• Pr. Henrique Lino da Silva

Os dons

“Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar.” (1 Coríntios 14:1)

O apóstolo Paulo nos exorta a seguir o amor, e nós sabemos que o Amor verdadeiro é o Senhor, pois a própria Bíblia nos fala que um dos nomes do Senhor é amor. Temos que entender e compreender exatamente o que é o amor, porque muitos pensam que esse sentimento terreno corrompido, cheio de preferências, é amor, mas não é, pois, como o apóstolo João nos ensina, o amor é algo superior, não é invejoso, ciumento, não é maléfico. Aqui vemos pessoas falando que amam, mas se corroem de ciúmes e não só apoiam como defendem o erro em prol de alguém que dizem amar. Não param para pensar que com essa atitude na verdade estão demonstrando ódio. Sim, porque se amamos uma pessoa e a vemos em erro, temos a obrigação de mostrar-lhe os seus erros e exortar para que os abandone, e jamais em tempo algum concordar, aceitar os erros com a desculpa de que a amamos. Vejo pais concordarem, aceitarem os erros dos filhos dizendo que nada podem fazer porque os ama e são seus filhos. Esses que não exigem mudança por parte dos filhos estão na verdade odiando-os, pois com essa atitude eles irão padecer por toda a eternidade, assim como os pais, por concordarem, aceitarem passivelmente o erro. Devemos entender que amar é um dom e buscar com afinco esse dom, pois é o principal e, na verdade, superior a todos os outros. “Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios.” (1 Coríntios 14:2). Assim também devemos estar em alerta sobre o dom de falar em línguas, pois são muitos os que falam em línguas, outros tantos fazem imitações, e as pessoas estão aplaudindo, mas creio que fazem isso por desconhecerem a Palavra de Deus, porque falar em línguas significa momentos de intimidade da pessoa com o Senhor, portanto, não se deve falar em público, a menos que haja um intérprete, porque ninguém entende, e na maioria das vezes nem mesmo quem está falando sabe o que fala. Vejo nos templos supostos pastores falando, cantando em línguas, e o povo dando glórias a Deus, e o que é pior: eles não estão entendendo nada. Prova tal é que existem muitas pessoas que simplesmente imitam, decoram e ficam repetindo as mesmas coisas, e por ninguém entender, conseguem enganar a todos. Não podemos esquecer que também existe a língua dos demônios, que é semelhante à dos anjos, e quando falada, se as pessoas não tiverem discernimento de espíritos, serão enganadas. “Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação. O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.” (1 Coríntios 14:3-4). A profecia é um dom que deve ser exercido pelos que o possuem, na igreja, ou em outra parte qualquer, para que as pessoas possam receber e compreender a vontade e promessa do Senhor para elas. O profeta usa uma linguagem clara para as pessoas, mas também não pode e não deve aparecer falando em línguas. Ele simplesmente deve trazer o recado, a mensagem diretamente para as pessoas de maneira individual ou coletiva. A função da profecia é edificar, fortalecer as pessoas, trazer esperança e ânimo, para que continuem a caminhada no Senhor. É para exortar, chamar a atenção para que as pessoas abandonem algum erro, algum pecado que estiverem cometendo e caminhem para o Senhor, que pratiquem o Evangelho sabendo que a nossa recompensa é garantida. A profecia é também para consolar os que estão sofrendo, estão desesperados e até mesmo desanimados, mostrando que o Senhor tem algo muito melhor e superior preparado para os que o amam, para os que o seguem. A profecia sempre fala de futuro e não de passado, porque o que passou todos nós sabemos o que aconteceu, mas o Senhor fala do que acontecerá, fala do futuro, assim exorto as pessoas para que sempre fiquem alerta para não serem enganadas, porque são muitos os que se dizem profetas e profetisas, mas falam de acordo com as suas vontades, de maneira contrária à Palavra de Deus, por isso sabemos que são falsas, mentirosas. “E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação.” (1 Coríntios 14:5). Falar em línguas é ótimo, porque nos edificamos, temos mais comunhão com o Senhor, mas para o crescimento da igreja, para a evangelização, para a divulgação do Evangelho de Jesus Cristo, a profecia é essencial. O profeta é superior ao que fala em línguas, pois falar em línguas é somente a Deus, e o profeta fala ao povo, e todos são fortalecidos. Falar em línguas em público só é permitido se existir um intérprete, digo uma outra pessoa, porque a mesma pessoa não pode se auto-interpretar, porque não é possível as pessoas saberem se a interpretação é verdadeira ou não. Temos que procurar compreender os dons, para que possamos agir em conformidade com o Evangelho e não sermos somente religiosos. Portanto, antes de ficarmos dizendo “assim seja”, “glórias a Deus”, ou “amém”, quando alguém estiver falando em línguas, devemos primeiro examinar na Palavra se estamos fazendo certo, pois não devemos proceder assim de maneira impulsiva. “E agora, irmãos, se eu for ter convosco falando em línguas, que vos aproveitaria, se não vos falasse ou por meio da revelação, ou da ciência, ou da profecia, ou da doutrina?” (1 Coríntios 14:6). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram