top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Encontramos em sua Palavra



“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E a Luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Este veio para testemunho, para que testificasse da Luz, para que todos cressem por ele. Não era ele a Luz, mas para que testificasse da Luz. Ali estava a Luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo. Estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu Nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua Glória, como a Glória do unigênito do Pai, cheio de Graça e de Verdade. João testificou Dele, e clamou, dizendo: Este era aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.” (João 1:1-15)

        As pessoas, em suas várias religiões e seitas, tentam encontrar Jesus onde Ele não está, pois o buscam nos prazeres e felicidades no mundo, buscam na natureza, em toda parte, sendo que se buscarem onde Ele realmente está, onde sempre esteve, o encontrarão, pois nós o encontramos em sua Palavra, Ele é a Palavra, é o Verbo. Quando quisermos ouvir o Senhor, basta abrir as nossas Bíblias e meditar em sua Palavra, pois a Palavra é Viva e nos ensinará, aconselhará, exortará; o segredo está em querermos ouvir e obedecer.  Jesus veio ao mundo, a Palavra estava no mundo, mas esse mundo que foi criado por Ele mesmo o rejeitou, o expulsou e o crucificou, e as pessoas exigiram o príncipe das trevas, o representante da morte, por isso o mal impera, a morte domina sobre a maioria. Antes de a Palavra vir ao mundo, Deus Pai enviou um homem com a função de avisar e preparar o mundo para a vinda do seu Filho amado, para a entrada da Palavra no mundo. Mas até esse homem que Deus enviou foi assassinado por condenar o pecado, o adultério, o recasamento. Jesus Cristo, o Filho de Deus, a Palavra, a Luz verdadeira, veio ao mundo para resgatar os seus, mas os seus não o aceitaram e continuam não o aceitando, pois ainda insistem em buscar um outro deus para eles. Querem um deus conivente com os seus pecados, com sua natureza, a humana, não querem mortificar as suas carnes, não querem abrir mão dos seus pecados. Por isto ensinam de maneira diferente e totalmente contrária a Palavra de Deus, contrariam a Verdade única, pois amam as trevas e jamais querem ir para a Luz. Citam a Luz, mas se mantêm longe, distantes dela, pois ela fere os olhos dos pecadores contumazes. Porém todas as pessoas que conhecem e reconhecem a Luz receberam o poder de serem conhecidos como filhos de Deus, e sabemos que ser filho de Deus não é por ter nascido filho, mas por ter se transformado em filho de Deus. Desde o nosso nascimento, somos somente feituras, criaturas de Deus, mas, para nos transformarmos em filhos, sermos aceitos por Ele como filhos, devemos nos submeter a Ele, devemos mortificar a nossa carne. E não são somente palavras, cantorias, orações que fazem com que essa transformação aconteça, é nos submetermos à vontade Dele, é nos santificarmos, vivermos de maneira separada do mundo. Vamos buscar Jesus onde realmente Ele está e sempre esteve, vamos buscá-lo na Palavra, no Evangelho. Mas não basta ler, é preciso viver, praticar, obedecer, caso contrário, seremos somente mais alguns fariseus religiosos que querem sacrificar a Luz. “E todos nós recebemos também da sua Plenitude, e Graça por Graça. Porque a lei foi dada por Moisés; a Graça e a Verdade vieram por Jesus Cristo. Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou. E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: Quem és tu? E confessou, e não negou; confessou: Eu não sou o Cristo. E perguntaram-lhe: Então quê? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu profeta? E respondeu: Não. Disseram-lhe pois: Quem és? para que demos resposta àqueles que nos enviaram; que dizes de ti mesmo? Disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías.” (João 1:16-23).

 

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page