top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Ser imitador de Cristo



“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Porque pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não tenha de si mesmo mais alto conceito do que convém; mas que pense de si sobriamente, conforme a medida da fé que Deus, repartiu a cada um. Pois assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma função, assim nós, embora muitos, somos um só corpo em Cristo, e individualmente uns dos outros. De modo que, tendo diferentes dons segundo a Graça que nos foi dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé; se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino; ou que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com zelo; o que usa de misericórdia, com alegria. O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.” (Romanos 12:1-9)

Ser cristão é ser imitador de Cristo, aprendiz, portanto, passar por lutas assim como Ele passou, porque falar em ser cristão mas querer somente bênçãos e vitórias não é ser cristão e sim um religioso qualquer. Se realmente queremos viver o Evangelho de Jesus Cristo, é necessário conhecê-lo e, para praticá-lo, é necessário ter fé, uma vez que sabemos que sem fé é impossível agradar a Deus. Temos que viver o Evangelho, temos que transformar-nos e o mundo, segundo a Palavra de Deus, e não nos unirmos ao mundo, ou a doutrinas que nos são convenientes. Ser cristão é ter condições e exercer a autoridade que Jesus nos deu, mas também é preciso que enfrentemos as aflições, porque, sendo Ele Mestre, sofreu todos os tipos de aflições e não reclamou ou se lamentou. Por isto sempre falo: as pessoas que gostam de se identificar como evangélicas, a maioria sequer conhece Cristo, elas simplesmente fazem parte de uma denominação qualquer, são membros de uma congregação e acham que já estão salvas e que já estão fazendo tudo. As pessoas gostam de falar que são isto ou aquilo, que Deus vai lhes dar isto ou aquilo, mas muitas vezes as suas falas são ofensivas a Deus. Muitas pessoas que se identificam como profetas, profetisas, pastores, a bem da verdade, não conhecem Cristo, não conhecem Deus e o seu Poder.

“Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros; não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; acudi aos santos nas suas necessidades, exercei a hospitalidade; abençoai aos que vos perseguem; abençoai, e não amaldiçoeis; alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram; sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altivas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios aos vossos olhos; a ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas dignas, perante todos os homens. Se for possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens.” (Romanos 12:10-18). Ser cristão é obedecer a Cristo, e Ele nos mandou amar o próximo como a nós mesmos. Mas, mesmo dentro dos templos denominacionais, não vemos a prática desse mandamento, porque vemos pessoas passando por todos os tipos de necessidades, e os seus líderes as enganando, as extorquindo, e não cuidando, protegendo ou suprindo as necessidades delas, apesar de suas denominações serem ricas e com investimentos em várias áreas e setores. Mas esses líderes não investem no Reino, não obedecem a Cristo. Portanto, é claro que não são cristãos, é claro que não têm fé, pois quem tem fé pratica as ordenanças do Senhor por temor, pois sabe as consequências da rebeldia e das desobediências. Temos que simplesmente ser perseverantes nas tribulações e não reclamões, pois sabemos que temos um Senhor que tudo vê e sabe, por isto a todo o tempo devemos dar graças a Ele, saber que é a nossa obrigação sempre abençoar a todos e jamais amaldiçoar alguém, pois todos são criaturas do Senhor. Ao amaldiçoar alguém, estamos amaldiçoando uma criatura de Deus, e com certeza Deus não vai gostar, mas, claro, somente quem tem fé entende sobre o que estamos falando. Temos que aprender a nos compadecer do próximo e saber que não somos melhores do que ninguém, muito pelo contrário, e por esse motivo sempre estamos prontos a aprender mais, porque o Senhor sempre está nos ensinando, e nós só devemos manter os nossos olhos abertos para enxergar os ensinamentos Dele, uma vez que Ele usa qualquer coisa ou qualquer pessoa para nos dar ensinamentos. “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas daí lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor. Antes, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Romanos 12:19-21).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page