top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Pleno conhecimento de Deus



“Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas no pleno conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor;

visto como o seu Divino Poder nos tem dado tudo o que diz respeito à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua própria Glória e Virtude; pelas quais Ele nos tem dado as suas preciosas e grandíssimas promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza Divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.” (2 Pedro 1:1-4)

Pedro, escrevendo a sua segunda carta, inicia se identificando, dizendo quem é, fala o seu nome e que é um servo do Senhor, e também apóstolo de Jesus Cristo. Antes de sermos pastores, evangelistas, obreiros, temos que ser servos do Senhor, temos que nos identificar e sermos reconhecidos como servos de Cristo, porque, se não formos servos Dele, então não somos nada. Pedro não está escrevendo para todos, ou para qualquer um, mas aos irmãos, aos que alcançaram a fé em Cristo, aos que como ele se identificam na mesma fé, portanto, o que ele vai falar nessa carta não pode ser difícil de entender, compreender, porque são pessoas assim como ele que conhecem Jesus Cristo. Logo em seguida, ele faz a saudação cristã, pedindo ao Senhor que a paz e o conhecimento de Deus e de Jesus Cristo sejam multiplicados na vida deles. É exatamente isso que devemos pedir pelos irmãos, que todos eles venham a ter cada vez mais paz e conhecimento de Deus e de Cristo, pois somente assim poderão se aproximar mais Dele, porque são muitos até que têm boas intenções, mas não têm conhecimento da Verdade, e por tal motivo não adoram o Senhor como deveriam, não lhe obedecem, não praticam o Evangelho, por desconhecerem como devem proceder. O Senhor já nos deu todos os tipos de promessas e nos tem mostrado o seu Grandioso Poder, para que possamos saber quem Ele é, portanto, não temos desculpas para não buscá-lo e servi-lo.

“E por isso mesmo vós, empregando toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência, e à ciência o domínio próprio, e ao domínio próprio a perseverança, e à perseverança a piedade, e à piedade a fraternidade, e à fraternidade o amor.” (2 Pedro 1:5-7). Pedro exorta aos irmãos que empreguem, usem toda experiência, tempo e tudo o que for possível para que, tendo fé, sejam virtuosos, porque, se temos fé no Senhor, então temos que ser pessoas virtuosas, temos que viver em conformidade com o seu Evangelho, porque de nada adianta dizermos que somos cristãos, se vivermos de maneira mundana. Assim estaremos dando um péssimo exemplo, e com certeza não seremos aceitos pelo Senhor, e, se não formos aceitos, seremos rejeitados, e o lugar de rejeitados é no inferno. Sendo pessoas virtuosas, devemos usar da ciência para apresentarmos o Evangelho a todos, porque basta olhar para a Criação que vemos o Senhor, e a ciência comprova a existência, a Criação e a manutenção do mundo pelo Senhor, porque, se não fosse Ele, tudo já há muito teria desmoronado. Sendo pessoas virtuosas e com conhecimento, então teremos domínio próprio, porque não existe crente, evangélico, seguidores de Jesus legítimos que não tenham domínio próprio. Se conhecemos Cristo, se sabemos quem é o Senhor, sabemos que não podemos agir de acordo com a nossa carne, nossa vontade; se pertencemos a Cristo, dominamos a nossa vontade carnal. Tendo domínio próprio, então perseveramos na fé, em viver de acordo com a Palavra, mesmo que tenhamos muitas lutas e perseguições, assim, tendo conhecimento, sendo perseverantes, seguimos em direção ao Senhor, certos da nossa vitória, do nosso descanso com Ele. Sendo cristãos, temos piedade, fraternidade e amamos o próximo como a nós mesmos, pois vivemos em obediência ao Senhor, e Ele determinou que devemos amar o próximo como a nós mesmos. Obediência. “Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, elas não vos deixarão ociosos nem infrutíferos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

Pois aquele em quem não há estas coisas é cego, vendo somente o que está perto, havendo-se esquecido da purificação dos seus antigos pecados. (2 Pedro 1:8-9).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino



42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page