top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Vivemos em Cristo



“Porque a lei, tendo a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, não pode nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem de ano em ano, aperfeiçoar os que se chegam a Deus.” (Hebreus 10:1)

 

         Vejo muitas pessoas fazerem citações de trechos da antiga lei de Moisés para justificar seus atos, ou orações, assim como pregadores gostam de fundamentar as suas pregações em versículos bíblicos de Levíticos, Deuteronômio ou outros ensinamentos da lei mosaica. Mas sempre faço questão de estar alertando as pessoas que a lei se cumpriu em Jesus, e agora nós vivemos em Cristo, não vivemos naquilo que somos incapazes de cumprir, porque o único que cumpriu a lei integralmente foi Cristo. Na lei é obrigatório oferecer sacrifícios continuamente, e hoje não vemos ninguém fazendo isso, não conheço nenhuma denominação, congregação que esteja fazendo diariamente o oferecimento de sacrifícios, holocaustos, nem mesmo em Israel, apesar de que estão pensando em construir o terceiro templo para voltarem essas práticas. Atualmente, os únicos que oferecem sacrifícios, apesar de totalmente diferentes dos que a lei exige, são os espíritas, quando fazem os despachos. Portanto, como podemos falar em obedecer a uma lei em que escolhemos o que praticar, gostamos de escolher o que nos é conveniente. Não podemos esquecer que a lei não salva ninguém, quem nos salva é Jesus, a Graça de Deus, e isso só acontece quando temos fé e aplicamos essa fé em nosso viver. Infelizmente, a lei não pode nos aperfeiçoar, se queremos ter vida, devemos ir a Jesus, temos que compreender que a lei teve a sua função, mas essa lei Jesus a anulou. Quando se fala anular, quer dizer que não existe mais, que não está mais em vigor, assim como se diz que um segundo Testamento é porque o primeiro já não está mais em vigor. Deveríamos atentar para isso. “Anulando em seu corpo a lei dos mandamentos expressa em ordenanças. O objetivo Dele era criar em si mesmo, dos dois, um novo homem, fazendo a paz,” (Efésios 2:15). Portanto, sabemos que não vivemos na prática da lei, porque ela foi anulada por Jesus, e hoje vivemos em Cristo, e se estamos buscando alguma coisa na lei, é porque não estamos satisfeitos com Jesus, e, se não estamos, com certeza não seremos salvos por Ele.

         “Doutra maneira, não teriam deixado de ser oferecidos? pois tendo sido uma vez purificados os que prestavam o culto, nunca mais teriam consciência de pecado. Mas nesses sacrifícios cada ano se faz recordação dos pecados, porque é impossível que o sangue de touros e de bodes tire pecados.” (Hebreus 10:2-4). Portanto, já não cumprimos a lei por não estarmos oferecendo sacrifícios sobre o altar, e mesmo porque com certeza a nossa legislação não permite e seria considerado crime. E também se os sacrifícios de animais no altar resolvessem alguma coisa, não haveria necessidade de Jesus ter vindo. Aqueles rituais serviam somente para encobrir o pecado, eram somente uma sombra do que haveria de vir, Jesus Cristo, que veio e se ofereceu uma única vez como Cordeiro mudo, e o seu Sangue foi derramado para nos dar a vida, a salvação. E a partir daí acabaram-se os sacrifícios, pois Ele foi o Sacrifício perfeito, sem necessidade de quaisquer outros, agora todos podem ser livres, perdoados e salvos pela fé Nele, e não mais por sacrifícios. Os sacrifícios na antiga lei tinham que ser feitos constantemente, e mesmo assim não resolviam a questão do pecado. Jesus veio uma única vez e acabou tudo, a vitória chegou. Mas é obvio que não seria o sangue de algum animal que poderia nos salvar. “Pelo que, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste, mas um corpo me preparaste; não te deleitaste em holocaustos e oblações pelo pecado.” (Hebreus 10:5-6). O Senhor nunca gostou ou pediu sacrifícios, e, sim, sempre nos cobrou misericórdias, sempre esperou que fôssemos obedientes a sua Palavra, mas a necessidade do ser humano de achar que pode resolver as coisas com as suas mãos fez com que houvesse a prática de holocaustos e sacrifícios, como ainda existem em algumas religiões. “Então eu disse: Eis-me aqui (no rol do livro está escrito de mim) para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tendo dito acima: Sacrifício e ofertas e holocaustos e oblações pelo pecado não quiseste, nem neles te deleitaste (os quais se oferecem segundo a lei); agora disse: Eis-me aqui para fazer a tua vontade. Ele tira o primeiro, para estabelecer o segundo.” (Hebreus 10:7-9).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page