top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Esclarecimentos sobre o casamento



“Ora, quanto às coisas de que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher; mas, por causa da prostituição, tenha cada homem sua própria mulher e cada mulher seu próprio marido.” (1 Coríntios7: 1-2)

 

As pessoas da igreja em Coríntios tinham escrito uma carta a Paulo pedindo orientações, esclarecimentos sobre o casamento. Elas queriam entender mais sobre esse tema, saber quais eram as obrigações dos homens e das mulheres casadas segundo o Evangelho de Jesus Cristo, e não mais segundo a antiga lei. Eu penso que as pessoas da nossa geração também deveriam ter essa preocupação, procurar saber mais antes mesmo de se casarem, pois muitos estão perdendo a salvação por desconhecerem a seriedade do casamento, e assim agem de maneira contrária à Palavra de Deus. O casamento, se os dois estiverem vivendo segundo as diretrizes do Senhor, é uma bênção, caso contrário, uma maldição que os conduzirá à morte eterna. Atualmente as pessoas casam como se estivessem fazendo uma experiência, pois se casam para tentar ver se vai dar certo, e, se não der, já estão programados para se divorciarem. Só por terem esse pensamento já se percebe que não conhecem o Senhor, pois, se assim fosse, saberiam que, uma vez casados, casados para sempre, e se separarem, divorciarem e se envolverem com outras pessoas, estarão em adultério, e os adúlteros não entrarão no Reino do céu. Quando as pessoas se casam no civil, tornam-se uma só carne diante do Senhor até que a morte as separe, e não podemos esquecer que o que Deus uniu nenhum ser humano tem condições de separar, não é um papel, uma certidão, um juiz que separa, somente Deus. E Deus, para separar um casal, Ele mata um dos dois, aí aquele que ficar vivo se torna viúvo(a), então pode contrair um novo casamento com alguém solteiro(a) ou viúvo(a). Por isto, Paulo inicia a resposta da carta a eles dizendo que seria melhor que os homens não se casassem, porque, se não levarem muito a sério o casamento, com certeza perderão a salvação. Mas, para evitar de viver o tempo todo sofrendo com pensamentos em sexo, ou cair em fornicação, que é a relação sexual entre solteiros, e também é pecado, e os seus praticantes não têm direito à salvação, para que isso não ocorra, então que se casem, mas sabendo que, quando se casam, estão se unindo a uma outra pessoa para o resto da vida.

“O marido pague à mulher o que lhe é devido, e do mesmo modo a mulher ao marido. A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido; e também da mesma sorte o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher.” (1 Coríntios 7:3-4) Temos que compreender que, quando a pessoa se casa, assume a responsabilidade de fazer sexo como o seu cônjuge sempre, isto é, não pode apresentar desculpas, alegando cansaço ou dores de cabeça, estresse ou qualquer outra desculpa, pois está implícito na obrigação do casal manter o relacionamento sexual, porque se um deixar de cumprir com o seu dever, isso pode fazer com que o outro, se for fraco espiritualmente, busque satisfação sexual com outra pessoa, e então estará cometendo adultério, e os adúlteros não terão salvação. Por isto, nenhum dos dois tem poder, autoridade sobre o seu próprio corpo, uma vez que não podem se negar um ao outro. Muitos casamentos são destruídos pelo fato de o marido, ou a esposa estarem chateados, com raiva, e assim se negam, dormem em camas separadas, dando lugar ao diabo. Conclusão: eles vão padecer. Portanto, fica claro que o casal fazer sexo é uma obrigação, e quando um se nega, está indo contra a Palavra de Deus, e quando nos rebelamos contra a Palavra de Deus, pagamos um preço muito alto. “Não vos negueis um ao outro, senão de comum acordo por algum tempo, a fim de vos aplicardes à oração e depois vos ajuntardes outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência. Digo isto, porém, como que por concessão e não por mandamento.” (1 Corintos 7:5-6). Vejam que, até quando se vai fazer uma consagração, isso tem que ser feito em comum acordo, para que um não defraude o outro. Não se pode dar desculpas dizendo que está em oração, ou qualquer outro motivo. Por isso entendo que as pessoas deveriam procurar saber mais antes de tomar a decisão de se casarem. Mas, infelizmente, os jovens, muitas vezes empolgados, ou apaixonados, não avaliam nenhuma situação e acabam se casando, e depois se arrependem, só que eles não sabem que já é tarde demais. “Contudo queria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um deste modo, e outro daquele. (1 Coríntios 7:7).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco. O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - Temos como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalhamos voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Buscamos obedecer ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page