top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Abrir os nossos olhos



“Disse Jesus a seus discípulos: É impossível que não venham tropeços, mas ai daquele por quem vierem! Melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho e fosse lançado ao mar, do que fazer tropeçar um destes pequeninos.” (Lucas 17:1-2)

 

       Jesus sempre nos alertou para vigiarmos, para não nos desviarmos do Caminho, porque sempre haverá pessoas que nos vão fazer sugestões, vão nos dar conselhos para fazermos o que sabemos que é errado, que nos afasta do Senhor. Sempre haverá pessoas querendo nos forçar a viver igual a elas, não aceitando a nossa maneira de viver, por isto devemos tomar muito cuidado com o que estamos ouvindo e, principalmente, de quem estamos ouvindo. Se estamos ouvindo Cristo, se somos fiéis a Ele, então não importa quem venha nos sugerir algo ao contrário, sejam nossos pais terrenos, amigos, parentes, colegas, patrões, quem quer que seja, com certeza não ouviremos. Quem conhece Cristo não tem preocupação de querer agradar qualquer pessoa, mas, ao contrário, tudo faz para agradar o nosso Deus. Temos que tomar muito cuidado com o que estamos ensinando às pessoas, com o que estamos aconselhando, sugerindo, porque, se estivermos ensinando algo contrário à Palavra de Deus, com certeza iremos padecer por toda a eternidade. O sofrimento é tão grande que, se a pessoa soubesse, seria melhor que ela amarrasse uma pedra ao seu pescoço e se atirasse ao mar, pois morreria, e com certeza iria para o inferno, mas  o seu sofrimento não será tão grande como o que ela irá passar por dar conselhos errados. Devemos estar atentos, pois o Senhor nos vê como os seus pequeninos, seus filhinhos, e quando alguém nos ensina de maneira errada, carnal, e acreditamos e nos desviamos, o preço que pagaremos é alto por errarmos, por nos desviarmos, mas quem nos fez desviar sofrerá muito mais. Antes de orientar quem quer que seja, devemos examinar na Bíblia, em Jesus, se o que estamos falando está de acordo com a sua Palavra ou se estamos falando de maneira mundana, carnal. Não podemos falar, aconselhar alguém porque está sofrendo e queremos lhe dar um conforto, nós devemos dar o conforto de Cristo, assim não aceitamos erros, divórcios, recasamentos, homossexualismo, desonestidade, fornicação, mentiras, e tudo o que as igrejas modernas estão aceitando e difundindo.

         “Tende cuidado de vós mesmos; se teu irmão pecar, repreende-o; e se ele se arrepender, perdoa-lhe. Mesmo se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; tu lhe perdoarás.” (Lucas 17:3-4). Temos que cuidar de nós mesmos, da nossa salvação, devemos estar atentos para não sermos somente mais uma pessoa religiosa, nós devemos ser cristãos, seguidores de Cristo, devemos carregar as nossas cruzes. Não é porque alguém falou que é certo; certo é somente o que Jesus falou, e só ficamos sabendo exatamente o que Ele falou na Bíblia, no Novo Testamento, em que a sua vontade está explícita e não há erros. Vejamos a questão do perdão. As religiões ensinam que devemos perdoar todos e tudo, mas não é isso que Cristo nos ensina, como vemos no versículo anterior. Se uma pessoa errar, fizer algo contra nós, claro que não devemos guardar mágoas, mas só iremos dar o perdão se ela se arrepender e vier até nós e pedir perdão, porque todas as vezes em que damos o perdão às pessoas sem elas se arrependerem, nós estamos contribuindo, incentivando-as a permanecerem no erro. Quando alguém cometer erros, é nosso dever alertar, chamar a atenção, mostrar que o que ela fez foi errado, mas, se ela reconhecer o seu erro e pedir perdão, nós a perdoaremos. Se essa pessoa fizer isso inúmeras vezes, então também inúmeras vezes a perdoaremos, mas se ela não reconhecer o erro, não se arrepender, nós também não devemos perdoá-la. São tantos ensinamentos errados nas religiões, e as pessoas, por não meditarem no Evangelho, passam a vida cometendo erros e achando que estão fazendo o certo, que já estão salvas, e não percebem que estão nas trevas, na escuridão, e irão padecer por toda a eternidade. Por isto Jesus sempre nos alertou para procurar aplicar a nossa fé Nele, caso contrário, todos pereceremos. Vamos abrir os nossos olhos e sermos verdadeiros seguidores de Jesus. “Disseram então os apóstolos ao Senhor: Aumenta-nos a fé. Respondeu o Senhor: Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: Desarraiga-te, e planta-te no mar; e ela vos obedeceria.” (Lucas 17:5-6).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page