top of page
  • Foto do escritorPr. Henrique Lino da Silva

Devemos atentar




“E, levantando Ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus. Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir. Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem e quando vos separarem, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do Filho do homem. Folgai nesse dia, exultai; porque eis que é grande o vosso galardão no céu, pois assim faziam os seus pais aos profetas. Mas ai de vós, ricos! porque já tendes a vossa consolação. Ai de vós, os que estais fartos, porque tereis fome. Ai de vós, os que agora rides, porque vos lamentareis e chorareis. Ai de vós quando todos os homens de vós disserem bem, porque assim faziam seus pais aos falsos profetas. Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam; Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam. Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses; E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir. E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também. E se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam. E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.” (Lucas 6:20-33)

             

          As bem-aventuranças de Jesus, devemos atentar bem para elas, pois são muitas que têm uma interpretação ou um entendimento totalmente diferente do que realmente Ele está nos dizendo. O Senhor Jesus está falando para os discípulos, não está falando com a multidão, portanto, está afirmando que os seus discípulos que passam por essas tribulações encontrarão descanso e paz, porque os que são verdadeiros discípulos de Jesus, os que vivem segundo a sua Palavra, passam sim por todos os tipos de perseguições, e constantemente aos olhos do mundo estão sempre no deserto. Sofrem por abandono dos seus, pela incompreensão da maioria das pessoas, e por quase ninguém acreditar no mesmo que eles. Mas esses que são discípulos terão consolo, terão conforto no Senhor, e jamais podemos esquecer que Jesus em nenhum momento prometeu conforto, luxo ou boa vida, alegria e felicidade plena para ninguém aqui. Ele veio, sofreu todos os tipos de humilhações e sofrimentos para que nós pudéssemos ter vida Nele, e não por outro motivo. Mas em várias situações, várias citações e pregações, Jesus deixou bem claro que os seus discípulos, isto é, os seus seguidores teriam lutas, teriam sofrimentos aqui, portanto, não nos assustemos quando essas batalhas virem, a bem da verdade, até nos preocupamos quando somos bem tratados e tudo vai bem. Não podemos nos esquecer de que este mundo pertence ao diabo, e não ao Senhor, como muitos fazem crer, e não podemos esquecer também que quem ofereceu poder, dinheiro, farra, alegrias e festas aqui foi o diabo, e não o Senhor. E quando o diabo ofereceu tudo isso, ainda disse que ele poderia dar para quem ele quisesse, pois ele recebeu isto aqui. Portanto, sabemos que Deus entregou o mundo ao diabo, por isto que o mundo está morto, uma vez que no diabo existe somente morte, e em Jesus vida, e vida abundante e eterna. Mas é exatamente para podermos escolher, termos a opção de escolha entre a vida e a morte, que Deus deu este mundo ao diabo, porque quem está preocupado com os prazeres carnais, preocupado em ter uma boa vida aqui não está preocupado em ter vida em Cristo, independentemente do que falam. Mas quando as pessoas têm compromisso com o Senhor, querem realmente viver Nele, essas são os seus discípulos, são seus seguidores, e elas diante do mundo passam por lutas. Temos o maior exemplo em nosso Mestre Jesus, pois sabemos as lutas e os sofrimentos que Ele enfrentou, mas fez tudo por amor, por nos amar. Portanto, devemos também aprender a amar o próximo como Ele nos ama, mas devemos sempre e em toda circunstância condenar o pecado, jamais sermos coniventes com o erro, com a desculpa de amar. Assim temos que reconhecer a voz do nosso eterno Pastor, e somente segui-lo e ouvi-lo, pois é o único que nos conduz à vida. “E se emprestardes àqueles de quem esperais tornar a receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para tornarem a receber outro tanto. Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus. Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.” (Lucas 6:34-36).

 

 Leiam e pratiquem a Bíblia, mais especificamente o Novo Testamento.

Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino

 

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page