• Pr. Henrique Lino da Silva

Filho na fé

“Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e do Senhor Jesus Cristo, esperança nossa, A Timóteo meu verdadeiro filho na fé: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus nosso Pai, e da de Cristo Jesus, nosso Senhor.” (1 Timóteo 1:1-2)

O apóstolo Paulo, nesta e em todas as suas missivas, sempre inicia se identificando, falando quem é e o que faz. Lembra sempre que é um apóstolo, mas não por vontade humana, e sim por ordem direta de Deus e de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Sabemos que é verdade, pois conhecemos a sua história. Antes ele era radicalmente contrário aos cristãos e os perseguia, os espancava e os levava presos, por ordem dos sacerdotes; antes Paulo era um religioso que perseguia os cristãos achando que estava fazendo o certo, fazendo a vontade de Deus. Mas isso foi até o dia em que ele encontrou Jesus, que o chamou, o convocou, mandou, determinou que ele pregasse o Evangelho de Jesus Cristo. Ele não só aceitou a ordem e lhe obedeceu como se tornou um dos mais ferrenhos defensores do Evangelho. E quando Cristo o chamou, não foi no engano, mas já dizendo que ele iria sofrer por causa do seu Nome, e sabemos que isso aconteceu, pois foi dos que mais surras levou, passou por prisões, apedrejamentos, traições, tudo enfrentou, mas foi um dos que mais pregou o Evangelho de Jesus Cristo. Nessa carta endereçada ao jovem Timóteo, que é considerado como filho da fé por Paulo, como sempre, também saúda com os cumprimentos cristãos, como todos nós que nos identificamos como cristãos devemos sempre saudar os nossos irmãos na fé. “Como te roguei, quando parti para a macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina.” (1 Timóteo 1:3). Paulo havia deixado Timóteo em Éfeso para administrar, cuidar da igreja de Éfeso. Tinha dado uma série de recomendações, e agora lhe lembra que tinha lhe pedido para não deixar as pessoas ensinarem doutrinas diferentes do que o Evangelho havia pregado e revelado. Da mesma maneira, hoje sempre existirão pessoas que querem distorcer a Verdade e procuram pregar e ensinar evangelhos diferentes, querem ensinar doutrinas e preceitos de homens, querem ensinar evangelhos que não conduzem a nada, a não ser ao sofrimento e à derrota eterna, porque o único Evangelho que conduz à vida é o Evangelho de Jesus Cristo, uma vez que é o próprio Jesus Cristo, o nosso Salvador. “Nem se deem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora.” (1 Timóteo 1:4). Paulo ainda lembra que devem tomar cuidado com os pregadores que se prendem à história, a genealogias, pois isto não serve para nada, uma vez que a função dos pregadores do Evangelho é ensinar e pregar sobre Jesus, porque só Ele pode nos salvar. Não existe nenhum profeta, como Elias, Ezequiel ou Jeremias, nem Moisés, que pode salvar alguém, só existe um que salva, e este é Jesus Cristo. Assim também os pregadores atuais, pregadores modernos que se especializam em pregar o Velho Testamento para justificarem alguma bênção, alguma promessa que o Senhor tenha feito naquela época e naquela situação para Israel, ou para alguma pessoa. Devemos tomar muito cuidado em examinar o que estamos ouvindo, sempre devemos estar com as nossas bíblias abertas, porque temos que comparar o que tentam nos ensinar com o que está na Palavra. Não devemos crer ou acreditar que o que aconteceu aos hebreus vai também nos acontecer, não devemos acreditar em pregadores que falam que receberemos a unção de Davi ou de outro que foi vitorioso. Nossos exemplos estão no Novo Testamento, vivemos a Nova Aliança feita no Sangue de Jesus. Não sejamos religiosos que vamos a templos somente para ouvir o que o líder, o pregador fala, sem antes conferir no Novo Testamento, temos que nos pautar pelo Evangelho. “Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida. Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas; Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.”(1 Timóteo 1:5-7). O fim da mandamento é Cristo, porque Ele é Amor. É necessário termos consciência da maneira como vivemos e sempre nos examinar diante do Evangelho para ver se não estamos fazendo nada errado, para verificarmos se não estamos em desobediência, em pecado, porque a Palavra diz que, quando a nossa consciência não nos acusa, temos paz com Deus, portanto, se tivermos uma fé firme no Senhor, sabendo quem Ele é e qual é a sua Promessa para nós, então estamos vivendo de acordo com os seus preceitos e não nos preocupamos em agradar ao mundo ou às pessoas, e sim temos medo de desagradar ao Senhor. Temos de observar se não estamos fingindo ser cristãos, se não somos hipócritas somente ou religiosos, porque é necessário sermos simplesmente servos do Senhor. São muitos os que se identificam como pastores, ou outros títulos eclesiásticos pomposos, mas que têm pregações, ensinos contrários à Palavra de Deus, que vivem frontalmente contrário à Palavra de Deus. Criam doutrinas estranhas e fazem afirmações como sendo do Senhor, falam que é bíblico, mas, se as pessoas tiverem a curiosidade de pesquisar, não as encontrarão. Temos que saber que são muitos os pregadores que estão conduzindo as ovelhas para a morte eterna, pois ensinam o pecado, como divórcio, adultério e muito mais. As pessoas aceitam porque não estão buscando Cristo, mas simplesmente uma vitória, uma bênção. “Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente; Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina, Conforme o Evangelho da Glória de Deus bem-aventurado, que me foi confiado.” (1 Timóteo 1:8-11). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram