top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Intuito de ganhar dinheiro




“Eis agora, vós ricos, chorai e pranteai, por causa das desgraças que vos sobrevirão. As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão roídas pela traça. O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e devorará as vossas carnes como fogo. Entesourastes para os últimos dias. Eis que o salário que fraudulentamente retivestes aos trabalhadores que ceifaram os vossos campos clama, e os clamores dos ceifeiros têm chegado aos ouvidos do Senhor dos exércitos. Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações no dia da matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resiste. Portanto, irmãos, sede pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba as primeiras e as últimas chuvas. Sede vós também pacientes; fortalecei os vossos corações, porque a vinda do Senhor está próxima. Não vos queixeis, irmãos, uns dos outros, para que não sejais julgados. Eis que o juiz está à porta. Irmãos, tomai como exemplo de sofrimento e paciência os profetas que falaram em Nome do Senhor. Eis que chamamos bem-aventurados os que suportaram aflições. Ouvistes da paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu, porque o Senhor é cheio de misericórdia e compaixão.” (Tiago 5:1-11)

As pessoas estão buscando congregações e denominações evangélicas com o intuito de ganhar dinheiro, de ficarem ricas, ou pelo menos de melhorar as suas situações financeiras. Fazem isso porque não conhecem o Senhor e não conhecem o Evangelho, portanto, são iludidas e enganadas por esses bandos de anticristos que lotam os templos modernos. Diferentemente do que eles pregam e ensinam, Jesus em nenhum momento prometeu dinheiro para quem quer que seja, ao contrário, deixou claro que os cristãos passariam por lutas e aflições, mas que deveriam perseverar, pois Ele cuida dos seus. Devemos buscar o Reino, o nosso Mestre cuida de nós, mas não como esses pregadores profissionais falam, pois Jesus padeceu foi para nos dar vida eterna e não riquezas ou bens materiais aqui. Todos os cristãos verdadeiros passam por lutas, por dificuldades pelo mundo afora, e isso ocorrerá até a volta do nosso Senhor, pois a nossa recompensa está no Céu, e não aqui. Devemos atentar para não vivermos reclamando por causa das nossas lutas, pois toda reclamação é contra o Senhor, e se estivermos reclamando Dele, estamos pecando contra Ele, e os pecadores não herdarão o Reino dos Céus. Por isto temos que dominar a ansiedade e aprendermos a ser dependentes do Senhor e aguardar com paciência, pois, se somos cristãos, sabemos que tudo está claro e patente diante dos olhos do Senhor, que Ele está vendo todas as coisas, e assim nos preocupamos somente em agradar-lhe, pois Ele tem cuidado de nós.

“Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; seja, porém, o vosso sim, sim, e o vosso não, não, para não cairdes em condenação. Está aflito alguém entre vós? Ore. Está alguém contente? Cante louvores. Está doente algum de vós? Chame os anciãos da igreja, e estes orem sobre ele, ungindo-o com óleo em Nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A súplica de um justo pode muito na sua atuação.” (Tiago 5:12-16). Temos que aprender a ser diferentes e simples até no falar, não temos e não podemos, para justificar, jurar enfatizando o que falamos, pois não nos é permitido jurar por nada, uma vez que nada temos e nada podemos criar. Tudo o que vemos, temos, tocamos, tudo pertence ao Senhor, e só existe porque Ele quis ou permitiu, assim, quando quisermos afirmar alguma coisa, simplesmente digamos sim ou não; se as pessoas acreditarem, bem, caso contrário, que seja um problema delas não crerem em nós, mas que não seja por termos o hábito de faltar com a nossa palavra, de não cumprirmos o que falamos. Se estivermos aflitos, então que cantemos louvores a Deus, porque, quando cantamos, nos alegramos; quando louvamos, espantamos as aflições e tristezas, e o Senhor agrada quando, mesmo que estejamos aflitos, o busquemos e o adoremos. Mas se houver alguém enfermo, então que chamemos o pastor da nossa congregação e nos dirijamos a ele, para que ore, unja o enfermo, sabendo que a oração cura e liberta, porque é quando intercedemos junto a Deus por aquela pessoa. “Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós, e orou com fervor para que não chovesse, e por três anos e seis meses não choveu sobre a terra. E orou outra vez e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto. Meus irmãos, se alguém dentre vós se desviar da verdade e alguém o converter, sabei que aquele que fizer converter um pecador do erro do seu caminho salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.” (Tiago 5:17-20).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page