top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Chamados para servir




“Tendo Jesus entrado, num sábado, em casa de um dos chefes dos fariseus para comer pão, eles o estavam observando. Achava-se ali diante Dele certo homem hidrópico. E Jesus, tomando a palavra, falou aos doutores da lei e aos fariseus, e perguntou: É lícito curar no sábado, ou não? Eles, porém, ficaram calados. E Jesus, pegando no homem, o curou, e o despediu. Então lhes perguntou: Qual de vós, se lhe cair num poço um filho, ou um boi, não o tirará logo, mesmo em dia de sábado? A isto nada puderam responder. Ao notar como os convidados escolhiam os primeiros lugares, propôs-lhes esta parábola: Quando por alguém fores convidado às bodas, não te reclines no primeiro lugar; não aconteça que esteja convidado outro mais digno do que tu; e vindo o que te convidou a ti e a ele, te diga: Dá o lugar a este; e então, com vergonha, tenhas de tomar o último lugar. Mas, quando fores convidado, vai e reclina-te no último lugar, para que, quando vier o que te convidou, te diga: Amigo, sobe mais para cima. Então terás honra diante de todos os que estiverem contigo à mesa. Porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Lucas 14:1-11)

       Fomos chamados para sermos servos, e a função de servos é servir, portanto, os cristãos têm a obrigação, a função, o dever de servir ao Senhor, isto é, obedecer em tudo a sua Palavra. Obedecer a sua Palavra faz com que sejamos servos de todos, pois de maneira nenhuma podemos nos colocar como superiores de quem quer que seja, e sim inferiores. Para nossa infelicidade, vemos pessoas que se intitulam pastores, ou usam títulos pomposos, tais como apóstolos(as) bispos(as) reverendos(as), para se colocarem em uma posição superior aos demais. Mas eles têm que entender que podem ser tudo, só não são servos do Senhor, e, não sendo servos, são filhos do diabo. Deveríamos saber que temos que ser humildes e simples, pois foi isso que o Senhor determinou, e se quisermos nos exaltar diante de pessoas, se quisermos receber louvor e adoração das pessoas, já não somos seguidores do Senhor, já não somos servos Dele, portanto, somos mentirosos e hipócritas, e o lugar que nos está reservado é de dor e sofrimento por toda a eternidade. Ser cristão é observar os mínimos detalhes da Palavra de Jesus e colocá-la em prática, ser cristão fervoroso é ser praticante, e não por cantar e orar muito, ou dançar, mas por viver intensamente o Evangelho.

         “Disse também ao que o havia convidado: Quando deres um jantar, ou uma ceia, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem os vizinhos ricos, para que não suceda que também eles te tornem a convidar, e te seja isso retribuído. Mas quando deres um banquete, convida os pobres, os aleijados, os mancos e os cegos; e serás bem-aventurado; porque eles não têm com que te retribuir; pois retribuído te será na ressurreição dos justos. Ao ouvir isso um dos que estavam com Ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado aquele que comer pão no Reino de Deus. Jesus, porém, lhe disse: Certo homem dava uma grande ceia, e convidou a muitos. E à hora da ceia mandou o seu servo dizer aos convidados: vinde, porque tudo já está preparado. Mas todos à uma começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um campo, e preciso ir vê-lo; rogo-te que me dês por escusado. Outro disse: Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-los; rogo-te que me dês por escusado. Ainda outro disse: Casei-me e, portanto, não posso ir. (Lucas 14:12-20). Jesus nos ensina, ou melhor, manda, determina que nos preocupemos sempre em socorrer, em agradar as pessoas que necessitam, e não nos preocupemos em agradar a nós mesmos, porque, se fizermos uma festa e convidarmos somente amigos conhecidos, pessoas iguais a nós, amanhã ou depois elas também irão nos convidar para as suas festas e banquetes, portanto, o que fizemos foi simplesmente uma troca. E também fizemos questão de nos engrandecer, de mostrar que também podemos e temos condições, e não poucas vezes, de mostrar as nossas casas e bens. Mas devemos sempre fazer isso pelas pessoas que não devem ter condições de nos retribuir, pois assim estaremos realmente praticando a Palavra de Deus. Jesus conta uma parábola que mostra como Deus nos chamou, porém a maioria recusou-se a ir e deu desculpas, pois preferiu ir para as suas diversões e compromissos terrenos, e não quis participar do Banquete do Senhor. “Voltou o servo e contou tudo isto a seu senhor: Então o dono da casa, indignado, disse a seu servo: Sai depressa para as ruas e becos da cidade e traze aqui os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. Depois disse o servo: Senhor, feito está como o ordenaste, e ainda há lugar. Respondeu o senhor ao servo: Sai pelos caminhos e valados, e obriga-os a entrar, para que a minha casa se encha. Pois eu vos digo que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia. Ora, iam com Ele grandes multidões; e, voltando-se, disse-lhes: Se alguém vier a mim, e não aborrecer a pai e mãe, a mulher e filhos, a irmãos e irmãs, e ainda também à própria vida, não pode ser meu discípulo. Quem não leva a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo.” (Lucas 14:21-27).

 Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

 Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

 

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Imitadores

Comments


bottom of page