• Pr. Henrique Lino da Silva

MULHER ADÚLTERA


“Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras. E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com Ele, e, assentando-se, os ensinava.” (João 8:1-2)

         Jesus, ao contrário do que se imagina, ou se comenta – há muitos pregadores que ensinam que Jesus era rico e tinha várias casas, o que não é verdade, mesmo porque Ele passava as noites no horto, no Getsêmani, e pela manhã vinha para o templo e ficava pregando, ensinando. Também as pessoas acreditam que a principal função de Cristo era operar milagres e maravilhas, que era curar, mas não era a sua principal missão, além claro de nos salvar, ou seja, morrer em nosso lugar, a sua principal missão era pregar o Evangelho, era ensinar. Os milagres Ele os fazia para mostrar o Poder de Deus, mas a sua função foi – a qual Ele executou de maneira incansável – pregar o seu Evangelho. O povo que queria ouvir, queria aprender, já sabia que pela manhã, quando Ele se encontrava em Jerusalém, Ele viria para o templo pregar, ensinar, e isso causava ciúmes e desconforto nos religiosos da época. As autoridades religiosas, os fariseus, os saduceus não gostavam e tudo faziam para achar uma maneira de acusá-lo e então conduzi-lo à prisão e à morte. Jesus desde o seu nascimento foi perseguido, e depois que iniciou o seu Ministério, após ser batizado por João Batista no Jordão, a perseguição a Ele ficou ainda mais acirrada, e por diversas vezes Ele teve que se ausentar para não ser pego, uma vez que, como Ele mesmo disse, ainda não tinha chegado a sua hora. “E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.” (João 8:3-6). Os escribas, que eram as pessoas que escreviam, transcreviam, copiavam as Escrituras, juntamente com os fariseus, trouxeram até Jesus uma mulher que tinha sido flagrada em adultério, ou seja, traindo o seu marido. Devemos observar a discriminação, os erros, porque eles a pegaram no ato, portanto, ela estava com alguém, mas não trouxeram o homem, sendo que deveriam ter trazido os dois. Mas a intenção deles não era exatamente fazer cumprir a lei de Moisés, e sim fazer Jesus errar para ter do que o acusar. Observamos que Jesus calmamente escrevia no chão algo que jamais saberemos o que, pois a Bíblia não nos fala.

     “E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela. E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.” (João 8:7-8). Apesar da insistência dos fariseus, Jesus calmamente continuou escrevendo na areia sem dar muita confiança para eles, que estavam ansiosos, pois queriam saber se iriam conseguir pegar Jesus naquela armadilha. Porém, diante da insistência deles, Jesus levanta os olhos, pois estava agachado e lhes fala de maneira direta, mandando que os que estivessem sem pecado que iniciassem o apedrejamento. Mas eles mesmos já sabiam que estavam em pecado, por não estarem agindo corretamente ao trazer a mulher e não o homem junto, esse e mais tantos outros pecados. Sabiam que todos eram pecadores, porque pela lei de Moisés o mandamento era punição para ambos. “Também o homem que adulterar com a mulher de outro, havendo adulterado com a mulher do seu próximo, certamente morrerá o adúltero e a adúltera.” (Levítico 20:10). Jesus, ao determinar aos que estivessem sem pecado deixou-os em situação difícil, pois sabiam dos seus erros e principalmente de estarem descumprindo a própria lei que estavam citando. Jesus nos mostra que não existe pecado inferior ou superior, que não se faz acepção de pessoas, e principalmente que devemos cumprir a Palavra por inteiro e não podemos escolher como obedecer. Portanto, devemos tomar muito cuidado com pregações, com ensinos em versículos aleatórios ou parte de versículos, temos que entender todo o texto sempre. “Quando ouviram isto, redarguidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio.” (João 8:9). Quando ouviram a resposta de Jesus, e como não tinham como rebatê-lo, não lhes restou outra alternativa a não ser irem embora, e um por um todos foram se retirando, e observamos que os mais velhos foram os primeiros a sair. A verdade veio direto sobre eles, e nada tinham para falar, enquanto isto Jesus voltou calmamente a escrever na areia, e não ficou olhando se eles iriam fazer alguma coisa ou não. No final, todos se retiraram e sobraram somente Jesus e a mulher, eles a deixaram e foram embora. Devemos sempre analisar qualquer situação antes de acusarmos alguém, isto não quer dizer que não devemos julgar, mas sempre julgar de acordo com a Palavra de Deus. Jesus vai e perdoa a mulher, mas recomenda, manda que ela se vá, mas que não peque mais. Jesus sempre intercederá por nós, mas sempre dirá para não pecarmos mais, para abandonarmos os erros. “E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais. Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu Sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.”(João 8:10-12).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram