top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Gloriando

“Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu.” (2 Coríntios 12:1-2)

Paulo, ou melhor, o apóstolo Paulo, esse abnegado servo de Cristo, foi inúmeras vezes acusado por alguns pregadores na época além de membros de igrejas que debandavam para os famosos e ricos pregadores da época. Mas Paulo nunca procurava se exaltar ou se gloriar como a maioria costumava fazer, o que hoje é muito comum e, na verdade, causa disputa entre os pregadores. Os pregadores famosos sempre procuram se vangloriar de que têm uma grande quantidade de congregações, ou que têm o maior templo, inclusive vemos, hoje, cada um procurando construir templos maiores do que os dos seus concorrentes; são templos para cinco, sete e dez mil pessoas. Falam e galhardeiam que seus templos têm grande quantidade de membros e que estão em vários países. Se observarmos, perceberemos que há realmente muitas pessoas que frequentam os seus templos, porém não são convertidas. Também não são ovelhas e nem pastoreadas, pois se é impossível algum pastor cuidar como pastor de duas, três mil ovelhas, então o que dirá de sete ou dez mil? O importante é saber se estamos agradando a Deus, pois não existe nenhuma vantagem em querer aparecer para os homens, devemos procurar ser vistos e aprovados por Cristo. O apóstolo Paulo, para se defender, para apresentar suas argumentações, fala das suas fraquezas e perseguições, no capítulo anterior, e o quanto tinha sofrido pelo Evangelho. Agora fala de visões, ou melhor, de uma visão que somente ele teve. Paulo fala que ele foi arrebatado em vida ao terceiro Céu, ou seja, ao Paraíso, ele não sabe se foi em corpo ou só em espírito, isto por causa da grandiosidade desse fato, pois ele foi o único que o Senhor levou ao Paraíso em vida e lhe mostrou muita coisa que nenhum ser humano verá antes de partir definitivamente daqui. Esse privilégio só tem quem realmente foi aprovado por Deus em toda a sua obra, e lembramos que esse apóstolo foi antes um perseguidor da Igreja, mas agora era um homem voltado exclusivamente para a obra de Cristo, e por tal motivo, por tamanha intimidade com o Senhor, ele foi arrebatado, conduzido em vida ao Paraíso. “E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) Foi arrebatado ao Paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar. De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas.”(2 Coríntios 12:3-5). Paulo foi ao Paraíso e ouviu palavras maravilhosas do Senhor; conheceu o Paraíso e voltou a viver aqui como um homem e um servo de Deus, até o momento em que foi definitivamente para o Senhor. Mas o que ele viu e ouviu, como ele mesmo afirma, não é permitido nenhum ser humano ver ou ouvir. Cristo abriu essa exceção para ele diante do seu compromisso com a Palavra e com o seu ministério. Como ele fala, disso sim é o que teria que se gloriar da sua intimidade com o Senhor, sabendo que suas obras estão sendo aceitas e aprovadas por Deus. Mas mesmo assim ele não se gloria disto, prefere falar das suas fraquezas. De igual modo devemos pensar e agir, não devemos ter preocupações com o tamanho ou luxo do nosso templo ou da nossa casa ou de qualquer outra coisa como se fôssemos melhores do que os outros. Há pessoas que se dizem crentes, cristãos, que fazem questão de mostrar seus belos carros, casas ou mansões, seu poder aquisitivo, e dizem que é porque Deus as está abençoando, porque são fiéis. Mas devemos nos gloriar por sermos fiéis ao Senhor, por vivermos na prática do Evangelho de Jesus Cristo. “Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas deixo isto, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve. E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar.”(2 Coríntios 12:6-7). Paulo afirma que ele não queria se exaltar por nada disso, que preferia se exaltar com as suas fraquezas, fazendo totalmente ao contrário dos outros, dos supostos grandes pregadores. Mostra que o Senhor queria que fosse simples, e não soberbo, e por isto colocou-lhe um espinho na carne, que acreditamos ser uma enfermidade, um mal qualquer. Primeiro temos que observar que satanás só pode agir com a permissão ou a ordem direta de Deus, porque, após o Senhor mostrar tudo no Paraíso, deixou que satanás o ferisse, ou trouxesse uma tribulação para que ele não ficasse exaltado. Paulo não se gloriava por qualquer coisa, mas nas fraquezas e até mesmo pelas tribulações que enfrentava. Por isto sabemos que devemos nos gloriar no Senhor e sermos realmente fiéis e ter intimidade com Ele, independentemente da nossa situação, ou das nossas lutas e batalhas. Paulo orou a Deus por três vezes pedindo ao Senhor tirar aquele sofrimento, aquele mal, aquela doença dele, mas o Senhor respondeu que a sua Graça bastava. “Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o Poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.” (2 Coríntios 12:8-10). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page