top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Mesmo pensamento



“Portanto, se há alguma exortação em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão do Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, completai o meu gozo, para que tenhais o mesmo modo de pensar, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, pensando a mesma coisa;” (Filipenses 2:1-2)

 

       Se existem bênçãos, salvação no Senhor, então devemos procurar nos moldar a Ele, devemos viver em conformidade com a sua Palavra, porque, se estivermos falando do seu amor, falando de Salvação Nele, falando de bênçãos Dele, mas não estivermos vivendo de acordo com as suas ordenanças, com a sua Palavra, é porque não acreditamos que Ele seja a fonte de vida. Nesse caso, somos pessoas problemáticas, pois falamos uma coisa e com as nossas ações demonstramos outra, pois falamos que cremos Nele, e com os nossos atos, ações demonstramos outra coisa.  Se acreditamos em tudo o que falamos sobre Ele, então sabemos que temos que viver em conformidade com Ele, para que não vivamos de maneira amaldiçoada, para não irmos para o inferno. Se cremos Nele, nós praticamos a sua Palavra, somos servos, seguidores e com muito medo de errar, porque sabemos que somente Nele tem vida, e que sem Ele nada somos. Portanto, quando nos deparamos com pessoas que dizem ser crentes, mas vivem em erros, de maneira contrária à Palavra de Deus, mesmo que estejam dentro de templos, nos púlpitos, altares de congregações, sabemos que são pessoas mentirosas e hipócritas, e que, apesar de falarem em fé, elas não têm e não praticam a fé em Jesus Cristo. Se cremos Nele, temos a mesma maneira de pensar, de agir e de buscá-lo, e assim sabemos que somos o seu corpo e amamos um ao outro, porque todos somos parte do corpo de Cristo. Por isso a necessidade de tudo observar, avaliar de acordo com a Palavra de Deus, para que possamos identificar quem realmente é cristão, seguidor de Cristo e quem são os hereges, os hipócritas, os mentirosos, que são somente religiosos.  Temos que aprender a identificar as árvores pelos frutos, como Jesus nos ensinou, e não podemos esquecer que a árvore verdadeira, o tronco legítimo é Ele, e nós é que temos de estar ligados a Ele, como os galhos no Tronco.

         “Nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo; não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros.” (Filipenses 2:3-4). Não podemos fazer nada por contenda, ou por causa de uma rixa, um discussão, ou por estarmos chateados, com raiva de alguém, ou por achar que temos que fazer determinada coisa contra a nossa vontade, porque, se agirmos assim, estaremos pecando, e por melhor que seja a boa ação, se estivermos fazendo de maneira contrária, ao invés de bênçãos receberemos maldição e prestaremos contas ao Senhor. Não se esqueçam de Moisés que, quando o Senhor mandou-o falar com a rocha, ele nervoso bateu na rocha que simbolizava Jesus, e apesar de a Rocha ter dado água – ou seja, ele ter feito a boa ação, ter feito com que saísse água da rocha, e o povo matou a sede –, isso o impediu de entrar na terra prometida. Portanto, saibam que de nada adianta ir à igreja de má vontade, ou de orar, jejuar, de ofertar, dizimar, ou fazer qualquer outra coisa, porque o que poderia ser bênção transforma-se em maldição. Assim, tudo deve ser feito sabendo que fazemos para o Senhor, Ele está vendo e sabe as nossas intenções, vontades e desejos. Seremos julgados pelo que fazemos e falamos, não só como falamos ou fizemos, mas, principalmente, sobre o que pensamos e como pensamos, por isto os seguidores de Cristo sabem que devem viver em constante vigilância, devem saber que não é aquilo que é aparente que importa, mas o que realmente é. “ Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar,  mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o Nome que é sobre todo Nome;

para que ao Nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para Glória de Deus Pai.”(Filipenses 2:5-11).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page