• Pr. Henrique Lino da Silva

PERMANECENDO NO AMOR DE CRISTO




Se permanecer em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito (João 15:7)

Quando respeitamos, acatamos a Palavra do Senhor, quando, não nos damos o luxo de desviarmos dos seus mandamentos, e, se tudo fizermos para cumprir na totalidade os seus preceitos; e vivemos, colocando o Senhor como prioridade em tudo, em nossas vidas. Quando o nosso casamento, família, dinheiro, filhos, trabalho, bens materiais, saúde, e tudo mais, ocupe, um segundo, ou terceiro lugar em nossas vidas, e o primeiro, seja, sempre ocupado pelo nosso Deus; todas estas coisas teremos e desfrutamos, pois, o próprio Deus nos dará. Nada será grande demais, porque, o que pedirmos, receberemos; esta é a palavra do Senhor. "Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus discípulos.” (João 15:8) Porque, ao sermos obedientes, e amar o Senhor, honrá-lo, teremos poder de pedir o que necessitamos, e, Ele nos concederá, e, nos concedendo, testemunharemos o seu poder, e, todos glorificam o nome Dele, e, assim, muitos quererão servir e obedecer ao mesmo Deus que obedecemos; assim, almas são salvas para Honra e Gloria do Nome do Senhor. "Como o Pai me amou, também eu vos amei; permanecei no meu amor.” (João 15:9) Deus mostrou de forma clara o amor pelo seu Filho Jesus, e agora o Senhor Jesus promete nos amar com o mesmo amor, mas, para desfrutarmos deste amor, devemos ser obedientes assim como Jesus foi até a morte, e morte de cruz.

"Se guardares os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço.” (João 15:10)Vejam, que para permanecermos no amor de Cristo, desfrutarmos deste amor , devemos ser obedientes a Ele; portanto não existe a facilidade apregoada por muitos,onde tudo, se resume a falar no Nome do Senhor, ou, ir a igreja; mas, devemos viver segundo Ele determinou que vivêssemos, não sermos religiosos, mas, praticantes da Palavra, pois, só assim, desfrutaremos do amor de Jesus. Devemos entender que Jesus foi vencedor porque foi obediente em tudo, e, portanto, desfruta de todo amor do Pai, e se queremos vencer, devemos imita-lo. "Tenho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo.” (João 15:11)Jesus, ao nos cobrar obediência, esta querendo que desfrutemos da sua alegria, que a nossa alegria seja completa, que tenhamos felicidade, que desfrutemos de amor legitimo, de verdadeiro cuidado de Pai; a alegria de Jesus, vendo que por causa da nossa obediência somos felizes e alegres o faz mais alegre, pois vê frutos. "O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.” (João 15:12)O mandamento é o amor; pois, quem ama, não rouba, trai, engana, ou guarda qualquer outro sentimento faccioso em seu coração, quem ama o próximo está obedecendo a Palavra do Senhor; pois, Deus amou-nos, a ponto de enviar o seu Filho único para morrer em nosso lugar. E o Filho, foi obediente e por amor, sofreu e morreu por todos nós.

"Ninguém tem maior amor do que este: de dar a alguém a própria vida em favor dos seus amigos.” (João 15:13) É incontestável o amor de Cristo por nós, pois, se sujeitou o sofrimento e a morte por nós, quando éramos todos pecadores; e fez isto, para que pudéssemos ser salvos, nos tratou como amigos verdadeiros; mesmo, muitos de nós, ainda hoje sendo traidores e desobedientes; mas, mesmo assim, Ele nos chama para o seu amor, para a obediência. "Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando.” (João 15:14) Somos amigos de Jesus, e permanecemos em seu amor se formos obediente a sua Palavra, se procedermos segundo os seus mandamentos; se queremos desfrutar deste amor, sejamos obedientes. "Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.” (João 15:15)Jesus, ao nos chamar de amigos, revelou todo a sua natureza, e o seu poder, para desfrutássemos do seu amor, e, nos colocou em igual condição ao nos tornar seu amigo, mediante a obediência Nele; e por isto, todos os que realmente são obedientes, foram escolhidos por Ele. "Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vo-lo conceda.” (João 15:16)

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo