top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Obreiros



“Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja. É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar; não dado ao vinho, não espancador, mas moderado, inimigo de contendas, não ganancioso; que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com todo o respeito (pois, se alguém não sabe governar a sua própria casa, como cuidará da igreja de Deus?); não neófito, para que não se ensoberbeça e venha a cair na condenação do Diabo.” (1 Timóteo 1-6)

 

       Aqui vemos o apóstolo Paulo dando instruções ao jovem pastor Timóteo sobre como cuidar da igreja, como administrar a igreja do Senhor, e quem são as pessoas que ele poderia escolher para serem pastores, para cuidar das congregações. Devemos ficar atentos a essas determinações, pois muitos as ignoram, e, por tal motivo, vemos todo o tipo de pessoas se dizendo pastores em variadas denominações, mas basta um olhar mais profundo para vermos que essas pessoas não têm nenhuma qualificação para liderar com nada, nem mesmo com as suas vidas. Primeiro ele disse que o pastor tem que ser irrepreensível, marido de uma só mulher, e não mulher de um só marido. Portanto, fica claro que somente homem realmente casado de fato e de direito pode ser pastor, não pode estar casado com divorciada, nem ser divorciado, e nem estar em segundo casamento, também fica claro que mulher não pode ser pastor, esse ministério é exclusivamente masculino. Não há como fugir, uma vez que a Palavra está muito clara, e também, entre diversas outras qualificações, não pode ser ganancioso, portanto, não pode ter um negócio, um trabalho paralelo, tem que se contentar com o sustento que a igreja lhe dá, além, é claro, de ser um homem que lidera a sua casa de acordo com a Sã Doutrina, e que não exista desordem, bagunça dentro do seu lar. Infelizmente, são muitas as famílias de supostos pastores que vivem muito pior do que os profanos, pois são imorais, indecentes e se acham superiores às demais pessoas. O pastor tem que ser humilde e não somente ensinar, mas viver, praticar o Evangelho de Jesus Cristo.

         “Também é necessário que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em opróbrio, e no laço do Diabo.” (1 Timóteo 3:7) O pastor tem que ser uma pessoa respeitada na comunidade, não pode ser conhecido como caloteiro, mau pagador, mau patrão ou mau empregado. Também tem de ser uma pessoa hospitaleira, a qual todos sabem que, se precisarem de algo, sempre poderão contar com a sua ajuda. Tem que ser homem sério, no qual as pessoas confiam, sabem que não se espera maldade ou coisa ruim da sua parte, sabem que ele sempre irá agir em conformidade com o Evangelho de Jesus Cristo, e que em hipótese alguma irá apoiar o que é errado, que jamais vai acobertar ou apoiar alguém, mesmo que seja um familiar, se estiver em erro. Assim, sabemos que  o pastor tem que ser homem casado, solteiro ou viúvo, somente essas três opções, e que também não pode ser ganancioso, tem que ser hospitaleiro, ordeiro e sério. Portanto, quando analisamos à luz do Evangelho, sabemos que são muitos os enganadores que estão pelo mundo à frente de denominações, e que na verdade não poderiam nem mesmo ser simples obreiros da casa do Senhor, mesmo porque as qualificações, para ser obreiro, são semelhantes às do pastor. “Da mesma forma os diáconos sejam sérios, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância, guardando o mistério da fé numa consciência pura.”(1 Timóteo 3:8-9). Não há muita diferença entre as qualificações do Diácono e as do pastor, porque, na verdade, não é só para ser obreiro na casa do Senhor que devemos agir assim, mas para seguirmos Cristo temos que viver segundo os seus preceitos. Não é só o pastor que não pode se divorciar e casar de novo, mas todos os homens, e todos os que estão em segundo casamento ou casados com divorciadas não conhecem Cristo, e estão fatalmente condenados ao fogo eterno. Todos nós fomos chamados para viver em obediência ao Senhor, quem se rebela são servos do diabo. “E também estes sejam primeiro provados, depois exercitem o diaconato, se forem irrepreensíveis.” (1 Timóteo 3:10)

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page