top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Luz do Evangelho

Atualizado: 22 de mai. de 2023



“Jesus, pois, vendo as multidões, subiu ao monte; e, tendo se assentado, aproximaram-se os seus discípulos, e Ele se pôs a ensiná-los, dizendo: Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos. Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos Céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós.” (Mateus 5:1-12

Esses versículos são conhecidos como bem-aventuranças de Jesus, mas temos que observar e analisar calmamente cada um deles porque não existe nenhum em que Jesus exalte a pessoa próspera e bem realizada. Ao contrário, mostra que devemos sempre buscar servir, viver a sua Palavra, e isso debaixo de lutas e sofrimento, mostrando de maneira clara que os cristãos aqui passarão por tribulações. Temos que ver que esse discurso, ou melhor, essa pregação Jesus não fez só para os seus discípulos, mas, ao contrário, para toda uma multidão, para que todos soubessem o que é ser cristão, como é viver na Palavra de Deus. Portanto, não consigo entender como esses supostos pastores da atualidade conseguem argumentar, ensinar que ser cristão é ser abençoado o tempo todo, é ser próspero, é viver uma vida tranquila e abastada. Só por aí dá para percebermos que esses pregadores são, na verdade, os anticristos que a Bíblia diz que viriam para desviar as pessoas que ainda não estivessem firmes na Fé, firmes na Rocha que é Jesus Cristo. Por esse motivo, devemos sempre estar meditando no Evangelho, observar bem o que temos aprendido, e não aceitarmos nada menos do que a Palavra de Deus.

“Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos Céus. Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.” (Mateus 5:13-17). Todos nós que gostamos de afirmar que somos cristãos, temos o dever, a obrigação de sermos diferentes, de fazermos a diferença em toda parte onde estivermos. Temos por objetivo seguir o nosso Mestre que é Jesus Cristo, pois ser cristão quer dizer ser seguidor de Jesus, aprendiz de Jesus. Assim como Ele brilhou, era diferente, nós também temos que o ser, pois, se formos iguais a todos, não somos crentes, não somos cristãos, e sim mentirosos e cidadãos e cidadãs do mundo como qualquer pecador, e nosso lugar será no lago que arde com fogo e enxofre, e o bicho nunca morre. Temos que ser luzes, temos que brilhar neste mundo que jaz, que está nas trevas, portanto, como luzes não existe lugar para nos escondermos, e todos têm que ver a nossa luz. Onde estivermos, as pessoas verão e saberão que somos seguidores de Cristo, e não seremos confundidos e comparados com as pessoas deste mundo. Assim como o sal, todos têm que saber que estamos ali, que fazemos a diferença, que damos gosto, já que, quando se coloca sal, todos percebem, pois não é mais uma comida insossa, e sim temperada. Portanto, não podemos querer nos igualar ao mundo, mas viver como Jesus mandou, porque não nos dedicamos ao que as pessoas deste mundo se dedicam, nossa busca não é por dinheiro, patrimônio material, ou felicidade aqui, nós buscamos agradar ao nosso Senhor. Não devemos nos preocupar ou temer sermos perseguidos, maltratados, ou presos, devemos saber que, mesmo presos, somos livres em Cristo, pois Nele há liberdade. Quando o cristão quer se igualar ao mundo, ele deixa de ser cristão e passa a ser, no máximo, um religioso qualquer, mas que não está em Cristo, e não estando em Cristo, está na morte, pois vida só temos em Jesus Cristo, o Filho de Deus, nosso Salvador. “Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só jota ou um só til, até que tudo seja cumprido. Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no Reino dos Céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no Reino dos Céus. Pois eu vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos Céus.” (Mateus 5:18-20).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino




27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page