• Pr. Henrique Lino da Silva

Graça e paz

“Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos estrangeiros dispersos no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia; eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do Sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas.” (1 Pedro 1:1-2)

O apóstolo Pedro escreve a sua primeira carta aos que não eram de Israel, mas que tinham se convertido ao Senhor, ou seja, que foram escolhidos por Deus para viverem de acordo com a sua Palavra e assim serem salvos em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Não podemos esquecer que todos os que verdadeiramente estão em Cristo, que procuram viver segundo a Palavra de Deus, são pessoas que foram escolhidas, chamadas por Ele, afinal, não podemos esquecer que Jesus disse: “Não fostes vós que escolheste a mim, mas eu escolhi a vós e os nomeei para irdes e dardes fruto e os frutos permaneçam”. Portanto, sabemos que todos os que realmente são fiéis ao Senhor são escolhidos por Ele, e os que não foram escolhidos são todos os que até tentam, mas não conseguem se firmar no Evangelho. Pedro aqui, além de lembrar isso, também os cumprimenta, os saúda com cumprimento cristão, desejando que a Graça e a Paz do nosso Senhor Jesus Cristo sejam multiplicadas. “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos.” (1 Pedro 1:3). Pedro glorifica o Senhor lembrando que Ele nos gerou, nos recriou de novo Nele para termos uma esperança viva. Isto é, agora, depois da vinda do nosso Senhor Jesus Cristo, que ocupou o nosso lugar no Calvário e morreu em nosso lugar, levando todos os pecados, dando-nos a oportunidade de sermos salvos. Portanto, fomos gerados novamente em Cristo, e podemos crer que também iremos ser ressuscitados, assim como Deus Pai ressuscitou Cristo. Temos uma esperança viva, porque sabemos em quem temos crido, sabemos que o nosso Redentor vive, e iremos ao seu encontro se vivermos de acordo com a sua Palavra. Para estarmos com Cristo na eternidade, é necessário o seguirmos aqui, sermos seus discípulos, caso contrário, também nada conseguiremos. Portanto, sejamos inteligentes e não meros religiosos, sejamos verdadeiros imitadores de Cristo, sejamos pessoas que queiram viver segundo o seu Evangelho. “Para uma herança incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo.” (1 Pedro 1:4-5). Fomos escolhidos, designados para recebermos essa herança maravilhosa, fomos escolhidos para termos vida eterna ao lado do nosso Senhor Jesus Cristo. Isto Ele fez, essa escolha Ele fez ao ocupar o nosso lugar, assim a nossa morte, na verdade, é somente o início da vida verdadeira, para os que falecerem antes da volta do Senhor, porque os que ainda estiverem vivos, quando Ele voltar, não experimentarão, não passarão pela morte, irão direto para a vida. Temos que entender que o fim dos tempos se aproxima, e que, quando menos esperarmos, Jesus estará voltando, e os seus escolhidos o encontrarão nos ares, claro, após os que faleceram Nele, pois em hipótese alguma os que estiverem vivos precederão os que já morreram Nele. Portanto, fomos chamados para vivermos em vida santa aqui, e não podemos fazer diferente, porque, caso contrário, a Promessa do Senhor não se cumprirá em nossas vidas, ou melhor, se cumprirá e iremos padecer por toda a eternidade. Temos a Promessa do Senhor de que, se o seguirmos, com certeza com Ele reinaremos. “Em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados com várias tentações, para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo.”(1 Pedro 1:6-7). Portanto, devemos mostrar a nossa fé obedecendo ao Senhor sempre, porque, se cremos em sua Palavra, sabemos que devemos obedecer-lhe, caso contrário, o sofrimento, a morte são inevitáveis. Mas se não tivermos fé, se não crermos, então não lhe obedeceremos, porque não o tememos, e sem temor não há por que obedecer, e todos os que não têm fé, que não praticam a fé, na verdade, já estão mortos espiritualmente. Portanto, quando enfrentarmos lutas, devemos perseverar, porque o Senhor prova a nossa fé, e se não formos aprovados, seremos reprovados, e os reprovados vão para um lugar de dor e sofrimento. Assim, nós os que temos o compromisso com a vida, não esmorecemos por nada, e nenhum obstáculo pode nos fazer desistir. “Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso; alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas. Da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas que profetizaram da graça que vos foi dada.” (1 Pedro 1:8-10). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Paz