top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Mostramos o Amor de Deus



“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Coríntios 13:1-7)

Muitas vezes vamos a congregações e, ao chegarmos, nos deparamos com um bando de pessoas pulando e falando umas línguas estranhas, que ninguém entende; ou outras vezes vemos isso nas mídias, tvs, em que pessoas ou pregadores começam a falar de uma maneira que ninguém consegue compreender o que dizem, e há alguns que chegam ao cúmulo de até mesmo cantar ou tentar cantar em uma suposta língua que as pessoas não compreendem. Mas o que mais nos assombra é a quantidade de pessoas dando Glórias a Deus, dizendo Aleluias, ou Amém, Assim seja, sem saber o porquê, pois nada compreenderam do que foi dito. Infelizmente, as pessoas não meditam na Palavra de Deus para aprenderem, para conhecerem o Senhor e assim saberem como viver o Evangelho, como adorar o Senhor em espírito e em verdade. E de maneira carnal, emocional, vivem uma religião qualquer, tornam-se presas fáceis dos lobos devoradores, que, através das suas artimanhas, enganam todas as pessoas usando os artifícios do diabo, pois são seus servos, e por isso conseguem enganar e conduzir as pessoas para longe do Senhor. As pessoas deveriam ler, meditar mais na Palavra de Deus, e então saberiam que a língua estranha só pode ser falada em público caso haja um intérprete, caso contrário, que não aconteça, pois isso é confusão, e o nosso Deus não é Deus de nenhuma espécie de confusão.

“O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.” (1 Coríntios 13:8-10). Temos que aprender com Jesus que nos ensinou a conhecer as pessoas e sermos pessoas como as árvores que se conhece pelos frutos, porque não adianta falarmos que somos servos do Senhor se não mostrarmos esses frutos condizentes com o Evangelho, que é o próprio Cristo. Não adianta falarmos que somos profetas e ficarmos fazendo profecias se vivemos em desobediência à Palavra de Deus, e também não podemos falar de uma maneira que ninguém entende para demonstrar uma espiritualidade, uma intimidade com o Senhor que não temos; pois, quando assim procedemos, estamos errando, pecando, e por sermos falsos, hipócritas, seremos enviados para o inferno. Também nada resolve se ficarmos falando baixo, calmamente, sempre falando em amor, se não mostramos o Amor de Deus com as nossas atitudes, se não revelamos a Verdade, porque são muitos os que adoram falar em amor, mas que não praticam esse amor, pois não cuidam e protegem, socorrem o próximo, e não condenam o pecado, ao contrário, usam a palavra amor para aceitar e concordar com o pecado. E as pessoas caem nessas artimanhas por causa das falas mansas, dos sorrisos, e não percebem que essas pessoas não estão amando, mas, ao contrário, odiando, pois estão apoiando o erro, incentivando-as a continuarem no erro. Por isto, antes de tentarmos demonstrar qualquer dom de Deus, demonstremos a nossa conversão, sejamos imitadores de Cristo, sejamos praticantes do Evangelho, caso contrário, estaremos sendo servos do diabo. “Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.” (1 Coríntios 13:11-13).

Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page