top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Esperança



“Porque sabemos que toda a criação, conjuntamente, geme e está com dores de parto até agora; e não só ela, mas até nós, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, aguardando a nossa adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. Porque na esperança fomos salvos. Ora, a esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como o espera? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o aguardamos. Do mesmo modo também o Espírito nos ajuda na fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que esquadrinha os corações sabe qual é a intenção do Espírito: que Ele, segundo a vontade de Deus, intercede pelos santos. E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8:22-28)

Nós, os que conhecemos Cristo, buscamos viver de acordo com os seus preceitos e mandamentos, e por ainda estarmos vivendo na carne, sofremos, porque temos, somos forçados a viver de maneira contrária ao mundo e à nossa própria carne, contra a nossa vontade. E é claro que isso nos traz sofrimentos, nos traz dores, e sabemos que buscamos a salvação, mas nenhum de nós a vemos, mesmo porque só teremos a salvação, só a desfrutaremos depois que morrermos, partirmos deste mundo. Portanto, vivemos na esperança e não naquilo que vemos, e sim no que desejamos e cremos. Desta maneira, enfrentamos lutas aqui de várias maneiras, lutas com as nossas dúvidas e insegurança, lutas pelo fato de sermos obrigados a rejeitar o que o mundo nos oferece, rejeitar os prazeres e deleites mundanos, porque, a bem da verdade, o mundo oferece prazeres, e não é por nós não podermos aceitar, participar, que iremos negar, e sim porque fizemos uma opção. Assim, o que fazemos é esmurrar a nossa carne e rejeitar a vontade da carne para que possamos viver em espírito, porque cremos que, vivendo em espírito, estamos satisfazendo a vontade do Espírito, e se atendermos à vontade do Espírito de Deus, cremos que seremos salvos Nele e teremos vida por toda a eternidade, que desfrutaremos de descanso para sempre.

“Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos; e aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes também justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou. Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como não nos dará também com Ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica; Quem os condenará? Cristo Jesus é quem morreu, ou antes quem ressurgiu dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós; quem nos separará do amor de Cristo? a tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?” (Romanos 8:29-35). O fato de nos submetermos a essa luta, a vivermos desta maneira, é simplesmente por termos sido escolhidos, chamados pelo Senhor. Muitas pessoas acham que foram elas que decidiram se converter ao Senhor, não perceberam que simplesmente atenderam ao seu chamado. Podemos observar que muitas pessoas tentam se converter, tentam viver de acordo com a Palavra de Deus e não conseguem se firmar simplesmente pelo fato de não terem sidos chamadas, escolhidas. Temos exemplos de pais que são verdadeiros servos do Senhor e que criaram seus filhos de acordo com a vontade de Deus, mas estes cresceram e vivem de acordo com o mundo, e não aceitam viver em espírito. Infelizmente, digo que não adianta orar nesses casos, pois são pessoas do mundo e não receberam os chamados. Temos que observar que muitos desde cedo são servos, outros, depois de velhos, de passarem pelo mundo, é que vêm a se converter, mas tudo é propósito de Deus. Os que foram chamados são justificados, e os que são justiçados também já os gloriou. Portanto, nada poderá nos separar do amor de Cristo, pois por nós Ele morreu, para pagar o preço dos nossos pecados, e hoje que fomos chamados não sabemos viver longe Dele, assim temos a certeza de que com Ele reinaremos por toda a eternidade. “Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia todo; fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 8:36-39).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page