top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

A Palavra chegou




“Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que

já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos

delas.   Porque, se a Palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e

toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição,   como

escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação,

a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois

confirmada pelos que a ouviram;   testificando também Deus com eles,

por sinais, e milagres, e várias maravilhas e dons do Espírito Santo,

distribuídos por sua vontade?   Porque não foi aos anjos que sujeitou o

mundo futuro, de que falamos.   Mas em certo lugar testificou

alguém, dizendo: Que é o homem, para que dele te lembres? Ou o

filho do homem, para que o visites?   Tu o fizeste um pouco menor do

que os anjos, de glória e de honra o coroaste, e o constituíste sobre as

obras de tuas mãos;   todas as coisas lhe sujeitaste debaixo dos

pés. Ora, visto que lhe sujeitou todas as coisas, nada deixou que lhe

não esteja sujeito. Mas agora ainda não vemos que todas as coisas

lhe estejam sujeitas.   Vemos, porém, coroado de glória e de honra

aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por

causa da paixão da morte, para que, pela Graça de Deus, provasse a

morte por todos.   Porque convinha que aquele, para quem são todas as

coisas, e mediante quem tudo existe, trazendo muitos filhos à glória,

consagrasse pelas aflições o Príncipe da Salvação deles.   Porque,

assim o que santifica, como os que são santificados, são todos de um;

por cuja causa não se envergonha de lhes chamar

irmãos,   dizendo: Anunciarei o teu Nome a meus irmãos, Cantar-te-ei

louvores no meio da congregação.   E outra vez: Porei Nele a minha

confiança. E outra vez: Eis-me aqui a mim, e aos filhos que Deus

me deu.” (Hebreus 2:1-13)

         

O escritor dos livros dos hebreus, usado pelo Espírito Santo de Deus,

nos chama atenção para a Palavra de Deus, porque, nas Escrituras, vimos

como desde o início Deus usou os anjos para trazer mandamentos, ordens,

mensagens ao povo, e os que lhe desobedeciam recebiam a devida

punição. No passado, Deus falou e falava de várias maneiras, como vemos

no capítulo 1 desse mesmo livro dos hebreus, e  sempre usando os anjos. E

a Palavra tinha que ser obedecida, caso contrário, a justa punição acontecia

para todos, tanto poderia ser uma pessoa como uma comunidade, a todos,

como vimos com os que foram tirados por Ele do Egito. Agora devemos

imaginar como mais séria é a Palavra de Deus, que hoje não nos é

transmitida por anjos, mas pelo seu próprio Filho, porque hoje temos que

ouvir e obedecer ao Evangelho de Jesus Cristo, que na verdade é o próprio

Senhor Jesus Cristo. A Palavra chegou até nós através dos seus discípulos,

os apóstolos, que conviveram com Ele e receberam as instruções

diretamente Dele, enquanto estava como carne, como ser humano, em

nosso meio. Eles receberam a Palavra para nos repassar, para nos

transmitir, e depois que o próprio Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus,

cumpriu a sua missão aqui, e foi recebido pelo Pai, deu Poder aos seus

discípulos para testemunharem e operarem sinais, milagres e maravilhas,

para assim mostrar, comprovar a sua Palavra. Portanto, é injustificável a

pessoa pecar por querer viver de acordo com a sua vontade e em

desobediência ao Evangelho de Jesus Cristo, pois, na verdade, está se

rebelando contra Ele, e se os que desobedeciam aos anjos foram punidos,

imaginem nós, que desobedecemos ao próprio Filho de Deus? Claro que

não teremos alívio, seremos punidos severamente, e o que as pessoas não

percebem ou não querem perceber é que hoje não falamos de morte física,

mas de morte espiritual. Portanto, acho que, por não verem a sentença se

cumprir imediatamente, elas teimam em pecar, em desobedecer, mas não

imaginam a seriedade dos castigos que lhes aguardam, pois são eternos.

Deus enviou Jesus Cristo com autoridade e poder um pouco menor do que

os anjos, porque Jesus tinha que passar por humilhação, sofrimento e morte

para que assim pudéssemos ser salvos Nele; já os anjos não morrem mais,

não podem mais morrer, uma vez que são espíritos ministradores da parte

de Deus. Por isto Jesus veio um pouco menos dos que os anjos, mas, após

cumprir a sua missão, subiu e está sentado à direita de Deus Pai, e recebeu

Todo Poder, Toda Autoridade, tanto no Céu como na terra ou embaixo dela,

e hoje Ele é o Senhor, e todos os joelhos têm que se dobrar diante Dele.

Portanto, quem desobedece ao Senhor é simplesmente um suicida. “E, visto

como os filhos participam da carne e do sangue, também Ele participou das

mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da

morte, isto é, o diabo;   E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam

por toda a vida sujeitos à servidão.   Porque, na verdade, Ele não tomou os

anjos, mas tomou a descendência de Abraão.   Por isso convinha que em

tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo

sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo.   Porque

naquilo que Ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que

são tentados.” (Hebreus 2:14-18).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page