top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Não faz acepção



“Então Pedro, tomando a palavra, disse: Na verdade reconheço que Deus não faz acepção de pessoas; mas que lhe é aceitável aquele que, em qualquer nação, o teme e pratica o que é justo. A Palavra que Ele enviou aos filhos de Israel, anunciando a paz por Jesus Cristo (este é o Senhor de todos) - esta Palavra, vós bem sabeis, foi proclamada por toda a Judéia, começando pela Galiléia, depois do batismo que João pregou, concernente a Jesus de Nazaré, como Deus o ungiu com o Espírito Santo e com Poder; o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo, porque Deus era com Ele.” (Atos 10:34-38)

Deus não faz separações de pessoas por nenhum motivo, para o Senhor o importante é a obediência, pois não adianta orar, ir a templos, denominações, ou participar de campanhas e dar grandes ofertas; se não estiver vivendo segundo as determinações Dele, então também não lhe pertence. Veja que Deus enviou o seu Filho único para os judeus, mas a maioria dos judeus não o aceitou, não o reconheceu como o Messias, o Filho de Deus, muito pelo contrário, eles o perseguiram, humilharam, prenderam, o açoitaram, o crucificaram, e Ele padeceu e morreu na cruz do Calvário. Por esse motivo a maioria dos judeus não é aceita por Deus, isto porque eles o rejeitaram, mas se eles vierem a se arrepender e crer Nele, então serão perdoados e recebidos pelo Senhor. Jesus andou por toda Israel pregando o Evangelho, ensinando a Verdade e operando milagres e maravilhas, mostrando quem Ele era, mas mesmo assim eles não o aceitaram, não creram Nele. Assim também é a maior parte dos evangélicos, os frequentadores de templos que na sua maioria não creem no Senhor, pois, se assim fosse, viveriam em obediência a Ele, eles preferem somente citar o seu Nome (que é Santo para sempre Amém). Querem um deus bonzinho que atenda a seus pedidos, que faça as suas vontades, mas não querem um Deus que exija santidade, santificação, que determina que todos sejam obedientes a sua Palavra, o que a maioria dos evangélicos quer é somente bênçãos, e serem atendidos quando clamarem.

“Nós somos testemunhas de tudo quanto fez, tanto na terra dos judeus como em Jerusalém; ao qual mataram, pendurando-o num madeiro. A este ressuscitou Deus ao terceiro dia e lhe concedeu que se manifestasse, não a todo povo, mas às testemunhas predeterminadas por Deus, a nós, que comemos e bebemos juntamente com Ele depois que ressurgiu dentre os mortos; este nos mandou pregar ao povo, e testificar que Ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos. A Ele todos os profetas dão testemunho de que todo o que Nele crê receberá a remissão dos pecados pelo seu Nome.” (Atos 10:39-43). Pedro, por ter sido uma testemunha viva, pois andou, conviveu com Jesus durante o tempo do seu Ministério terreno, fala com grande propriedade, pois diz o que viu e viveu. Pedro e os outros apóstolos receberam ensinamentos de Jesus antes de Ele passar pela morte e depois que Ele passou pela morte. Pedro e várias pessoas foram testemunhas da ressureição de Cristo, pois, em um intervalo de quarenta dias após sua morte, Jesus apareceu treze vezes, e na última apareceu para mais de quinhentas pessoas. Na maioria das vezes que apareceu, comeu e bebeu com eles para mostrar que não era um fantasma, mas que estava vivo em um Corpo Glorificado. Assim como o Senhor deu ordens diretas para os seus apóstolos, também nos deu ordens diretas, e, para ouvirmos, basta abrirmos a Bíblia, meditar em sua Palavra, pois Jesus é a Palavra, é o Verbo. Portanto, não existem desculpas, quem não lhe obedece é porque não quer, não o deseja, e por conseguinte são pessoas que não foram chamadas por Ele. Sempre lembro que temos que constantemente nos examinar para ver se estamos vivendo de acordo com a sua vontade. “Enquanto Pedro ainda dizia estas coisas, desceu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a Palavra. Os crentes que eram de circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que também sobre os gentios se derramasse o Dom do Espírito Santo; porque os ouviam falar línguas e magnificar a Deus. Respondeu então Pedro: Pode alguém porventura recusar a água para que não sejam batizados estes que também, como nós, receberam o Espírito Santo? Mandou, pois, que fossem batizados em Nome de Jesus Cristo. Então lhe rogaram que ficasse com eles por alguns dias.” (Atos 10:44-48).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page