• Pr. Henrique Lino da Silva

Nuvem de Testemunhas

“Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus.” (Hebreus 12:1-2)

Quando meditamos na Palavra de Deus, quando analisamos a história do cristianismo, ouvimos testemunhos grandiosos, maravilhosos, homens e mulheres que pela fé suportaram as maiores afrontas e sofrimentos, mas que alcançaram a vitória, a promessa. Foram muitos os que morreram, sofreram todos os tipos de afrontas, mas não negaram a fé, pessoas que resistiram a tudo, mas não negaram o Senhor. Não precisamos sair das Escrituras para vermos isso, basta analisarmos a vida de Abraão, de Isaque, de Jacó, ou de José, Davi, dos profetas, como Jeremias, Ezequiel, a dos discípulos de Jesus que foram presos, mortos de várias maneiras, mas permaneceram firmes, porque sabiam o prêmio que lhes estava reservado. Ainda hoje, em vários países onde o Evangelho é proibido, pessoas são presas e outras mortas por não negarem o Evangelho. Mas nós vivemos em um País onde há a liberdade religiosa, onde podemos tranquilamente falar da nossa fé, podemos pregar e ensinar, podemos ir aos templos, podemos viver como Jesus determinou, então, devemos nos alegrar e cada vez mais nos aproximar do Senhor, pois temos testemunhos de pessoas que sofreram e sofrem para poderem viver em conformidade com o Evangelho de Jesus Cristo. Por isto, devemos parar de ficar reclamando por qualquer coisa, deixarmos de ser crianças mimadas e realmente nos convertermos ao Senhor, sabendo que as pequenas lutas pelas quais passamos não são nada em relação a tantos que sofreram e sofrem ao ponto de perderem as suas vidas por causa do Evangelho. Temos que entender que o Evangelho não é promessa de boa vida, de tranquilidade ou de prosperidade aqui, mas de vida eterna, por isso devemos simplesmente seguir Jesus, tomarmos as nossas cruzes e o seguirmos sem reclamar, mas dando Glórias a Ele. “Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos.” (Hebreus 12:3). Temos que olhar para o Autor e Consumador da nossa fé, se realmente crermos Nele, se formos convertidos e não convencidos, se prezarmos pelas nossas vidas e pela nossa união com Ele. Se somos seguidores de Cristo, temos que aprender com Ele e, portanto, não reclamarmos e nem ficarmos dizendo que estamos sofrendo, porque o Senhor sofreu muito mais e não reclamou. Jesus, sendo inocente, foi perseguido, preso, acusado, humilhado, espancado, crucificado, e em nenhum momento soubemos de Ele abrir a boca para reclamar ou para dizer que era inocente. Ele estava obediente ao Pai. Por isso, sabendo de tudo isso, não podemos ficar reclamando de nada, porque com essa atitude mostramos a diferença entre quem conhece Cristo e quem não o conhece. O que passamos aqui não é nada em relação ao que Cristo passou por nós, e nada comparado com a recompensa que nos está proposta. Temos que aprender mais sobre o Evangelho de Jesus Cristo, e então iremos compreender os sofrimentos e lutas pelas quais passamos aqui, devemos aprender a sempre glorificar o Nome do Senhor, porque sabemos que tudo o que nos acontece tem um propósito definido do Pai. “Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado.” (Hebreus 12:4). Reclamamos por pouca coisa, somos como crianças que não podem sofrer nenhum machucadinho que abrem a boca a chorar, temos que aprender e esperar lutas, pois estamos vivendo em território inimigo, portanto, são esperados ataques constantes, mas, por termos esse conhecimento, não reclamamos, agimos como o nosso Mestre. Vamos compreender que, se temos um Pai que cuida de nós, então confiemos Nele, sabemos que Ele está fazendo o melhor para nós, porque o Pai sempre faz o melhor para o filho, sempre quer o melhor para ele. Temos exemplo do seu Filho amado: mesmo o amando muito, Ele o enviou para passar por todos os tipos de lutas e sofrimentos em nosso lugar, mas também o recompensou dando-lhe o lugar de mais alta honra, e hoje Ele está sentado à sua direita e tem Todo o Poder no céu, na terra ou debaixo da terra, e todos os joelhos se dobram diante Dele. Vamos ser cristãos conscientes e não emotivos, vamos sempre pesquisar e meditar na Palavra de Deus, vamos ser seguidores de Jesus Cristo, e não meros religiosos, frequentadores de templos denominacionais, onde ficamos repetindo o que aprendemos, mas não observamos a Palavra de Deus. “E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, E não desmaies quando por Ele fores repreendido; Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho.”(Hebreus 12:5-6). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram