top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Juiz



“Disse-lhe alguém dentre a multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparte comigo a herança. Mas ele lhe respondeu: Homem, quem me constituiu a mim juiz ou repartidor entre vós? E disse ao povo: Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do homem não consiste na abundância das coisas que possui.” (Lucas 12:13-15)

 

              Jesus estava pregando o seu Evangelho, falando do Reino, de salvação, mas, assim como hoje, as pessoas estão preocupadas com as coisas do mundo, com o que é perecível, com bens materiais.  Ele pregava quando um homem jovem grita no meio do povo pedindo a Ele que falasse, conversasse com o seu irmão para repartir com ele a herança que o seu pai havia deixado. Temos que compreender que o que ele estava pedindo não era errado, ilegal, mesmo porque, após a morte dos pais, a herança é dos filhos, entretanto, não foi para isto que Jesus veio, não foi para fazer com que alguém recebesse bens materiais. Bom, se tivermos que receber alguma coisa, que seja herança, salário, recompensa de alguma forma, não podemos pedir a Jesus, porque Ele não prometeu nada disso. Os pastores, pregadores vivem pedindo para as pessoas orarem, fazerem campanhas, votos e desafios para que Deus as prospere. Não percebem que, de acordo com a Palavra de Deus, estão indo frontalmente contra o Evangelho de Jesus Cristo. Vejam que Jesus respondeu que Ele não era repartidor de herança. Temos que compreender que este mundo não pertence a Deus, uma vez que Ele o entregou para o diabo, e somente retornará depois do Juízo, assim a autoridade aqui é o satanás, e sabemos que o Senhor vive pela Palavra, e não vai mudar nada para beneficiar quem quer que seja. O próprio diabo ofereceu as coisas do mundo para Jesus que as rejeitou, o que Jesus nos oferece é vida em abundância, é vida eterna, e não luxo, conforto, ou prosperidade aqui. Esses pregadores que ensinam desta maneira contrariam o Evangelho, são os enganadores, os anticristos que a Bíblia menciona. Não é errado querer buscar ter o que comer, beber, ou desfrutar de maneira honesta, o que é errado é querer, desejar que o Senhor faça isto, temos que aprender a separar as coisas. Jesus estava falando de vida quando esse homem veio falar de coisas materiais, por isto recebeu uma dura repreensão.

         “Propôs-lhes então uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produzira com abundância; e ele arrazoava consigo, dizendo: Que farei? Pois não tenho onde recolher os meus frutos. Disse então: Farei isto: derribarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todos os meus cereais e os meus bens; e direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe, regala-te. Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.” (Lucas 12:16-21). Então Jesus aproveita essa situação, como sempre fazia, e traz ensinamentos, e para isto utiliza uma parábola, que é uma maneira ilustrada de referir sobre algum assunto. Fala sobre uma pessoa que tinha realizado uma grande colheita e estava preocupada somente em guardar tudo e desfrutar, comendo e bebendo, desfrutando da vida, mas aconteceu o que ele não esperava, pois naquela mesma noite o Senhor o chamou, portanto, morreu deixando tudo e sem desfrutar de nada. Temos que compreender que não adianta vivermos trabalhando, juntando, preocupados em termos, em desfrutarmos do melhor, pois podemos ter trabalhado, juntado, economizado, e não desfrutarmos de nada, e o pior ainda acontecer: sermos enviados para o sofrimento e morte eterna. Temos que viver preocupados com a nossa salvação e não em juntarmos dinheiro ou bens materiais aqui, pois não sabemos se vamos desfrutar deles, uma vez que a qualquer momento podemos ser chamados, e se não tivermos vivido de acordo com a Palavra de Deus, vamos padecer por toda a eternidade. A nossa prioridade tem que ser o Senhor e não trabalho, dinheiro ou outra coisa qualquer. “E disse aos seus discípulos: Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, nem quanto ao corpo, pelo que haveis de vestir. Pois a vida é mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário. Considerai os corvos, que não semeiam nem ceifam; não têm despensa nem celeiro; contudo, Deus os alimenta. Quanto mais não valeis vós do que as aves! Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura? Porquanto, se não podeis fazer nem as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (Lucas 12:22-26).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Imitadores

Comments


bottom of page