top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

PACIENTES ATÉ A À VINDA DO SENHOR



“Sede, pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima.” (Tiago 5:7-8)

          Devemos ser pacientes, apesar das lutas, das batalhas que enfrentamos constantemente, porque isso é previsto até o grande dia da volta do Senhor. Não podemos nos desesperar, ou achar que estamos sofrendo demais, ou que o Senhor não está vendo os nossos sofrimentos, as nossas lutas, porque maior luta e sofrimento enfrentou Cristo por nós, quando todos éramos pecadores, e Deus Pai estava vendo, mas era necessário que a Palavra se cumprisse. Se falamos que somos cristãos, que somos discípulos, aprendizes de Cristo, então não podemos reclamar, porque sabemos que Ele enfrentou tudo sem abrir a boca para reclamar, sem pedir clemência. Ele foi o Cordeiro mudo. Assim, sejamos pacientes. Da mesma maneira, o lavrador espera o tempo de chuva para semear ou fazer brotar as sementes; mesmo que ele esteja passando necessidade, ele aguarda com paciência, pois sabe que no momento certo a chuva virá e vai molhar a terra, e as sementes brotarão, crescerão e darão seus frutos. Assim, sabemos que no momento certo seremos chamados para ir ao encontro Daquele que nos comprou com o seu precioso Sangue carmesim. A vinda de Cristo está próxima, e por isso temos que nos manter vigilantes, para que, quando Ele chegar, nos encontre fiéis à sua Palavra, para que não sejamos preteridos. Não temos do que reclamar, pois sabemos que ainda estamos no mundo, mesmo que vivendo no Reino como pessoas do Reino de Deus, mas, aqui, o mundo nos odeia e nos persegue, aqui estamos em território inimigo, portanto, são esperadas as perseguições que enfrentamos com honra para o nosso Mestre e Senhor Jesus Cristo. “Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta.” (Tiago 5:9). Não podemos viver reclamando ou nos queixando das pessoas ou para as pessoas, porque toda reclamação é diretamente contra o Senhor, pois Ele é o Senhor de tudo, e nada acontece se não for a sua vontade ou permissão. Ao reclamarmos com alguém, ou de alguém, estamos reclamando Dele e afirmando que Ele não sabe cuidar de nós, assim, pois, tendo esse conhecimento, nos calemos, e por mais que esteja doendo, glorifiquemos o seu Nome (que é Santo para sempre Amém.)

 “Meus irmãos, tomai por exemplo de aflição e paciência os profetas que falaram em Nome do Senhor. Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso.” (Tiago 5:10-11). Devemos analisar os verdadeiros homens de Deus, os homens dos quais a Bíblia nos conta as suas histórias, e veremos que todos, sem exceção, sofreram de maneira terrível. Basta observar os sofrimentos de Isaías, Jeremias, Ezequiel, Zacarias, além de tantos outros, ou dos discípulos de Jesus, homens que morreram assassinados, que sofreram perseguições, mas não negaram a sua fé. Vemos o apóstolo Paulo que, após a sua conversão, sofreu todo tipo de perseguição, foi espancado, apedrejado, mas não negou o Senhor e não reclamou com ninguém. “Envergonhado o digo, como se nós fôssemos fracos, mas no que qualquer tem ousadia (com insensatez falo) também eu tenho ousadia. São hebreus? Também eu. São israelitas? Também eu. São descendência de Abraão? Também eu. São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte, muitas vezes. Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um. Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez. Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas. Quem enfraquece, que eu também não enfraqueça? Quem se escandaliza, que eu me não abrase? Se convém gloriar-me, gloriar-me-ei no que diz respeito à minha fraqueza. O Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que é eternamente bendito, sabe que não minto. Em Damasco, o que governava sob o rei Aretas pôs guardas às portas da cidade dos damascenos, para me prenderem. E fui descido num cesto por uma janela da muralha; e assim escapei das suas mãos.” (2 Coríntios 11:21-33). Diante de tamanha revelação só temos que nos envergonhar de ficarmos reclamando por causa de qualquer coisa. Temos que aprender a agir como Paulo, como os homens e mulheres de Deus que realmente entregaram as suas vidas ao Senhor, e em toda situação glorificavam o seu Nome. Também não podemos ficar jurando por nada, sejamos autênticos e diretos se acreditarem em nós, bem, caso contrário, que fiquem assim mesmo. “Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação. Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores. Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto. Irmãos, se algum dentre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter, saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.” (Tiago 5:12-20).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page