• Pr. Henrique Lino da Silva

Testemunho de restauração de casamento de Reginaldo Ramos


A paz do Senhor a todos!

Enfim meu dia chegou, o meu casamento foi restaurado para honra e glória do nosso Senhor Jesus Cristo. E através deste testemunho relato como foi o meu deserto, como foi que Deus agiu na minha vida e restaurou o meu casamento. Foi um deserto longo, foi de aprendizado, foi dolorido, mais vencemos. Tudo se iniciou a 1 ano e 4 meses atrás. Eu e minha esposa estamos juntos a 8 anos contando namoro e casamento no civil, temos uma filha de 6 anos. Eu me chamo Reginaldo, sou de Santa Catarina. Neste tempo, nós não éramos evangélicos, eu e minha esposa decidimos nos converter para salvar o nosso casamento, mas isso ocorreu bem no começo. Fomos para uma igreja evangélica e por um tempo ficamos firmes, outro morno, outro gelado, outro firme… Ficávamos neste ping- pong. Apesar de nos amarmos muito havia muitas brigas, muito ciúmes da parte dela, eu só queria saber de trabalhar, só pensava em ganhar dinheiro, em estar bem, ter status e ela brigava muito comigo porque ela queria um marido em casa, dando atenção. E foi assim que afastamo-nos. Durante esses 8 anos, teve um certo tempo em que moramos em Santa Catarina e a minha sogra em Cascavel. A família dela mora lá no Paraná. A minha sogra fez um convite para minha esposa ficar uma semana na casa dela, a minha esposa aceitou. Eu fui contra essa viagem, mas ela foi e acabou ficando um mês lá. Depois de um mês ela voltou para casa, ficou mais uns dois meses aqui comigo e depois viajou novamente. Nunca nos separamos, pois eram só viagens para matar saudade da mãe. Ela foi desta vez e ficou mais uns dois meses e retornou para casa… Entretanto, na terceira vez ela saiu e disse que iria visitar a mãe e novamente fui contra, ela e prometeu que seria só uma semana, ela foi, nesta uma semana como ela disse, mas foram longos seis meses. Ela foi para lá e conheceu uma pessoa e disse que não queria mais nada comigo e assim resolveu terminar o nosso casamento por telefone. Ela falou que não queria mais saber de mim, foi destruidor, eu estava afastado da igreja e resolvi voltar. Quando a gente passa por dificuldade lembramos de Cristo, né? Lembrei-me da fé e resolvi voltar.

Um dia estava pesquisando no youtube como fazer oração para restaurar casamento e por fim achei uns sites de restauração de casamento e comecei a assistir todos os vídeos. Comecei a praticar o que falava que era jejuar e orar, fazer a cerca de espinhos, comecei a fazer tudo isso e não via mudança. Cheguei a emagrecer 30 quilos, pois eu jejuava dia e noite, só sabia orar, tudo era oração por causa do casamento, era o dia todo pensando, orando clamando e vivendo uma vida religiosa. Foi indo, até que a minha esposa terminou o relacionamento com a outra pessoa, a qual ela estava, e de uma maneira muito sutil, me ligou pedindo ajuda, pois ela estava doente e queria voltar pra casa. Aí eu falei: a restauração chegou! Sim eu aceito!

Ela tinha ido embora para o Rio Grande do Sul com esta pessoa, com este outro homem, eu fui até lá e a trouxe para casa, tudo certo. Em uma semana depois, ela voltou a conversar com esta pessoa, chorava por ele e dizia que não sabia se me amava… A minha vida se tornou um verdadeiro caos. Nosso casamento era horrível, eu preferia com certeza ter continuado no deserto do que ela ter voltado daquele jeito. Eu não entendia o porquê de tudo isso. Eu me revoltei até mesmo com Deus e o Pastor da nossa Igreja falava que isso era normal, que no final tudo ia dar certo, até que a minha esposa me falou que queria ir embora de vez. Ela disse que a gente não iria dar certo. Depois disso fomos nos aconselhar com o Pastor e ele falou que só éramos casados no civil e não no religioso, então o nosso casamento não era válido perante Deus. Então, para esse pastor, ela tinha o direito de ir.

Aquela noite foi uma noite que me decepcionei de uma maneira tão grande, pois sempre acreditei que eu estava fazendo as coisas pra Deus e que meu casamento era válido. Depois que o pastor falou isso, a minha esposa não pensou duas vezes, pegou tudo e foi embora. Passaram uns dias e eu fui atrás dela, não consegui convencê-la de voltar. Fiquei aqui, mas nós falávamos pelo Whatsapp, ela dizia que me amava, estava confusa, queria um tempo, queria pensar, e o Pastor da nossa igreja só orientava para eu continuar orando e jejuando. Eu orava e jejuava sem ver nada acontecendo, assistindo aqueles vídeos nos canais, fazendo aqueles propósitos que eles ensinam, fazendo campanhas, porém foi algo que na verdade não agradava a Deus. E quando minha esposa voltou desta primeira vez, na verdade eu a trouxe com as minhas próprias mãos, eu ligava, eu corria atrás, eu implorava, eu chorava, então quem trouxe ela na verdade nunca foi Deus. Não foi uma restauração, ela voltou porque teve um problema e sabia que tinha um estepe que poderia usar naquele momento de dificuldade.

O tempo passou, ela morando novamente em Cascavel com a mãe e eu em Santa Catarina, até que um dia ela me mandou uma mensagem se eu queria ir passar o final de ano com ela e com a nossa filha, pois ela queria muito. Ela estava com muita saudade e queria que passássemos o final de ano juntos, que era muito importante para ela estas datas. Eu de pronto aceitei e pensei: a restauração está chegando, ainda vivendo aquela vida religiosa, sem saber o que era o agir de Deus ou não, achava que conhecia. Foi que eu cheguei até lá, e minha esposa estava totalmente fria mudada, perguntei se ela tinha uma pessoa, se ela tinha alguém, ela me jurou e disse que não, não tinha ninguém. Ela falava: tu sabes que não, eu quero um tempo para mim, eu só amo você, mas eu ainda estou confusa… Aquela história de sempre.

Eu fiquei lá dez dias, aí no dia primeiro de Janeiro, a minha esposa disse que tinha que sair, tinha que trabalhar no mercado, ela era promotora de vendas. Ela não tinha férias no final de ano, ela tinha que resolver um problema no trabalho, aí ela saiu e eu estava na casa do meu cunhado. E nós fomos dar uma volta de carro, quando nós voltamos numa esquina próxima da casa do meu cunhado, a minha esposa estava dentro do carro com o chefe dela aos beijos e eu perdi minha cabeça. Pulei em cima do carro, quebrei o carro dele, ele não desceu do carro e simplesmente arrancou. Eu em cima do carro dele dando socos e ele arrancando o carro, uma cena horrível, os vizinhos chamaram a polícia, deu polícia e tudo mais.

Nisso minha esposa voltou para conversar comigo e acabamos discutindo, acabamos todo o relacionamento ali, com muitas palavras de ódio da parte dela, dizendo que não me amava, tinha nojo de mim, que se arrependeu do dia que me conheceu, que eu só estraguei a vida dela, falou coisas horríveis. Aí ela foi descer a escadaria do segundo andar da casa do meu cunhado, ela caiu e teve uma lesão na vértebra, quebrou duas costelas. Ela criou mais ódio ainda de mim, disse que se não fosse eu ter feito tudo aquilo ela jamais teria caído daquela escada, jamais teria se machucado, daí ela foi internada e devido a esta atitude que ela teve a irmã dela e meu cunhado a expulsaram de casa. Ela morava com minha sogra, minha cunhada e meu cunhado, no caso a irmã dela. Expulsaram-na de casa e falaram que não a queriam porque o que ela fez comigo não era certo, e daí ela e a mãe dela, que a apoiava, alugaram um apartamento e foram morar sozinhas.

Eu retornei para Santa Catarina, minha filha ficou com ela, aí a minha esposa disse que nunca mais queria me ver que era para eu esquecer ela, que ela tinha raiva, ódio de mim, tudo bem, isso acabou comigo, mas me veio uma palavra do Senhor na bíblia que me encheu de esperança em Isaías que diz que seu deserto florescerá onde os cochos andaram e os cegos terão visão novamente e eu fiquei muito esperançoso, pois senti que aquela palavra era para mim, e eu a guardei no meu coração. Quando voltei e retornei para minha cidade fui falar com o meu Pastor, aí ele falou: você viu, a Bíblia diz que você está livre também, então você pode seguir sua vida, pode arrumar outra pessoa, ore a Deus que ele bote uma pessoa no teu caminho, uma pessoa boa, segundo a vontade dele e pode casar e ser feliz.

Eu não aceitei aquilo, falei: Não, não pode. Não, eu vou ficar sozinho, não quero saber de outra pessoa. Ele disse: não, dê tempo ao tempo, logo você acha outra pessoa… Foi se passando o tempo, os dias, eu até conheci uma moça, fiquei com ela, mas fiquei sentindo nojo do que eu estava fazendo, porque sabia que era errado, não era verdadeiro, que não era para ser, eu parei e falei que isso não era para ser. Um dia fui orar e falei com o Senhor que eu estava muito confuso, que eu não sabia se a restauração era ou não era, se podia ou não podia, eu já não sabia mais de nada, mais eu queria uma Palavra que viesse dele, que se fosse para meu casamento ser restaurado que Ele me mandasse pessoas que me ajudasse, não pessoas que viessem a falar ao contrário do que eu acreditava, eu acreditava na restauração, eu acreditava na Palavra dele e sabia que ele era fiel a Palavra. Se ele disse que o que ele une ninguém separa, que é uma só carne e uma só carne ninguém pode separar. Fui dar uma olhadinha no youtube e achei o Ministério atalaia de Deus, falei Ministério Atalaia. Cliquei e abri. “Se você precisa de ajuda, se você está passando por lutas em seu casamento… Entre em contato…”. Eu muito descrente, sendo muito sincero, falei vou mandar uma mensagem, eu mandei um Whatsapp, mas eu sei que eles não vão responder, sempre todos os canais de restauração é a mesma coisa, a gente vai te ajudar, entre em contato e eles só dizem: você é casado? Vamos te ajudar em oração e nunca mais temos resposta. Eles só querem e que você faça propósito, faça campanha, jejum e ore e deixe seu Whatsapp e se inscreva no canal. Sempre foi assim.

E o ministério Atalaia me chamou a atenção que é totalmente ao contrário, eu falei: como assim? Comecei a assistir os vídeos antes mesmo da resposta deles, e eu com aquela descrença que eles iriam me responder, mas falei assim: vou assistir, eu não preciso jejuar por ninguém! Falei: estranho! E para eu entregar nas mãos do Senhor e confiar, pensei: é estranho isso e totalmente ao contrário do que eu aprendi até agora, será que isso realmente funciona? Surgiu a dúvida. Estou sendo realmente bem sincero. Sei que meu testemunho está sendo muito breve, mas bem realista. Falei: vou tentar ver como que é, vou aguardar, e eles vão entrar em contato comigo e continuei fazendo propósito e campanha.

Um dia o Pastor Henrique Lino entrou em contato comigo, perguntou se eu era casado, quanto tempo, perguntou a minha história, eu respondi, ele falou: tá… eu vou te ajudar, mas não estou convidando você para dar um passeio no Jardim, estou convidando você para ir para guerra, uma guerra solitária, covarde… É o deserto que você vai enfrentar. Você vai ter medo, vai sentir fome, sede, vai ser terrível, estas disposto? Falei: estou, porque eu tinha pedido para Deus que ele botasse alguém pra me ajudar e foi a resposta que veio, eu falei: eu topo, eu aceito. O Pastor falou, então está bom, a partir de hoje você vai fazer uma única oração, entregar nas mãos do Senhor, e não vai mais orar pela tua esposa, você só vai orar para você se encher de Deus. Pensei: será que isso vai funcionar? Mas está bom, não tenho mais nada a perder mesmo, pensei: eu vou fazer. E nisso nasceu uma fé dentro de mim, falei eu vou, pequena eu confesso, mas eu vou. No começo foi legal, umas três semanas legais e não vi nada acontecer, eu liguei para o Pastor que não vi nada acontecer porque minha esposa tinha falado que não me amava, que me odiava, estava se relacionando com outra pessoa, o que que eu ia fazer.

O Pastor pegou e me colocou no meu lugar e falou: olha, ou você acredita em Deus ou você acredita no que as pessoas falam… Você decide. Voltei novamente e falei eu vou confiar em Deus, e falei eu vou confiar, nisso me veio uma paz grande, que eu esqueci da minha esposa, eu fiquei uns dias muito perturbado, muito incomodado, porque eu não amava mais a minha esposa, até liguei par ao Pastor e falei: Pastor eu acho que estou em pecado, eu não sei o que está acontecendo comigo, o Pastor perguntou o que Houve? Eu contei a situação para ele disse que eu não sentia mais amor pela minha esposa, não sentia mais nada, tinha dias que eu não lembrava mais dela, que eu estava tão feliz que para mim, nem meu casamento precisava ser restaurado. O Pastor falou: este e o maná que Deus dá, falei: é sério? Ele disse: sim, você não está em pecado, está muito bem na Palavra, está firme, continue assim, Falei glória Deus então, e continuei, parei de fazer campanha, Jejum por pessoas, por isso ou aquilo, parei de fazer propósitos, comecei a ler a palavra, eu lia a Bíblia tipo inteira como se eu quisesse mostrar para Deus que eu estava pagando um favor que ele ia me fazer… Sendo que não é assim, não é um ritual, não é assim que as coisas funcionam. Você vai se enchendo de Deus e ele vai agindo na sua vida, e eu comecei a fazer o que o Pastor começou a me ensinar.

O Pastor me ligava toda semana, pontualmente. Ele me ligava e perguntava como estava, tinha semana que eu não tinha nada para contar e só dizia nada Pastor! Isso tudo aconteceu e o Pastor me ligando no mês de Janeiro para frente, quando eu pedi ajuda para ele, e comecei a ser acompanhado do mês de janeiro em diante, eu não lembro muito bem as datas certas. Confesso não ser muito bom com datas, mas se não me falha a memória foi no meio do Janeiro em diante que ele começou a me acompanhar, eu comecei a praticar tudo que ele me ensinava, fiz aquela oração como ele me indicou, nunca mais orei pela minha esposa. Às vezes vinha saudade, principalmente no final de semana, sentia saudade dela, mas superava, da minha filha também e os dias foram passando e a minha esposa começou a entrar em contato comigo.

Um dia ela me mandou mensagem, o Pastor falou ignore, não responde. Ela estava perguntando como que eu estava e eu não a respondia. Um dia ela me mandou mensagem dizendo que como eu não a respondia mais ela ia pedir o Divórcio. Eu liguei para o Pastor e ele falou ótimo diz para ela faça o que você quiser, pode pedir, porque ela está querendo fazer uma chantagem com você. Mostre que você não tem medo, eu fiz isso, falei ok, pode pedir. Tudo bem. Eu senti que ela estremeceu, ela respondeu ok, eu vou ver isso, e nunca mais tocou no assunto do divórcio. Sempre das outras vezes quando ela falava de divórcio eu implorava que ela não fizesse isso, tentava pregar até a bíblia para ela sem nunca ter resultado nenhum, quando eu falei isso e realmente eu parei de atender ela como o Pastor havia me indicado as coisas começaram a funcionar. Ela começou a dar mais atenção, vir mais atrás, saber de mim, mas ela só obtinha respostas minhas sobre a minha filha. Ela mandava para mim assim: a Maria quer falar com você ( Maria é o nome da minha filha), que horas ela pode te ligar? Aí eu marcava a hora que ela poderia me ligar, aí minha filha ligava, eu conversava com a minha filha, as vezes minha filha falava alguma coisa dela, eu dizia assim: não, papai não quer saber nada da mamãe, papai só quer saber de você, e conversava somente sobre minha filha.

Passando algum tempo, a minha esposa começou a dizer: eu vou mandar uma foto da Maria para você, eu não respondia nada, ela mandava uma foto que mais aparecia ela que minha filha. Eu não dizia nem que estava bonita, nem feia, nem legal, nem nada, ela começou a mandar vídeos da minha filha, eu não respondia nada, perguntava como eu estava, eu não respondia nada, tirei a foto do perfil do Whatsapp, saí de rede sociais, eu simplesmente me excluí de todas as formas que ela pudesse me encontrar ou ter notícias. Ela não sabia mais nada de mim e eu não sabia mais absolutamente nada dela, eu tinha ela no Whatsapp, mas eu não salvei o contato dela, só ficava o número, eu não via foto de perfil, não queria saber como ela estava, se estava bem ou não, e fui levando minha vida, ocupando minha mente com outras coisas, fui cuidando de mim, fazendo muitas coisa, voltei a praticar musculação que eu sempre gostei e tinha parado, relaxei mesmo, melhorei muito na questão física e questão pessoal.

Eu tenho uma empresa de elétrica e hidráulica, eu passei a me especializar mais, abri outros campos, me dediquei a mim, fui viver a minha vida, simplesmente deixei a minha esposa para lá, deixei ela literalmente ir, deixei nas mãos de Deus. Os dias foram passando, estamos em maio, está fazendo três semanas, que a minha esposa entrou em contato comigo, ela havia ficado um tempo sumida, sem dar notícias, aí do nada ela me ligou um dia a tarde, mandou mensagem que a minha filha queria falar comigo, aí falei com minha filha, tudo normal como sempre. Aí ela perguntou como eu estava eu não respondi nada, isso foi num sábado, quando foi no domingo de manhã ela me mandou mensagem às 8 horas da manhã com um bom dia. Não sei porque neste dia eu respondi bom dia, eu nunca respondia, ela só mandava mensagem dizendo que a Maria queria ligar e eu respondia que podia, eu era bem frio com ela, não era mal educado, eu era frio, pois o objetivo era só falar sobre a Maria, só sobre a Maria que era o objetivo, só realmente o que era necessário. Neste dia eu respondi bom dia, ela disse posso ligar pra você? Eu na minha mente achei que podia ser alguma coisa com a minha filha, falei claro que pode! Ela me ligou eu falei alô? Ela começou a chorar e falou será que você pode falar comigo um pouquinho? Por favor, me ouça, eu falei: sim, pode falar. Ela falou assim: lembra do que você me falou na última vez que a gente conversou? Que tinha sido lá em Cascavel, a gente tinha conversado, antes de eu vir embora eu falei com ela que tudo que ela fez, todo erro que ela cometeu, um dia ela ir se arrepender e me pedir perdão, que eu também tinha meus erros, eu confessava os meus erros, mas que ela também tinha os erros dela. E nisso eu falei: exatamente, este relacionamento que você está tendo com esta pessoa que é casada, vai te levar a ruína, você vai chorar por causa deste relacionamento que você acha que esta amando, ela dizia que nunca tinha amado ninguém como ela amava esta pessoa que ela estava se relacionando, ela me ligou e falou, realmente você tinha razão, falei: por que? Ela disse eu sinto nojo dele, eu falei o que que tu estás falando? Ela falou não a pessoa que eu estava me envolvendo a gente terminou faz um mês, porque eu não suportava mais isso, eu me sentia um lixo sentia falta de você, só pensava em você, sei que você nunca mais vai me perdoar… Nunca mais vai querer voltar comigo, mas eu quero te pedir perdão por toda humilhação que fiz você passar, por todos os erros que fiz com nossa família.

Eu sempre achei que eu teria uma reação diferente, que eu iria pular, mas a reação foi totalmente diferente, falei assim: esquece, pois eu te perdoo, falei só isso. Ela falou e mais tenho algo a mais para te contar, você nunca mais vai me perdoar, falei diga: Ela me disse estou grávida de dois meses, faz um mês que eu terminei e descobri agora que estou grávida de dois meses. Eu respondi muito calmamente, tá e aí eu sou o pai? Tipo um tom sarcástico ela falou não é ele, falei então eu não tenho nada a ver com isso e ele quem tem que te perdoa ou deixar de perdoar. Ela falou: não, é que eu estava este tempo todo querendo criar coragem para te ligar para pedir o teu perdão, para tentar uma chance com você, mas agora que eu descobri esta gestação assim, sei que você nunca vai me perdoar. Ela me perguntou se eu podia dar um conselho para ela como amigo o que ela faria, pois ela estava desesperada, ela não queria ficar com este homem, ele queria se separar para ficar ela, mais ela não queria, ela sentia nojo. Eu a aconselhei, falei: olha, uma coisa te digo, cria este seu filho, se você não quiser dê para o pai, ou dê para uma boa mãe, não se relacione com ninguém, fique sozinha agora, e ela falou assim: sim, é isso que eu vou fazer, eu não vou abandonar meu filho, na verdade eu estava pensando em fazer um aborto, pensei que se eu abortasse, talvez resolvesse meus problemas e tivesse uma chance contigo. Eu falei: se um dia tu pensar em fazer um ato assim de tirar uma vida para tentar achar uma chance comigo você vai perder todas as tuas chances, nunca faça isso, Deus deu a vida só ele pode tirar, isso é consequência do teu erro.

Não queira transferir esta culpa para a criança, ela falou assim: nossa, realmente você é exatamente o que eu penso, o homem maravilhoso, o homem que eu nunca devia ter deixado, o homem da minha vida, o pai da minha filha, me elogiou um monte… Tudo que eu nunca ouvi ela falar ela falou neste dia, ela falou assim: você teria todos os motivos do mundo para dizer para eu tirar esta criança, mas você é um dos únicos que disse que não, que eu tenho que levar esta gestação adiante e não importa o que aconteça ter este filho, desligamos o telefone. Eu liguei para o Pastor Henrique contei que ela havia pedido perdão e se arrependeu, falei da sinceridade dela, que eu notei, o Pastor falou e o que você pensa sobre esta gestação, em relação ao teu relacionamento, aceita ou não aceita, eu falei se fosse para voltar com ela eu aceito para mim é meu filho e filho dela… É meu filho, eu perdoo não tenho magoa nem nada, para mim isso é o de menos, porque eu tenho consciência que também poderia ser comigo, se fosse eu no lugar dela que engravidasse uma pessoa também ia querer o perdão então da mesma forma que eu a perdoo, não tenho problema nenhum.

O Pastor falou assim, então marque uma hora com ela, pra vocês dois conversarem, marque o dia e vocês podem conversar pessoalmente, não pode ser na casa dela, nem na sua, tem que ser num lugar neutro, aberto ao público, falei tudo bem, eu vou a Cascavel e vou marcar. Daí eu ia ligar para lá e marcar, porém bateram no meu carro. Eu ia para lá na mesma semana, mas bateram no meu carro não tinha como ir. O Pastor me ligou no Sábado e perguntou Reginaldo marcou a conversa com a sua esposa? Falei não Pastor, bateram no meu carro, eu até tinha marcado de ir para lá e devido ao corona vírus não está tendo nem ônibus, nem avião, nada para mim ir para lá, está difícil. O Pastor falou aluga um carro, você não pode esperar, falei está bom, ele me ligou no sábado, segunda feira resolvo isso, no sábado mesmo comprei um carro, não aluguei, comprei… Marquei com minha esposa para conversar com ela, fui quando cheguei, marcamos o local e nos encontramos. Ela não era mais a mesma pessoa, uma pessoa meiga, angelical, doce, quebrantada, arrependida, coisas que eu quis ouvir durante 8 anos de casamento eu ouvi neste dia. Ela falou que me ama de uma forma como ela nunca falou, ela disse que eu não sou mais apaixonada por você, a paixão passou, hoje em dia só o que restou foi o amor, aquele amor que eu não quero mais ficar longe de você nem mais um minuto. Falou coisas que eu sempre quis ouvir, ela falou e eu vi a sinceridade.

Durante o tempo que a gente estava casado, ela tinha o facebook, tinha o celular dela, eu não era nem amigo no face dela, ela não queria uma invasão de privacidade na vida dela, como ela dizia, e desta vez a primeira coisa que ela me falou foi como você me perdoou, uma coisa eu quero dizer, não pode haver segredos entre nós, eu quero te dar todas as minhas senhas, do face do celular, de todas as minhas redes sociais, e você olhe, na hora que você quiser, porque de você eu não preciso esconder nada. Eu não tenho o porquê esconder, se você achar que algo te incomoda você me fala que eu excluo. Isso é uma coisa que eu sempre quis ouvir e eu sempre falava, mas nós nunca chegávamos num consenso. Ela dizia que isso não tinha nada haver que eu era muito ciumento, que eu era bobo, e ela falou para mim: hoje em dia te dou razão, você não era ciumento, você só queria cuidar de mim. Eu comecei a ver uma mulher diferente, nesta conversa eu comecei a ver que realmente ela mudou, e eu estava com medo de propor as coisas para ela e dizer que eu não quero mais que seja assim como era antigamente. Antes mesmo de eu propor alguma coisa para ela, foi ela quem falou: eu não quero mais que seja assim, eu não quero mais que seja desta forma, eu quero que seja desta. Tudo que eu queria que ela fizesse, ela me propôs sem eu pedir nada, como eu conversei com o Pastor ele disse quando a gente busca a Deus verdadeiramente ele faz a obra por completo, e Deus fez na minha vida.

Hoje, dia 7 de maio, a gente combinou que ela vai vir embora agora no final do mês. Ela esta morando em Cascavel e tem o trabalho dela lá, a minha filha estuda lá, sendo assim ela vai resolver todas as papeladas de transferência da minha filha, do trabalho e tudo mais e assim vai para nossa casa. Como a gente ficou 1 ano e 4 meses separados, então eu tenho uma vida para uma pessoa, preciso agora dar uma agilizada, para ajeitar a casa para recebe-las. Apesar dos móveis estarem lá, a gente sempre quer dar um toque a mais, então pedi este tempinho só pra dar uma agilizada. Organizar a casa, algumas coisas que eu acho necessário também para elas e também para elas resolverem a questão da transferência, toda questão burocrática, para estarem vindo realmente para nossa casa e vivermos felizes como tem que ser. E digo uma coisa a todos: eu ouvi todos os testemunhos que estão no Ministério Atalaia, ouvi muitos testemunho de outros lugares, de outros canais, mais o que funcionou para mim foi botar em prática a Palavra de Deus, foi ver a mão de Deus agir, quando eu tirei a minha mão, foi que eu realmente vi o a mão de Deus agir, foi incrível, eu não tenho palavras para dizer, eu tive paz neste deserto, mas eu tinha também muita dor, porque eu sentia muita falta da minha esposa, eu não sabia o que ela estava fazendo. Tinha dias que dava vontade de chorar, vontade ligar, mas eu me controlava, e conforme o Pastor foi me orientando, eu fui fazendo, e eu obtive resultado, não fui fazendo jejum, orações intercedendo por ela, fazendo oração da cerca de espinho, até mesmo porque isso me frustrou muito, eu fiz muito esta oração da cerca de espinho, para que minha esposa nunca se envolvesse com ninguém, e quando eu chego lá ela está aos beijos com outro homem, de nada adiantou aquelas orações de madrugada, aquelas rezas todas, digamos que eu fazia… Foi quando eu comecei a buscar mais a Deus para mim, eu não comecei a ver sinais, não eu não vi nada, simplesmente como eu mencionei: num dia ela me ligou para falar da minha filha, no outro dia ela me ligou e pediu perdão.

Agora que nós conversamos ela falou que nunca me esqueceu, às vezes ela sentia um perfume ela lembrava de mim, ia fazer uma comida lembrava de mim, tudo ela lembrava de mim, toda a vida ela estava com aquela pessoa, ela sentia nojo daquela pessoa, mas ela acabava não tendo forças pra largar daquilo… e nem ela sabia o porquê. Ela sentia uma raiva de mim e nem sabia o porquê, um dia ela foi dormir sentindo uma falta de mim, mas não sabia se era amor ou o que era, e um dia ela acordou sabendo que não queria ficar sem mim, pedindo perdão para voltar e ela falou que foi uma coisa que ela nunca sentiu antes. Ela disse: faço qualquer coisa para ficar contigo agora, mas de uma forma diferente, não existe mais paixão, existe um amor, um cuidado, querer estar perto, passar o resto da vida com você, muito diferente do que a gente já viveu antes.

Eu digo para vocês: se praticar a Palavra de Deus não precisa fazer rituais, subir montes, descer montes, como o Pastor fala, entrega nas mãos de Deus e descansa, busca para sua vida, para você se encher de Deus, não adianta ficar fazendo estes rituais, eu não vi resultado, eu obtive mais dores, e muitas dores, porque quando a pessoa volta, que você traz com força dos seus braços, te machuca muito, você vê a pessoa dizer eu não te amo, eu amo outra pessoa, eu voltei por você só porque eu precisava de um teto, dói muito. Agora quando você ouve a pessoa dizer eu não precisava voltar para você porque eu teria tudo, mas eu quero voltar com você porque eu te amo, é a melhor coisa do mundo que tem. Você sabe que não é você que botou aquilo, você não fez nada, foi Deus quem fez, você tem a certeza que foi sólido e que vai ser para sempre. Então eu digo para quem está na luta, não importa as circunstâncias, não importa o que aconteça, não olhe para as circunstâncias, esqueça do teu cônjuge, esqueçam dele, deixa para lá, deixa nas mãos do Senhor e se encham de Deus, busquem a Palavra, busquem viver a vida de vocês, vão cuidar da aparência, não sejam religiosos. Não é ficar 24 horas assistindo culto, indo na igreja, lendo bíblia, não! Tenham um tempo reservado para o Senhor, um tempo de qualidade, de oração, quer jejuar, faça pela tua vida, se encha você de Deus. Assista os cultos, é ótimo é excelente, leia a Palavra, pois é o alimento da alma, do Espírito. Isso tudo sim, faça, reserve um tempo, mas não se esqueçam das outras coisas, de cuidar da sua saúde, de cuidar do teu corpo, do teu físico, arrumar o cabelo, a mulherada ir ao salão de beleza, os homens irem a academia, sair com os amigos que sejam pessoas que não leve para o mau caminho. Façam coisas saudáveis e deixe que Deus tenha o controle de tudo, ele não perdeu o controle de nada, na hora certa a restauração vai vir, se você estiver posicionado corretamente Deus vai agir, então deixa a mão de Deus agir, tira a sua mão, porque eu botei a minha mão e me arrependo, agora quando deixei a mão de Deus agir, depois que eu conheci o Pastor Henrique Lino e comecei a deixar ir, seguindo os ensinamentos que ele me passava as instruções dele baseado na Palavra tudo mudou.

Eu fiquei uns três meses no deserto, estamos agora no mês cinco, uns três meses e meio eu fiquei no deserto e meu casamento foi restaurado, foi um deserto simples, fácil, em termos foi. Eu não precisava levantar de madrugada, orar, eu não precisava passar fome, não precisava pagar penitência nenhuma, eu só buscava a Deus para mim, eu tive uma paz, neste ponto. Nossa! Foi moleza, por outro lado, é doloroso ficar separado, sem a pessoa que você ama, sem sua família, sem seus filhos, é muito doloroso. É difícil confiar em Deus, é difícil, hoje meu casamento está restaurado, eu falo de uma forma tranquila, é fácil confiar? Não é, eu sei que não é, vem a dúvida em muitos momentos da vida e você é obrigado a se posicionar e dizer não, eu decido confiar, e ver o que vai acontecer, eu não vou procurar saber o que esta acontecendo, é difícil, mas tu tem que manter a posição, então foi isso que eu fiz, eu decidi e falei: Se eu fui atrás de ajuda e eu consegui e Deus estendeu as mãos dele, que eu creio que foi ele quem me deu, com toda certeza do mundo que foi o Pastor Henrique Lino, eu vou seguir as orientações dele, e fiz isso e tive resultado, meu casamento foi restaurado para honra e glória do nome do Senhor Jesus.

Eu venho aqui deixar este testemunho estou voltando de Cascavel onde eu tive a conversa com a minha esposa, aliviado, tranquilo, calmo, se fosse antes eu não ia deixar que ela ficasse mais um mês lá para resolver todas as coisas… Eu já iria me precipitar e dizer você tem que voltar hoje, porque tem que voltar para nossa casa. Aquele medo de perder novamente já não paira mais em meu coração, eu tenho paz hoje em dia, eu tenho a certeza que foi isso que restaurou meu casamento. Eu vejo minha esposa verdadeiramente mudada, então nestes 20 dias que ela vai ficar lá será para resolver toda parte burocrática e voltar para nossa casa, Deus fez tudo perfeito, não tente acelerar as coisas, que não vai dar certo, eu vejo minha esposa mudada, eu me vejo mudado, eu era muito ansioso, hoje já não sou mais, aprendi a confiar.

Então eu venho agradecer primeiramente ao Senhor Jesus cristo por ter agido na minha vida, restaurado meu casamento a minha família, venho deixar um recado a todos, não desistam, não importa o que aconteça não desistam do casamento de vocês, vai ser restaurado, mais não desistam. Quero agradecer imensamente ao Pastor Henrique Lino, a irmã Cléia, todos do Ministério Atalaia, que é um ministério abençoado, um ministério sério, que simplesmente eles não estão brincando com a vida de pessoas, estão realmente cuidando de ovelhas, não é aquela coisa que pegam uma massa e querem atingir multidões com uma palavra para todos e dizer vai dar certo pra todo mundo, não! Se você fazer certo! Não precisa ser ritualista, você tem que ser bíblico, ser cristão verdadeiro, ser discípulo de Cristo, falhas vamos ter, eu caí no deserto, cometi muitos erros, tive medo, tive dúvidas, isso é normal acontecer, mas sigam em frente, não desistam, sempre façam a vontade do Senhor, o que o Pastor fala, obedeçam a ele. Vocês estão na direção de um homem abençoado, ele é usado por Deus neste Ministério grandiosamente, e se ele estiver lá e você está ouvindo a direção dele e botou em pratica, vai dar resultado. Agora se você não botar, não adianta querer resultado que não vai vir, eu botei em prática os ensinamentos que ele me passou e deu resultado, meu casamento foi restaurado, e eu agradeço a ele imensamente, desejo que o Senhor sempre abençoe poderosamente a vida dele, todo Ministério dele, ele é um homem duro, rígido, mas quer a coisa certa, é assim que tem que ser , e se não fosse assim, não daria certo, porque de Cristo os próprios discípulos falavam que palavra tão dura o Senhor prega, quem pode ouvi-la, então se Cristo que é amor deu um sermão tão duro que as pessoas e os próprios discípulos falaram isso, imagina como tem que ser, tem que ser duro, tem que ter pulso firme, porque caso contrário não haverá resultado, a gente vai se deixar levar pelos sentimento e emoções, vai meter os pés pelas mãos , então quero dizer uma coisa pra vocês: o que o Pastor falar obedeça, não é porque o Pastor está falando, porque ele esta sendo usado como uma ferramenta nas mãos do Senhor para alcançar vidas. Ele é um homem ungido, abençoado, eu agradeço imensamente, em todos os momentos que eu precisei ele nunca me desamparou, ele sempre atendeu minhas ligações, me retornou. Então eu digo que ele pode ajudar quem precisa e quem quer, porque muitos não querem ser ajudados, então pratique o evangelho, pratique os ensinamentos, assistam aos cultos, as live as quintas-feiras e botem em prática, que vocês vão ter resultados e todos vocês terão o casamento restaurado, assim como eu tive porque isso não é um privilégio para um ou para outro, isso é promessa para todos e todos podem ter o casamento restaurado.

Quero deixar aqui o meu abraço a todos que lutam pela restauração de casamento, quero dizer pra vocês que no nome de Jesus vocês também vão ter a vitória, e todos os casamentos serão restaurados. Deixo um forte abraço para todo Ministério Atalaia do Evangelho de Deus, espero que este meu testemunho ajude na fé de vocês, eu não sou muito bom com as palavras, é um testemunho real, eu realmente passei por tudo isso, talvez falando agora rapidamente assim não tenha tanto impacto, mas eu chorei muito, me doeu mais do que ver minha esposa beijando outra pessoa… Nada, nada… Hoje em dia não me dói mais, estou curado, em relação a ela, por estar grávida de outra pessoa, para mim não interfere em nada. Todo mundo se preocupa com isso, mas se Deus permitiu ele tem o bálsamo também… É meu filho, já amo como meu filho e isso é o que importa, não vejo esta diferença, então Deus tem o controle de tudo, confie somente em Deus, isso que eu queria deixar pra vocês… Um forte abraço e espero que o meu testemunho ajude a todos vocês a permanecerem firmes também, porque os testemunhos que eu ouvia me ajudaram muito e que este testemunho seja para honra e glória do Senhor Jesus, porque eu e minha casa serviremos ao Senhor.

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram