top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Sempre nos alegar no Senhor




“Portanto, meus amados e saudosos irmãos, minha alegria e coroa, permanecei assim firmes no Senhor, amados. Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no Senhor. E peço também a ti, meu verdadeiro companheiro, que as ajudes, porque trabalharam comigo no Evangelho, e com Clemente, e com os outros meus cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida. Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor. Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus de paz será convosco. Ora, muito me regozijo no Senhor por terdes finalmente renovado o vosso cuidado para comigo; do qual na verdade andáveis lembrados, mas vos faltava oportunidade.” (Filipenses 4:1-10)

O apóstolo Paulo, nessa missiva aos irmãos da igreja em Filipos, seus colaboradores na propagação e divulgação do Evangelho, os elogia e ainda lhes passa recomendação para cuidarem uns dos outros, e ao mesmo tempo fala para eles se alegrarem no Senhor. Veja que ele repete, fala para se alegrarem sempre no Senhor (regozijar), ou seja, não importa o nosso trabalho, por mais árduo que possa ser, não importam as nossas lutas, por mais difíceis que sejam, devemos sempre nos alegar no Senhor, pois sabemos que nada foge ao seu controle. Também nos ensina que não devemos andar ansiosos por nada, porque temos um Deus, um Pai que está no controle de todas as coisas, e, assim, o que queremos ou desejamos devemos falar com Ele, e sempre falamos em oração direta a Ele, em Nome de seu Filho amado Jesus Cristo. Quando assim procedemos, temos paz, a Paz do Senhor inundará o nosso corpo e a nossa mente, e assim sabemos que tudo está acontecendo de acordo com a sua vontade. A paz que o mundo não conhece é estarmos em plena batalha, mas estarmos em paz, e, para isto, é necessário vivermos segundo a sua vontade, o seu Evangelho, porque só encontraremos o Senhor se nos submetermos a Ele. Temos que viver em constante pensamento nas coisas do Senhor, viver no Evangelho, para o Evangelho e do Evangelho, pois assim estaremos no Senhor, e Ele em nós.

“Não digo isto por causa de necessidade, porque já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre. Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade. Posso todas as coisas naquele que me fortalece. Todavia fizestes bem em tomar parte na minha aflição. Também vós sabeis, ó filipenses, que, no princípio do Evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma igreja comunicou comigo no sentido de dar e de receber, senão vós somente; porque estando eu ainda em Tessalônica, não uma só vez, mas duas, mandastes suprir-me as necessidades. Não que procure dádivas, mas procuro o fruto que cresça para a vossa conta. Mas tenho tudo; tenho-o até em abundância; cheio estou, depois que recebi de Epafrodito o que dá vossa parte me foi enviado, como cheiro suave, como sacrifício aceitável e aprazível a Deus.” (Filipenses 4:11-18). Paulo agradece a ajuda que a igreja lhe enviou, mas deixa claro que não é isso o que ele busca, mesmo porque está acostumado a passar por todos os tipos de lutas e necessidades, mas nada disso atrapalha ou enfraquece o seu ministério, porque ele quer sim ver as pessoas andando, vivendo em conformidade com o Evangelho de Jesus Cristo. Portanto, nós sabemos que devemos ajudar, socorrer os nossos irmãos quando estão passando por dificuldades, também devemos receber ajuda quando estivermos precisando, mas sabemos que não é luxo, conforto ou estabilidade financeira ou material que buscamos aqui. Como o próprio texto nos mostra, não devemos estar preocupados com nada, e sim aprendermos a confiar no Senhor, e basta cada dia o seu mal. Não devemos ter medo de passar por necessidades, ou nos preocuparmos em termos farturas e abundância, e sim em estarmos cheios de Jesus, vivendo a sua Palavra, pois ela é que nos dará vida em abundância. “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na Glória em Cristo Jesus. Ora, a nosso Deus e Pai seja dada glória pelos séculos dos séculos. Amém. Saudai a cada um dos santos em Cristo Jesus. Os irmãos que estão comigo vos saúdam. Todos os santos vos saúdam, especialmente os que são da casa de César. A Graça do Senhor Jesus Cristo seja com o vosso espírito.” (Filipenses 4:19-23).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page