top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Revelação do Senhor



“Ora, havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem, justo e temente a Deus, esperava a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. E lhe fora revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ver o Cristo do Senhor. Assim pelo Espírito foi ao templo; e quando os pais trouxeram o menino Jesus, para fazerem por Ele segundo o costume da lei, Simeão o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse: Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, segundo a tua Palavra; pois os meus olhos já viram a tua salvação, a qual tu preparaste ante a face de todos os povos; luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo Israel. Enquanto isso, seu pai e sua mãe se admiravam das coisas que deles se diziam. E Simeão os abençoou, e disse a Maria, mãe do menino: Eis que este é posto para queda e para levantamento de muitos em Israel, e para ser alvo de contradição, sim, e uma espada traspassará a tua própria alma, para que se manifestem os pensamentos de muitos corações.” (Lucas 2:25-35)

Segundo a lei de Moisés, quando a criança completa oito dias, é levada ao templo para ser circuncidada e também apresentada ao Senhor, e é esse o momento em que dão nome à criança. Assim aconteceu com Jesus, e tinham que consagrá-lo, por Ele ser o primogênito, ocasião em que os pais deveriam levar e oferecer um casal de rolinhas ou pombinhas, e assim José e Maria fizeram, levando Jesus ao Templo. Mas no templo havia um senhor já bem idoso, temente a Deus, que tinha recebido a Promessa do Senhor de que, antes de morrer, veria a Promessa de Deus para Israel se cumprir, que ele veria o Messias, o Salvador. Como sempre estava no templo, quando levaram Jesus, ele o viu e soube na hora quem era aquela criança. Quando viu a criança, agradeceu a Deus, e, orando, disse ao Senhor que poderia recolhê-lo, pois ele já tinha visto o Salvador. E foi além, ele ainda disse, ou melhor, revelou o sofrimento que Maria iria passar, que seria como uma espada trespassar a sua alma, e assim aconteceu, pois não existe um sofrimento maior do que uma mãe ver o sofrimento e morte do seu filho, como aconteceu.

“Havia também uma profetisa, Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era já avançada em idade, tendo vivido com o marido sete anos desde a sua virgindade; e era viúva, de quase oitenta e quatro anos. Não se afastava do templo, servindo a Deus noite e dia em jejuns e orações. Chegando ela na mesma hora, deu graças a Deus, e falou a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém. Assim que cumpriram tudo segundo a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para sua cidade de Nazaré.” (Lucas 2:36-39). Também havia uma mulher de idade, serva do Senhor, que tinha dedicado a sua vida a lhe servir. Também o Senhor já lhe tinha revelado, e quando ela viu o menino, glorificou o Senhor. Temos que entender que o Senhor já disse que não faria nada sem antes revelar aos seus servos, os profetas. Assim sabemos e vimos, pois, milhares de anos antes, o Senhor tinha revelado como Jesus viria e pelo que passaria, inclusive seus sofrimentos e morte na cruz. Foi tão detalhista que falou que viria de uma mulher virgem, e que as suas roupas seriam divididas e disputadas, como foi pelos soldados. Hoje também o Senhor nos revela tudo através da sua Palavra, nos mostra o que acontecerá, nos alerta, e nós somente glorificamos o Senhor. A maioria das pessoas se assusta e é surpreendida, mas nós não, porque meditamos na Palavra do Senhor, procuramos servi-lo, e Ele nos mostra tudo. Por isto glorificamos o seu Nome e sabemos que estamos caminhando para ver tudo se cumprir, e ainda muita coisa irá acontecer antes da volta de Jesus, e não tardará. Fomos avisados, portanto, assim como Simeão e a profetisa Ana, devemos esperar, aguardar, sabendo que irá acontecer. A revelação do Senhor está ao alcance de todos, basta nos dedicarmos a servir ao Senhor, procurarmos conhecer a sua vontade, pois o seu Evangelho está ao alcance de todos, pelo menos no Brasil, quem não tem uma Bíblia é simplesmente porque não quer. E se não procurar ler, meditar, não terá a revelação do Senhor, e será surpreendido com os fatos que irão acontecer, antes da vida Gloriosa do nosso Senhor. Portanto, ainda está em tempo, busquemos o Senhor para que possamos entender o nosso futuro, o que nos aguarda. “E o menino ia crescendo e fortalecendo-se, ficando cheio de sabedoria; e a Graça de Deus estava sobre Ele. Ora, seus pais iam todos os anos a Jerusalém, à festa da páscoa. Quando Jesus completou doze anos, subiram eles segundo o costume da festa; e, terminados aqueles dias, ao regressarem, ficou o menino Jesus em Jerusalém sem o saberem seus pais; julgando, porém, que estivesse entre os companheiros de viagem, andaram caminho de um dia, e o procuravam entre os parentes e conhecidos; e não o achando, voltaram a Jerusalém em busca Dele. E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.” (Lucas 2:40-46).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


bottom of page