top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Ensinar o Evangelho



“Aos anciãos, pois, que há entre vós, rogo eu, que sou ancião com eles e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e participante da Glória que se há de revelar: Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, não por força, mas espontaneamente segundo a vontade de Deus; nem por torpe ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores sobre os que vos foram confiados, mas servindo de exemplo ao rebanho. E, quando se manifestar o Sumo Pastor, recebereis a imarcescível coroa da glória.” ( ! Pedro 5:1-4)

Pedro, já idoso, agora traz ensinamentos para os outros pastores e faz questão de se identificar como pastor, ancião como eles. A diferença é que ele é testemunha dos sofrimentos de Cristo, pois andou com Jesus e tudo presenciou, pessoalmente. Pedro viu tudo o que aconteceu com Jesus, e mais, ele ouviu Jesus de maneira antecipada revelar tudo o que iria acontecer e não fugiu, simplesmente caminhou como um Cordeiro Mudo. E depois que Jesus morreu e ressuscitou, apareceu para os discípulos à beira do mar de Genesaré e deu ensinamentos, e de Pedro exigiu repetidamente (três vezes) que cuidasse, apascentasse as suas ovelhas. Agora Pedro transmite o que aprendeu e dá ordens para os outros anciãos cuidarem, apascentarem as ovelhas do Senhor, mas fazer isso por amor primeiro a Cristo, pois demonstramos amor a Ele com a nossa obediência, como Ele mesmo ensinou. Segundo, por amor aos anciãos, pois estariam fazendo a vontade do Senhor, e assim estariam caminhando em direção à salvação e escapando do lugar de tormento eterno. Terceiro, por amor aos irmãos e a todas as pessoas, porque, pregando, ensinando o verdadeiro Evangelho, estariam ensinando o Caminho da Salvação a elas. Mas ensinar o Evangelho é primeiramente sermos exemplos, mas não fazermos isso para levarmos vantagens, ou para ganharmos qualquer coisa, e sim por amor a Cristo. Temos que compreender que o Evangelho não é fonte de lucro para ninguém, mas Fonte de vida para toda a eternidade, para os que o praticarem. Então fazemos isso por amor a Cristo, às pessoas e a nós mesmos. Portanto, é necessário não somente falarmos do Evangelho, mas o praticarmos, sermos o Evangelho, para que as pessoas possam ler em nós Jesus Cristo.

“Semelhantemente vós, os mais moços, sede sujeitos aos mais velhos. E cingi-vos todos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte; lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo.” (1 Pedro 5:5-9). As pessoas mais jovens devem sempre respeitar e honrar os mais velhos, portanto, se na congregação há líderes mais idosos, dê honra aos mesmos, pois, afinal, eles têm muito mais experiência de vida por terem vivido mais. Por maior que sejam os nossos conhecimentos, não se comparam aos de uma pessoa mais idosa, pois ela já passou muita coisa, já viu muita coisa e aprendeu não em teoria, mas na prática, assim ela tem condições de nos ensinar sempre mais. Temos que saber o que é sermos humildes, temos que abandonar a arrogância, o ar de superioridade, como se fôssemos mais fortes, mais sadios, porque nada sabemos, e durante todo o tempo da nossa peregrinação aqui estaremos sempre aprendendo, e saímos daqui sem nada saber. Não podemos deixar a vontade da nossa carne dominar, pois assim é fácil para nós nos desviarmos da presença do Senhor, é fácil cometer pecado, e o diabo, que está sempre nos espreitando, sempre nos rodeando, aproveitará a oportunidade, e seremos jogados no buraco. Na verdade, o diabo não aproveita a oportunidade, mas as crias. Temos que compreender que todos os cristãos legítimos, todos os seguidores de Jesus Cristo estão passando por lutas de uma forma ou de outra, mas sabemos que não podemos esmorecer, desanimar, e sim perseverar, insistir, pois só existe um Caminho, e Ele continua estreito, e a porta permanece apertada, portanto devemos fazer todo esforço para conseguirmos passar e saber que não podemos levar bagagens deste mundo, pois impediriam a nossa entrada, assim deixamos todo fardo para trás e caminhamos em direção ao Senhor, para a caminhada que nos está proposta. “E o Deus de toda a Graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna Glória, depois de haverdes sofrido por um pouco, Ele mesmo vos há de aperfeiçoar, confirmar e fortalecer. A Ele seja o domínio para todo o sempre. Amém. Por Silvano, nosso fiel irmão, como o considero, escrevo abreviadamente, exortando e testificando que esta é a verdadeira Graça de Deus; nela permanecei firmes. A vossa co-eleita em Babilônia vos saúda, como também meu filho Marcos. Saudai-vos uns aos outros com ósculo de amor. Paz seja com todos vós que estais em Cristo.” (1 Pedro 5:10-14).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

filhinhos

Comentarios


bottom of page