• Pr. Henrique Lino da Silva

Graça abundante

“Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a Graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?” (Romanos 6:1-2)

Será que para desfrutarmos da plenitude da Graça de Deus nós devemos viver no pecado? Teremos que cometer mais erros para que fique evidenciada a Graça de Deus em nossas vidas? Não, de maneira nenhuma, porque nós temos que estar mortos para o pecado, isto é, não ficarmos pecando, porque o pecado não pode ter nenhum domínio sobre nós. Uma vez que estamos mortos para o pecado, então ele não tem nenhum poder sobre nós, assim não nos permitimos errar mais, porque sabemos que o pecado é cometido por nós, o diabo não nos obriga a pecar, ele o máximo que consegue é induzir as pessoas ao erro, mas, se estivermos mortos para o pecado, ele não conseguirá isso. Morrer para o pecado é decidir viver em Cristo e para Cristo, portanto, não aceitamos mais o erro em nossas vidas, passamos a viver segundo as ordenanças do Senhor. E por estarmos na prática das ordenanças do Senhor, não existe lugar para o pecado, porque é totalmente contrário à Palavra de Cristo. Assim, nós temos que nos considerar mortos para o pecado. Sabemos que o pecado não conseguirá nos vencer, afinal, somos mortos para ele. “Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte?” (Romanos 6:3). Quando aceitamos nos submeter ao batismo no Senhor, estamos batizando na morte Dele, e nós então, naquele momento, assumimos que estamos matando, sepultando o velho homem, a velha mulher para renascer em Cristo, assim, somos sepultados na morte de Cristo e vamos viver de acordo com Ele, que morreu e reviveu, ressuscitou e vive para sempre. O pecado não tem poder sobre Ele, e se nós estamos Nele, também o pecado não pode ter poder sobre nós. Não podemos falar que estamos em Jesus se vivemos no pecado. Se vivemos nos erros, então somos mentirosos, e nós nos fazemos ainda mais pecadores, e com certeza não conhecemos Cristo, e o nosso batismo não passou de um banho em uma piscina, ou em outro local qualquer. Se realmente somos sinceros, então não permitimos que a carne tenha poder sobre nós, pois passamos a viver em espírito, passamos a viver segundo a vontade daquele que morreu por nós. Temos que matar o velho homem, a velha mulher e nascer em Cristo, e os nascidos em Cristo não pecam. “De sorte que fomos sepultados com Ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela Glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.” (Romanos 6:4). Se somos realmente batizados em Cristo Jesus, então somos batizados em sua morte, porque não podemos esquecer que Ele morreu por nós. Mas não podemos duvidar que Ele ressuscitou e está vivo para todo o sempre. Assim, se nós reconhecemos o sacrifício da cruz, sabendo que Ele morreu e nós também, nos entregamos a essa morte, pois queremos com Ele viver. Então deveremos viver como mortos para o mundo, e nada que o mundo possa nos oferecer nos atrairá, e também nada que possa nos ferir, magoar, humilhar poderá nos afetar, porque estamos mortos para ele. Assim como mortos para o mundo e vivos em Cristo, andamos e vivemos no mundo olhando para o Senhor, e não permitimos que nada possa nos desviar, porque não somos mais cidadãos e nem cidadãs do mundo, mas de Cristo. O pecado assim não tem lugar em nossas vidas, porque não estamos em busca de realizações ou de prazeres aqui, estamos em busca da nossa vida que está guardada em Cristo. “Porque, se fomos plantados juntamente com Ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; sabendo isto, que o nosso homem velho foi com Ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado.”(Romanos 6:5-6). Já como mortos para o mundo, para o pecado, sabemos que seremos ressuscitados como Ele foi e que viveremos com Ele para e por toda a eternidade. Mas não podemos esquecer que, para podermos desfrutar de vida Nele, é necessário estarmos mortos para o pecado aqui e agora, é necessário reconhecer que não temos vida no mundo, que não podemos viver em busca de prazeres e de realizações aqui. Não podemos esquecer que Jesus disse que para termos vida é necessário morrermos primeiro, mas essa morte a que Ele se refere é agora: quando morremos para o pecado, morremos para o mundo, e não somos mais atraídos por nada que seja contrário à Palavra do Senhor. Assim, não existem desculpas para que alguém possa viver no pecado falando que conhece e vive em Cristo, porque sabemos que está mentindo. “Porque aquele que está morto está justificado do pecado.” (Romanos 6:7). Além de não pecarmos mais, porque estamos mortos, também os nossos pecados cometidos anteriormente, que já confessamos e dos quais pedimos perdão, estão mortos, porque não terão poder sobre nós. Uma vez que estamos mortos, somos novas criaturas em Cristo. E a nova criatura não tem pecado e não peca. O pecado cometido anteriormente o Senhor já o lançou no mar do esquecimento, porque, como pessoas agora ressurretas em Cristo, o pecado não tem mais domínio sobre nós. Temos que viver como mortos para o mundo, para o pecado, viver em Cristo, pois esse é o nosso futuro. “Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com Ele viveremos; Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre Ele.” (Romanos 6:8-9). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço. Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

2 visualizações

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram