top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Não conhecemos o Senhor




“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos que estão em Éfeso, e fiéis em Cristo Jesus: Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo; como também nos elegeu Nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante Dele em amor; e nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, para o louvor da Glória da sua Graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado; em quem temos a redenção pelo seu Sangue, a redenção dos nossos delitos, segundo as riquezas da sua Graça, que Ele fez abundar para conosco em toda a sabedoria e prudência, fazendo-nos conhecer o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que Nele propôs para a dispensação da plenitude dos tempos, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, tanto as que estão nos Céus como as que estão na terra.” (Efésios 1:1-10)

Muitas vezes ficamos fazendo orações, pedindo, clamando por quaisquer bênçãos, vamos a templos, fazemos propósitos, votos, e participamos de campanhas em prol de receber determinada bênção. Mas fazemos isso porque não conhecemos o Senhor, seu Poder e nem a sua Palavra, pois, se o conhecêssemos, saberíamos que já fomos abençoados com todas as sortes de bênçãos em Cristo, sendo assim, não temos que ficar pedindo nada, pois Ele já nos concedeu. Mas se nós ainda não recebemos, devemos então examinar se o que desejamos realmente é uma bênção, se é necessário, ou queremos algo simplesmente para satisfazer nossa vontade, nosso orgulho. Primeiramente, precisamos saber se o que desejamos, queremos, é bênção de acordo com a vontade do Senhor, porque, se não for, podemos ficar pedindo para sempre que Dele nada receberemos. Para que tenhamos esse conhecimento, é necessário obedecer, pois, assim como desejamos as bênçãos, devemos também querer, desejar viver em obediência a Ele, caso contrário, estamos longe e nada receberemos Dele. Fomos criados antes mesmo de Ele criar o mundo, para vivermos em santidade, vivermos fora da contaminação do mundo, vivermos para agradar-lhe, e se não vivermos assim, não estaremos Nele e não receberemos as suas bênçãos. Por seu amor, nos fez filhos Dele, através de Jesus, mas essa filiação só tem validade quando vivemos em obediência, quando nos unimos a Ele, caso contrário, seremos somente sua feitura.

“Nele, digo, no qual também fomos feitos herança, havendo sido predestinados conforme o propósito daquele que faz todas as coisas segundo o conselho da sua vontade, com o fim de sermos para o louvor da sua Glória, nós, os que antes havíamos esperado em Cristo; no qual também vós, tendo ouvido a Palavra da Verdade, o Evangelho da vossa salvação, e tendo Nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da Promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para o louvor da sua Glória. Por isso também eu, tendo ouvido falar da fé que entre vós há no Senhor Jesus e do vosso amor para com todos os santos, não cesso de dar graças por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê o Espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento Dele; sendo iluminados os olhos do vosso coração, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da Glória da sua herança nos santos.”(Efésios 1:11-18) Todos nós nascemos, fomos criados, para sermos santos, viver em santidade, viver em conformidade com a Palavra Dele, para que possamos receber a herança que já nos destinou através do seu Filho amado, Jesus Cristo. Mas nós nos rebelamos e deixamos nos contaminar pelo mundo, atendemos aos desejos da nossa carne, e, consequentemente, nos rebelamos contra Ele, assim estamos ditando a nossa sentença de morte, pois nos colocamos na qualidade de adversário Dele, e nenhuma pessoa tem condições de disputar com o Senhor. Temos que buscar sermos cheios do seu Espírito para sabermos como devemos andar, para que assim possamos receber a herança que também já está destinada antes da fundação do mundo. Mas nós com a nossa arrogância a rejeitamos, pois, quando vivemos em desobediência, estamos rejeitando o próprio Senhor Jesus, e claro que Ele também nos rejeitará como está em sua Palavra. Assim como Paulo, a minha alegria é que o maior número de pessoas venham conhecer Cristo, pois, conhecendo-o, com certeza se submeterão a Ele, e assim receberão a herança que já está destinada. “E qual a suprema Grandeza do seu Poder para conosco, os que cremos, segundo a operação da força do seu Poder, que operou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar-se à sua direita nos céus, muito acima de todo principado, e autoridade, e poder, e domínio, e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; e sujeitou todas as coisas debaixo dos seus pés, e para ser cabeça sobre todas as coisas o deu à igreja, que é o seu corpo, o complemento daquele que cumpre tudo em todas as coisas.” (Efésios 1:19-23).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page