top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

filhinhos




“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a Verdade. Mas qualquer que guarda a sua Palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos Nele. Aquele que diz que está Nele, também deve andar como Ele andou. Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a Palavra que desde o princípio ouvistes. Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro Nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira Luz ilumina. Aquele que diz que está na Luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. Aquele que ama a seu irmão está na Luz, e nele não há escândalo. Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos. Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu Nome vos são perdoados os pecados. Pais, escrevo-vos, porque conhecestes aquele que é desde o princípio. Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevo, filhos, porque conhecestes o Pai.” (1 João 2:1-13)

          O apóstolo João tinha o hábito de se dirigir aos irmãos em Cristo de maneira carinhosa, chamando-os de filhinhos, isto exatamente por já estar com uma certa idade e ter um carinho pela sua igreja como o de um pai tem pelos seus filhos. Mas devemos atentar ao fato de que João, conhecido como o discípulo amado, ou o discípulo do amor, apesar de sempre estar falando, ensinando às pessoas praticarem o amor, Ele mostrava como é o amor, que não é esse sentimento terreno e corrompido que as pessoas pensam. Observamos que ele sempre está mostrando que, se nós amamos, então é porque vivemos segundo a Palavra de Deus, é porque vivemos na prática do Evangelho de Jesus Cristo, pois quem fala que ama, mas vive em desobediência, é um mentiroso, e sabemos que os mentirosos não herdarão o Reino de Deus. Todas as vezes que afirmamos que somos filhos de Deus, que o amamos, se não estivermos amando o próximo, se não estivermos nos preocupando com o próximo, principalmente com a sua salvação, mentiremos, e assim aumentaremos ainda mais os nossos pecados, e sabemos que pecado é trevas, escuridão, e quem vive dessa maneira não tem como alcançar a salvação. Nós podemos falar que o conhecemos se guardarmos os seus mandamentos, se guardarmos a sua Palavra, caso contrário, somos hipócritas piores do que os fariseus do passado, aqueles que prenderam Jesus.  Fomos ensinados pela Palavra, no Evangelho, que é o próprio Senhor Jesus Cristo, que a única maneira de amor que Ele reconhece nossa para com Ele é a nossa obediência, fora isto, é bajulação, mentira, engano, hipocrisia, e esses que assim procedem irão prestar contas, porque o Senhor conhece todos os nossos atos e pensamentos. Jesus nos ensinou a amar, e isto é muito mais do que amar e proteger filhos, parentes, é amar a todos, e jamais considerarmos alguém como nosso inimigo, independentemente do que ele possa nos ter feito. Não podemos escolher a quem devemos amar, ou qual erro devemos perdoar, mas simplesmente obedecer ao Senhor, e Ele nos manda amar o próximo como a nós mesmos, e todos os seres humanos são nossos próximos. O que não é nosso próximo é um cachorro, gato, ou qualquer animal de estimação. Amar não é uma opção, é um mandamento, o Senhor determina que devemos amar o próximo, portanto, se amamos o Senhor, então nos obrigamos a amar o próximo, cumprimos as ordens do Senhor. Logo, antes de abrirmos as nossas bocas para falar que amamos Deus, devemos nos examinar para ver se realmente estamos em obediência, caso contrário, somos mentirosos, pecadores e hipócritas. “Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a Palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno. Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” (1 João 2 :14-17).

 

Leiam e pratiquem a Bíblia, Mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page