• Pr. Henrique Lino da Silva

Respirando ameaças



“E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote.” (Atos 9:1)           Ainda Saulo de Tarso, antes de ser conhecido como Paulo, ou o apóstolo Paulo, por ser um fariseu fiel a sua crença, a sua religião, ele tinha um ódio muito grande por todos os que infringiam a lei de Moisés, da qual era um praticante. Portanto, a raiva dele se fundamentava no zelo que tinha da prática da lei, porque entendia que os que não praticavam a lei eram infratores que deveriam ser destruídos, e por isto os perseguia, espancava e os prendia. Temos que compreender que a raiva, o ódio de Saulo pelos cristãos não era de maneira gratuita, mas sim porque ele acreditava na antiga lei e nos seus mestres, por isto achava que as pessoas, agindo de outra maneira, estavam desrespeitando o Senhor, e por isto ele queria puni-las. Por esse motivo ele foi até o sumo sacerdote, autoridade máxima religiosa, com o objetivo de pedir autorizações, cartas para que pudesse, onde encontrasse os seguidores de Cristo, os prender, espancar e trazê-los acorrentados a Jerusalém para os atirar na prisão. Muitas vezes nós, por termos recebido ensinamentos errados, cremos que estamos fazendo o certo, que aquilo em que acreditamos e defendemos é o correto. Assim são os católicos. Por terem nascido de famílias católicas, eles creem nisso, creem em imagens de santo este ou aquela, e acham que, se falarem algo contra, estarão ofendendo a Deus ou a uma divindade qualquer. Por isto os embates entre católicos e crentes, porque eles acreditam nas imagens, já que foram ensinados a assim fazer. Então cabe a nós, os que cremos em Jesus como o nosso único Mestre e Salvador, ensinar e mostrar essa verdade a eles. “E pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns deste Caminho, quer homens quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.” (Atos 9:2). Saulo então pediu autorizações para se dirigir com uma escolta a Damasco para visitar os templos (sinagogas) onde encontraria os seguidores de Jesus, os prenderia e os traria de volta a Jerusalém presos. Na verdade, temos que admirar Paulo antes da sua conversão e depois mais ainda, é claro, porque, como um praticante da lei, era fiel e procurava cumprir os seus preceitos, e depois da sua conversão foi um dos mais fiéis servos do Senhor. A fidelidade no que acreditava era algo marcante na vida desse homem, por isto tornou-se um dos maiores pregadores do Evangelho de Jesus Cristo, um verdadeiro homem de Deus, de quem nós devemos seguir seus conselhos e procurar imitá-lo, porque saberemos que estamos fazendo o certo. “E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?” (Atos 9:3-4). Saulo então, munido da documentação, das autorizações da maior autoridade religiosa de Israel, se dirige a Damasco com o objetivo de cumprir a missão que já tinha sido determinado fazer, ou seja, perseguir os cristãos. Mas no meio do caminho, na verdade já próximo a Damasco, de repente surge uma grande Luz que o cercou, e foi tão intensa que ele caiu por terra. Essa Luz maravilhosa era o próprio Senhor Jesus quem estava aparecendo para ele, a fim de convocá-lo em missão, para ele, ao contrário de perseguir os cristãos, ser perseguido como cristão. Jesus então fala com Saulo, pergunta o porquê de ele o perseguir, pois sabemos que todas as vezes que perseguimos um verdadeiro cristão estamos perseguindo o próprio Senhor Jesus. Vejam que maravilha! O Senhor Jesus apareceu para um homem perseguidor da sua igreja com o objetivo de torná-lo um perseguido também, e sabemos que assim foi, pois Paulo foi um dos discípulos mais perseguidos, que mais vezes foi preso, espancado, surrado e preso, e terminou morto em Roma. “E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.” (Atos 9:5). Saulo pergunta quem ele era, e Jesus responde, se identifica dizendo que é o Senhor a quem ele, Saulo, estava perseguindo. Creio que nessa hora o medo se apoderou totalmente de Saulo, pois ele percebeu o seu erro, soube que esteve o tempo todo errado. Jesus ainda disse que era duro, difícil ir contra o aguilhão, porque ele estava o tempo todo indo contra o Senhor ao perseguir os cristãos. Então Jesus mostra-lhe o seu erro. Em uma fração de segundos, Saulo compreendeu e entendeu tudo, e agora vemos a sua humildade em sua pergunta, pois ele quer saber como fazer, o que ele pode mudar, como deve proceder, agir. “E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer. E os homens, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém.” (Atos 9:6-7). Jesus então lhe manda levantar e ir para a cidade de Damasco, para onde estava se dirigindo, e que lá ele ouviria o que era para fazer, portanto, os planos de Saulo já não existem mais, agora o que prevalece são os planos do Senhor. Saulo iria ainda saber como deveria se comportar, como deveria fazer, mas ele só ouviria em Damasco. As pessoas que o estavam acompanhando viram a Luz, mas não entenderam nada, pois o Senhor veio falar com Saulo, a missão era para ele e não para todos. Por isto sempre digo: Jesus nos fala de maneira individual. “E Saulo levantou-se da terra, e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco. E esteve três dias sem ver, e não comeu nem bebeu.” (Atos 9:8-9). Leiam e pratiquem a Bíblia Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

13 visualizações

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram