• Pr. Henrique Lino da Silva

REJEIÇÃO

"Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria, e que tinham visto o que Jesus fizera, creram Nele." (João 11:45) Jesus tinha ressuscitado Lázaro, irmão de Maria e Marta, e isso foi um grande sinal, um grande milagre jamais visto em Israel, principalmente porque Jesus estava ausente quando Lázaro morreu. Quando ele ficou enfermo, as suas irmãs mandaram dizer a Jesus que seu irmão estava doente. Isto porque Jesus era amigo da família e sempre que ia a Betânia ia à casa deles para descansar e se alimentar. Mas, quando Jesus foi informado de que Lázaro estava doente, Ele fez questão de não ir logo, pois sabia o que aconteceria. Esperou até que Lázaro morresse e então se dirigiu a Betânia. Lá chegando, já fazia quatro dias que Lázaro estava morto, consequentemente, com a deterioração o corpo estava com mau cheiro. Isto quer dizer que aos olhos humanos seria impossível Lázaro reviver, voltar a ter vida, uma vez que estava comprovada a sua morte, porque estava há quatro dias morto e fedendo. Jesus, ao chegar, se emocionou ao ver seu amigo morto, mas dá a ordem, chama Lázaro para fora. Então o defunto vem todo amarrado, envolto em faixas, como era o costume naquela época e daquela região assim proceder com todos os que morriam. Também era costume colocarem o corpo em sepultura, covas, uma espécie de fenda, caverna em um barranco, com entrada. Para chegar ao ponto onde os defuntos ficavam, havia uma descida de alguns degraus. Quando Jesus deu a ordem, Lázaro subiu, ou melhor, flutuou os degraus e chegou até a porta, onde Jesus mandou que o desamarrassem, que tirassem as suas faixas. Quando todos viram isso acontecer, muitos creram em Jesus, sabiam que Ele era o Messias, o Filho de Deus, o Salvador de Israel e de todo o mundo, o Filho de Deus. Através desse sinal, muitas pessoas entenderam, compreenderam que a Promessa de Deus tinha se cumprido. "Mas alguns deles foram ter com os fariseus, e disseram-lhes o que Jesus tinha feito. " (João 11:46). Mas,como em todo lugar, existem pessoas incrédulas, que, mesmo vendo os sinais acontecerem diante dos seus olhos, se recusam a acreditar. Essas são as pessoas das quais Deus endurece o coração para que não sejam salvas e curadas por Ele. Muitos que não creram, que não aceitaram aquilo como um sinal de Deus foram aos fariseus, aos religiosos, para contar e fomentar uma perseguição a Jesus. Infelizmente, existem pessoas que podem ver acontecer os maiores milagres, sinais diante delas e mesmo assim não creem, continuam incrédulas. Essas são as que estão destinadas ao cativeiro eterno. Mas devemos saber que não existe nada fora do controle do Senhor, e até essas pessoas Deus assim permite para mostrar o seu Poder, assim como endureceu o coração do faraó. "Depois os principais dos sacerdotes e os fariseus formaram conselho, e diziam: Que faremos? Porquanto este homem faz muitos sinais. Se o deixamos assim, todos crerão Nele, e virão os romanos, e tirar-nos-ão o nosso lugar e a nação." (João 11:47-48). Esses fariseus, esses religiosos, esses que eram a nata, os principais líderes eclesiásticos daquela época, esses que se reuniam todos os sábados para lerem a Torá (lei), que tinham a obrigação de ensinar a Palavra de Deus, esses que diziam conhecer a vontade de Deus estavam preocupados em exterminar o Filho de Deus. Imediatamente formaram um conselho, concílio, uma reunião para decidir o que fazer com Jesus. Eles não se reuniram para decidirem apoiar Jesus e sim para matá-lo, pois estavam com inveja, com ciúmes Dele e de seu Poder. Também como naquela época Israel vivia sob o domínio de César (Roma), eles estavam com medo de Roma não gostar e atacar, porque eles sabiam que aquele Jesus era o Libertador, só não entendiam como. Esses fariseus estavam preocupados em agradar a si mesmos, estavam preocupados em agradar o inimigo, César, não estavam preocupados em agradar a Deus. Não entendiam que o Poder de Deus é insuperável; eles se colocaram na posição de adversários, inimigos de Deus, ao buscarem uma solução para eliminar Jesus. Eles sabiam quem era Jesus, mas escolheram rejeitá-lo e viver sob o domínio do inimigo. Assim são as pessoas que sabem quem é Jesus, sabem que somente Ele tem Poder, somente Ele pode salvar, mas mesmo assim se recusam a ir a Ele. Não querem abrir mão dos seus pecados, não querem se arrepender, preferem o mundo, e por isso padecem e sofrem, isto porque, conhecendo a Verdade, a negam. "E Caifás, um deles que era sumo sacerdote naquele ano, lhes disse: Vós nada sabeis, Nem considerais que nos convém que um homem morra pelo povo, e que não pereça toda a nação. Ora ele não disse isto de si mesmo, mas, sendo o sumo sacerdote naquele ano, profetizou que Jesus devia morrer pela nação. E não somente pela nação, mas também para reunir em um corpo os filhos de Deus que andavam dispersos." (João 11:49-52). Mas Deus age de todas as maneiras, e agora usa um deles, usa o que era o sacerdote daquele ano, que profetizou, revelou, falou o que ele mesmo não sabia ou entendia. Caifás falou o que realmente aconteceu, mas ele falou sem saber exatamente o que dizia, ele estava sendo simplesmente usado por Deus, mostrando que aquele Jesus era o Filho de Deus que iria morrer por causa de todos nós, para que pudéssemos ter vida, para que pudéssemos nos reunir Nele. Apesar de saberem isso, apesar de tudo, eles, fariseus, não entenderam, não se arrependeram, não abandonaram os seus maus propósitos, e levaram Jesus à morte, como sabemos, como sabemos também que todos eles padeceram por toda a eternidade. Assim, muitos são os que sabem quem é Jesus, sabem que Ele sofreu e morreu para nos dar vida, para sermos unidos a Ele, mas mesmo assim se recusam a aceitar isto, não querem abandonar as suas rebeldias e seus pecados, e por isso padecerão por toda a eternidade. Mas ainda há tempo de se arrependerem e se renderem ao Senhor para que sejam salvos em Jesus. "Desde aquele dia, pois, consultavam-se para o matarem. Jesus, pois, já não andava manifestamente entre os judeus, mas retirou-se dali para a terra junto do deserto, para uma cidade chamada Efraim; e ali ficou com os seus discípulos. E estava próxima a páscoa dos judeus, e muitos daquela região subiram a Jerusalém antes da páscoa para se purificarem. Buscavam, pois, a Jesus, e diziam uns aos outros, estando no templo: Que vos parece? Não virá à festa? Ora, os principais dos sacerdotes e os fariseus tinham dado ordem para que, se alguém soubesse onde ele estava, o denunciasse, para o prenderem." (João 11:53-57). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pastor Henrique Lino.

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram