top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Vigiar os nossos pensamentos



“Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno. Também foi dito: Quem repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio. Eu, porém, vos digo que todo aquele que repudia sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a faz adúltera; e quem casar com a repudiada, comete adultério. Outros sim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás para com o Senhor os teus juramentos. Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um só cabelo branco ou preto. Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; pois o que passa daí, vem do Maligno. Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente.” (Mateus 5:28-38)

Todos nós devemos sempre vigiar os nossos pensamentos, pois muitas vezes não praticamos atos físicos, mas com os nossos pensamentos aqueles atos já foram consumados. Não podemos pensar, desejar o mal para o nosso próximo, pois diante do Senhor já cometemos o pecado, o erro em que pensamos, e isso nos conduzirá à morte eterna. Muitas são as pessoas que não cometem adultério de maneira literal, física, mas, em contrapartida, já cometeram, pois olham para outras pessoas de outro sexo, ou até mesmo do mesmo sexo, desejando e imaginando coisas, acham que, como não fizeram nada, e a outra pessoa nem mesmo sabe, não erraram. Só esquecem que o nosso Deus conhece o nosso interior e os nossos pensamentos, portanto já pecamos. Vejam o quão grave é esse assunto, porque Jesus diz que é melhor a pessoa amputar uma parte do corpo do que permitir o pecado. É melhor ficar cego, ou aleijado, literalmente falando, do que se permitir o pecado. São muitos os que cometem assassinatos, adultérios, e muito mais, e se passam por boas pessoas, não sabendo que diante do Senhor estão sujos, imundos. Temos que abrir os nossos olhos para o que vemos na internet, nas redes sociais, pois o nosso adversário sabe usar isso de uma forma que parece inocente, mas não passa de armadilha para pegar os incautos.

“Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; e ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; e, se qualquer te obrigar a caminhar mil passos, vai com ele dois mil. Dá a quem te pedir, e não voltes as costas ao que quiser que lhe emprestes. Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.” (Mateus 5:39-45). Um assunto que poucos entendem, ou mesmo os que têm um entendimento maior não colocam em prática, é a questão de amar o próximo. A maioria acha que deve amar as pessoas próximas, tipo parentes, amigos, conhecidos, e quem merece aos seus olhos, mas esquece que Jesus veio ao mundo e sofreu tão grande sofrimento e humilhação por todos nós, não merecedores, porque não existe e nem existia nenhuma pessoa que merecesse o sacrifício e a morte de Jesus Cristo, o Filho de Deus. Assim também, se somos seguidores de Jesus, não podemos escolher a quem amar, ajudar, socorrer ou perdoar, devemos perdoar todos os que tenham errado e venham até nós dizendo “arrependo-me, me perdoa”. Não existe pecado tão grave, ou tão sério, que não possamos perdoar, e não existe ninguém que não mereça o nosso amor, pois, se Jesus amou a todos nós e se entregou por nós, será que somos melhores do que Ele? Acho que não. Sempre iremos encontrar, nos deparar com pessoas más, mas se nós somos filhos de Deus, nós não iremos agir de igual modo, pois, se não perdoarmos, se guardarmos rancor, ódio, mágoas, primeiro estaremos fazendo mal a nós mesmos, e pode acontecer de a pessoa que odiamos ser salva, e nós nos perdermos por causa do nosso sentimento em relação a ela. Por isto a necessidade de vigiarmos o que temos em nossas mentes, em nossos corações, porque aparentemente podemos ser boas pessoas, mas por dentro já estamos mortas. Jesus nos mandou amar o próximo como a nós mesmos, e mandou que também amássemos, perdoássemos os nossos inimigos e todos os que nos perseguem. “Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? Não fazem os gentios também o mesmo? Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai Celestial.” (Mateus 5:46-48).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글


bottom of page