top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Não existe mais a sentença




“Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é Dele. E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça. E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.” (Romanos 8:1-11)

       Se nós realmente estivermos vivendo segundo os preceitos do Senhor, se tivermos compreendido quem é Jesus Cristo e nos submetermos a Ele, então não existe mais a sentença de morte sobre as nossas vidas. Não basta conhecermos o Evangelho, devemos ter ciência de que, se não morrermos para o mundo, será impossível termos vida, alcançarmos a salvação em Cristo Jesus. A lei de Moisés, a qual encontramos no Pentateuco (os cinco primeiros livros da Bíblia), todos aqueles ensinamentos e proibições não podem salvar ninguém, e mesmo naquela época não se conseguiu isso, porque a   salvação, a Graça só veio por Jesus, e todos os que compreendem isso e se arrependem dos seus pecados, resolvem assassinar as suas vontades carnais e andar, viver  exclusivamente segundo a vontade de Jesus, esses terão salvação. Nem Moisés ou qualquer profeta tem condições de salvar alguém, a salvação está somente em Jesus, e, para a obtermos, é necessário não vivermos segundo as nossas emoções, a nossa carne. Jesus foi vencedor, pois Ele veio na carne, veio como um ser humano igual a qualquer um de nós e derrotou o pecado, pois Ele não cedeu em nenhum momento ao pecado ou à vontade da carne, e se somos seus seguidores, temos que fazer o mesmo.

         “De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne. Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.” (Romanos 8:12-15). Não podemos viver segundo as nossas vontades, entendimentos ou lógica, não podemos viver segundo as nossas emoções, mas viver segundo Cristo, por isto se fala em matar a carne, ou seja, não se permitir fazer nada que o Evangelho, que é o próprio Senhor Jesus, permite ou autoriza, e sempre saber que o que Ele proíbe em sua Palavra jamais poderemos fazer. Se reconhecemos a salvação em Cristo, então nos submetemos a Ele e sabemos que, para sermos conhecidos e recebidos por Deus como filhos, temos que viver segundo a vontade do seu Filho, e não por muito orar, rezar, fazer preces, jejuns ou praticar rituais, nem tentarmos comprar uma bênção, salvação, ou agradar o Senhor com ofertas. Ser guiado pelo Espírito é ser guiado pela Palavra, que é o próprio Senhor Jesus, e não como muitos religiosos acham, que o Senhor lhes dará alguma revelação particular de como devem proceder diante de determinadas situações. Recebemos o Espírito de adoção, porque o Senhor deseja que todos se submetam a Ele e venham a ser filhos, mas, infelizmente, a maioria prefere fazer a vontade da carne, e não a do Espírito, por tal motivo não experimenta a salvação, a vida que há em Cristo, e vemos todos os dias centenas de pessoas que partem daqui (morrem), e analisando de acordo com a Palavra de Deus, sabemos que elas estão indo para a morte e desonra eterna, porque, apesar de religiosas, não viviam segundo o Espírito. “O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com Ele padecemos, para que também com Ele sejamos glorificados. Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.” (Romanos 8:16-19).

 Leiam e pratiquem a Bíblia, especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

 

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page