• Pr. Henrique Lino da Silva

Honrar o Nome

“Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores por dignos de toda a honra, para que o Nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados.” (1 Timóteo 6:1)

As pessoas que de alguma forma prestam serviço para alguém, quer seja funcionário de empresa privada ou pública – porque não importa se é um funcionário público e que tenha chefes, lideranças, superiores –, devem com certeza tratar todos com respeito, sabendo que estão naquela posição porque o Senhor permitiu ou as colocou ali, e, se formos contrários, estamos indo em sentido oposto à vontade do Senhor. Como cristãos que somos, devemos aprender a viver no Evangelho, a obedecer à Palavra de Deus em todos os sentidos e em todos os lugares, principalmente em ambiente onde as pessoas não conhecem a Palavra de Deus e não vivem de acordo com ela, porque com as nossas atitudes estaremos pregando o Evangelho, uma vez que as pessoas vão ver, observar o nosso comportamento, irão nos respeitar e ter vontade de agir de igual maneira, vão querer conhecer o nosso Deus. Quando agimos de maneira contrária, estamos indo contra o Senhor, porque damos motivo para as pessoas criticarem, falarem mal do Evangelho, fecharem as portas dos céus para as outras, e com certeza daremos conta disso diante do Senhor. Por isso não importa a religião, ou a falta de alguma na vida dos nossos superiores, a nós cabe respeitá-los, obedecer-lhes e honrar a nossa palavra, cumprindo com o nosso horário e executando a função para a qual fomos contratados. “E os que têm senhores crentes não os desprezem, por serem irmãos; antes os sirvam melhor, porque eles, que participam do benefício, são crentes e amados. Isto ensina e exorta.” (1 Timóteo 6:2). Agora, os que têm o prazer, a oportunidade de terem patrões, chefes cristãos, então têm um motivo a mais para não somente respeitá-los como também amá-los, uma vez que são irmãos em Cristo Jesus, independentemente da denominação que frequente, porque o que importa é viver na prática do Evangelho. E nós daremos um bom testemunho da denominação que frequentamos, da nossa fidelidade a Deus com o nosso comportamento, porque estamos apresentando o Evangelho que ouvimos, que pregamos e vivemos. Portanto, nós, como cristãos, temos a obrigação de sermos bons funcionários, temos a obrigação de sermos pessoas trabalhadoras, e, acima de tudo, confiáveis. Somos chamados para sermos luzes, para brilhar onde houver escuridão, trevas, e, principalmente, sermos essa luzes no mundo em trevas, no mundo profano. “Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, Perversas contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais.” (1 Timóteo 6:3-5). Porém, as pessoas que não concordam com esse ensinamento com certeza não conhecem o Senhor. São pessoas carnais que vivem de acordo com a vontade do príncipe deste mundo, porque, se queremos ser espertinhos, se entendemos que não devemos respeitar os nossos chefes, que não devemos acatar as suas ordens, que podemos enrolar, enganá-los, que não temos a obrigação de fazer o nosso serviço pelo qual fomos contratados e recebemos, então somos simplesmente ladrões, pois vendemos algo que é o nosso tempo e estamos nos recusando a entregá-lo, e claro que os nossos chefes irão descobrir e estarão propensos a nos despedir, exonerar, e não podemos esquecer que iremos prestar contas ao nosso Deus. As pessoas que sempre têm argumento para se oporem aos ensinamentos do Senhor, e que querem viver de acordo com a lógica e entendimento humano, nada sabem sobre o Senhor e a sua vontade, e por tal motivo, se não se converterem logo, padecerão por toda a eternidade. Essas pessoas são aquelas que pensam que o Evangelho é feito para elas, que o centro de tudo são elas, que Cristo veio e morreu na cruz para agradar-lhes, para satisfazer as suas vontades, e que, portanto, elas têm o direito de viver e desfrutar do melhor, têm o direito de viver como bem quiserem. São pessoas que citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas não o conhecem e não somente vivem longe Dele como totalmente contrárias à sua Palavra. Dessas pessoas devemos nos afastar, ficar longe, para não sermos contaminados. Todos os que não concordam com o ensino do Evangelho como deve ser julgam-se muito espertos e são participantes do mundo, e não do Reino de Deus. Por tal motivo, entendem bem das coisas mundanas, e aos olhos do mundo podemos vê-los se dando bem, podemos vê-los vencendo carnalmente, materialmente falando, mas isso não pode nos influenciar, porque a nossa recompensa não está aqui. Não podemos fazer parte desse povo que se diz crente, que se identifica como evangélicos, mas que não vive o Evangelho de Jesus Cristo, deles devemos manter distância. “Mas é grande ganho a piedade om contentamento. Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele.” (1 Timóteo 6:6-7). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram