top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Falam de amor



“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Coríntios 13:1-7)

 

Muitos, ou a maioria, falam de amor, só que muito poucos realmente conhecem o Amor, pois o Amor é Deus, e a única maneira de expressarmos esse Amor é expressando Deus. Quando falo expressar Deus, estou dizendo que é preciso amar, pensar, agir como Deus determina, porque as pessoas estão apoiando, concordando com o erro, o pecado, falando em nome do amor. Não é fazer caridade, doar alguma coisa a uma ou várias pessoas, não é fazer qualquer sacrifício que significa feito por amor. Atualmente, vemos as pessoas de posse de seus smartphones, com as suas câmaras ligadas, dar, doar, ajudar alguém, e imediatamente postar nas mídias sociais, vemos grupos que se identificam como desta ou daquela religião fazendo alguma coisa, doando uma mísera cesta básica aos necessitados, ou, quem sabe, dando um pão, uma sopa aos sem-teto, e fazem um alarde grande para que todos vejam e saibam o que fizeram. As pessoas fazem as coisas, mas não por amor. Também vemos a concordância com todas as atitudes, todas as religiões dizendo que fazem isso por amor. Concordam com o pecado e dizem que é por amor, afirmam que Deus ama os pecadores, o que não é verdade; na verdade, Deus odeia o pecado, por isto Ele deseja que as pessoas se arrependam e abandonem os pecados, e então venham a Ele.

         “O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado. Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. (1 Coríntios 13:8-11). Temos que compreender o Amor e praticá-lo, pois é o único que dura para sempre, pois quem conhece o Senhor ama, portanto, permanece para sempre. Tudo será extinguido, mas o Amor é eterno, as profecias e todos os dons acabarão, porque isso é um favor de Deus, é uma prerrogativa do Espírito Santo, o Amor, que é o próprio Deus, permanece para sempre.  Estamos falando de amor verdadeiro, não esse em que as pessoas dizem amar o pecador, e por isto ele é aceito e concordam com ele no erro. Isso na verdade nunca foi amor, nem aquele que as pessoas não têm coragem de ajudar por amor um semelhante, mas tudo fazem por um cachorro, ou outro animal de estimação qualquer, e falam que o fazem por amor. Amar é querer para o próximo, independentemente de quem seja, desejarmos a ele o mesmo que para nós. Se conhecemos Cristo e desejamos ser salvos, viver com Ele por toda a eternidade, então temos que querer o mesmo para os nossos semelhantes. As pessoas têm o hábito de proteger e cuidar dos seus familiares, parentes, aceitando-os mesmo nos erros. Não percebem que com essa atitude estão colocando obstáculos para o arrependimento dessas pessoas. Independentemente de serem filhos ou amigos ou quem quer que seja, não podemos aceitar o pecado, e temos que ser claros com as pessoas mostrando-lhes os seus erros, para que tenham a oportunidade de se arrependerem e se converterem, e assim serem salvas. Temos que ser adultos, pensar como adultos e analisarmos tudo à luz do Evangelho, e assim praticarmos a Palavra de Deus, e saber que quem concorda com o mundo em nome do suposto amor, na verdade, está odiando todos, e principalmente a si mesmo. Sejam adultos na fé, se convertam, e não sejam somente religiosos, não sejam carnais, mas sim espirituais. “Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.” (1Corintios 13:12-13).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page