• Pr. Henrique Lino da Silva

Esmola e oração

“Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 6:1)

Jesus nos ensina como devemos praticar a misericórdia, como devemos nos preocupar com as pessoas. Principalmente quando formos ajudar, socorrer alguém, que não fiquemos alardeando o fato para todo mundo. Muitos gostam de aparecer como benfeitores e mostrar que estão ajudando alguém; quando fazem qualquer coisa, gostam de tocar trombeta para que todos saibam da sua boa ação. Principalmente agora com as mídias sociais, as pessoas estão fazendo alguma coisa não com a intenção de ajudar realmente, mas com o objetivo de aparecer, pois, enquanto dão com uma mão, com a outra tiram fotos e filmam para depois postarem como se estivessem fazendo algo extraordinário. Mas o que elas não sabem é que essa suposta ajuda que elas deram será somente lembrada e vista pelos seus comparsas, sim, pois somente pessoas iguais a elas valorizarão esse gesto, uma vez que Deus não o reconhece. Vemos atualmente certos indivíduos levarem as pessoas até ao constrangimento, pois tudo fazem para aparecer, para que todos saibam que estão ajudando, ou fazendo alguma coisa, com o intuito somente de aparecer e não realmente por se preocupar com a vida dos semelhantes. Quando formos ajudar alguém, alguma pessoa que esteja precisando, que isto fique somente entre nós e ela. Não precisamos e não devemos falar, divulgar para ninguém o que fazemos, porque quem deve ver, aprovar ou desaprovar a nossa conduta é o Senhor, e não precisamos fazer nada para chamar a sua atenção, uma vez que Ele tudo vê. “Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.” (Mateus 6:2). Não podemos nos sentir mais importantes por ajudarmos alguém, porque na verdade é a nossa obrigação ajudar todos os que precisam se tivermos condições, por isto, quando ficamos nos galhardeando por termos feito alguma boa ação, na verdade estamos mostrando que não temos o hábito, o costume de fazer e, consequentemente, somos desobedientes à Palavra do Senhor. É nosso dever amar o próximo como a nós mesmos, e se há uma pessoa passando por dificuldades e podemos ajudar, é nossa obrigação fazermos de tudo para socorrê-la, independentemente de qualquer situação. “Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita; para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, Ele mesmo te recompensará publicamente.” (Mateus 6:3-4). Ajudar alguém deveria ser constante em nossas vidas, pois o que mais existe são pessoas necessitadas, pessoas precisando de todos os tipos de ajuda, e sempre nós podemos ajudar, socorrer de alguma maneira, porque todos nós, sem exceção, podemos ajudar de alguma maneira os nossos semelhantes. Mas, quando fizermos isso, não devemos falar com ninguém, não precisamos revelar nada, pois o nosso Deus sempre está vendo tudo, e isso é o que nos basta. Por isto, quando as pessoas postam coisas na internet mostrando que estão ajudando alguém, sabemos que o desejo delas é serem reconhecidas como alguém que faz o bem, mas na verdade estão fazendo mal. Jesus nos manda ajudar em segredo, portanto, ninguém tem que saber o que fizemos ou a quem ajudamos e como ajudamos, basta o Pai saber e isso é o suficiente, ou melhor dizendo, tem que ser suficiente para nós. Quem busca elogios, agradecimentos dos homens, na verdade, está rejeitando o reconhecimento do Senhor, por isto devemos estar alerta todo o tempo para não estarmos errando pecando ou simplesmente rejeitando a Palavra de Deus. “E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.” (Mateus 6:5). Assim também devemos vigiar, pois são muitos os que gostam de demonstrar uma espiritualidade que não existe, e eles não percebem, mas estão errando, porque gostam de estar todo o tempo na presença das pessoas orando, clamando, fazendo longas e prologadas orações nas mídias sociais, gostam de afirmar que estão indo a monte orar, que estão orando por essas ou por aquelas pessoas, gostam de se mostrar orando. Devemos aprender a orar em segredo, uma vez que sabemos que a oração é um diálogo, uma conversa entre Pai e filho, então não devemos ficar nos expondo assim em qualquer lugar e nem nos tornando vulgares. Portanto, quando formos orar, devemos procurar estar somente com nosso Pai, e falarmos claramente a Ele, interceder pelas pessoas, e não precisamos ficar divulgando isto aos quatros ventos. Quem deve, ou melhor, quem nos ouve é o Senhor, por isto não há necessidade de as pessoas ouvirem, e nem precisamos demonstrar que somos mais santos ou fiéis do que os outros, temos que saber que o nosso Pai tudo vê e sabe. “Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes. Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu Nome; Venha o teu Reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dá hoje; E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o Reino, e o Poder, e a Glória, para sempre. Amém.” (Mateus 6:6-13). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

0 visualização

©2020 por Ministério Atalaia do Evangelho de Deus.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • Instagram