e por isto não ficamos em busca de coisas boas aqui, pois sabemos que não devemos esperar nada deste mundo que jaz no maligno.

“Fiel é esta palavra: se, pois, já morremos com Ele, também com Ele viveremos; se perseveramos, com Ele também reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará; se somos infiéis, ele permanece fiel; porque não pode negar-se a si mesmo. Lembra-lhes estas coisas, conjurando-os diante de Deus que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam, senão para subverter os ouvintes. Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. Mas evita as conversas vãs e profanas; porque os que delas usam passarão a impiedade ainda maior, e as suas palavras alastrarão como gangrena; entre os quais estão himeneu e fileto, que se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição é já passada, e assim pervertem a fé a alguns. Todavia o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: o Senhor conhece os seus, e: aparte-se da injustiça todo aquele que profere o nome do Senhor.” (2 Timóteo 2:11-19). Somos e fomos batizados na morte de Jesus e não na vida, como muitos pensam, pois, quando nos submetemos ao batismo, é para sepultar o velho homem, a velha mulher e renascer em Cristo uma nova criatura. Portanto, a nossa vida está em Cristo, sendo assim, só podemos fazer o que ele manda, permite, autoriza, e jamais fazer ao contrário, porque não podemos ir contra a nossa natureza, que neste caso é Cristo. Se morremos com Cristo, estamos mortos para o mundo, a nossa vida é Cristo, portanto não nos deixamos influenciar pelas coisas, pelos prazeres do mundo, estamos sempre olhando para o nosso Mestre, o autor e consumador da nossa fé. Temos que compreender que Cristo sempre é fiel, portanto, quando nós somos infiéis a Ele, mesmo assim Ele continua fiel, pois a fidelidade dele não é a nós, mas a sua palavra, portanto, sabemos da sua imutabilidade. E por ser fiel quando somos infiéis, a sua fidelidade faz com que sejamos enviados para o lugar de tormento, sofrimento e dor eterna, pois é exatamente o que já foi determinado por Ele, e se Ele assim não proceder, não estará sendo fiel. Por isso todos nós devemos procurar nos apresentar diante dele como homens e mulheres comprometidos com a sua palavra. “Ora, numa grande casa, não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de madeira e de barro; e uns, na verdade, para uso honroso, outros, porém, para uso desonroso. Se, pois, alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e útil ao Senhor, preparado para toda boa obra. Foge também das paixões da mocidade, e segue a justiça, a fé, o amor, a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor. E rejeita as questões tolas e desassisadas, sabendo que geram contendas; e ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser brando para com todos, apto para ensinar, paciente; corrigindo com mansidão os que resistem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade, e que se desprendam dos laços do diabo (por quem haviam sido presos), para cumprirem a vontade de Deus.” (2 Timóteo 2:20-26).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page